Menu
Busca quarta, 11 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Justiça manda município pagar salário a guarda municipal preso por tráfico

11 novembro 2019 - 11h31Por André Bento

A Prefeitura de Dourados terá que pagar os salários integrais de um agente da Guarda Municipal preso acusado de tráfico de drogas. Na semana passada, desembargadores da 3ª Câmara Cível do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) acolheram por unanimidade recurso de Atoapes Dias Martins, que havia perdido na 1ª instância processo cujo valor foi definido em R$ 180.124,84.

Servidor estatutário do município desde 18 de agosto de 2000, ele ocupa cargo de Guarda Subinspetor do núcleo operacional, com remuneração básica mensal de R$ 10.117,48. Mas em 3 de agosto de 2018 foi preso em flagrante delito pela Polícia Civil de São Paulo, em Itu, com outras quatro pessoas suspeitas de tráfico de drogas. 

O grupo foi flagrado com carga de 1 tonelada de maconha camuflada em carregamento de adubo transportado por caminhão abordado na zona rural de Cabreúva, interior paulista. No dia seguinte a prisão foi convertida para preventiva e atualmente o processo criminal em que ele é acusado está na fase de apresentação de defesa prévia.

Contudo, Atoapes foi à Justiça sob alegação de que a partir da notícia sobre sua prisão passou a receber “apenas R$ 1.989,81, sendo que a suspensão da sua remuneração não se deu por força de devido processo administrativo, tendo em vista que a instauração do Processo Disciplinar n. 02/2018 foi publicada em 31 de agosto de 2018, ou seja, após o corte de seu salário”.

Na 6ª Vara Cível da comarca, ele acionou Município de Dourados, “querendo remuneração desde agosto de 2018, mais reparação de danos morais, porque é servidor público municipal e, preso preventivamente, teve o salário reduzido em violação aos princípios da irredutibilidade de vencimentos e da inocência”.

Em 26 de outubro do ano passado o juiz José Domingues Filho negou a liminar (decisão de efeitos imediatos e provisórios) pleiteada pelo guarda municipal no processo número 0810058-86.2018.8.12.0002, cujo valor da causa foi estabelecido em R$ 180.124,84.

Mas o agente recorreu à 4ª Câmara Cível do TJ-MS e obteve decisão favorável no dia 30 de janeiro deste ano. Entre seus argumentos, ressaltou “que não está faltando ao serviço por ato voluntário, tendo em vista que o seu afastamento é forçado pelo próprio Estado – Poder Judiciário”.

No dia 27 de março, porém, o juiz José Domingues Filho julgou o mérito da ação em 1ª instância e manteve sua decisão de negar o pedido do autor.

Foi o recurso (Apelação Cível 0810058-86.2018.8.12.0002) contra essa sentença que os desembargadores Dorival Renato Pavan, Amaury da Silva Kuklinski e Paulo Alberto de Oliveira, da 3ª Câmara Cível da Corte estadual, julgaram no dia 6 de novembro.

Por unanimidade, eles deram provimento, nos termos do voto do relator, que reformou a sentença da 6ª Vara Cível de Dourados e condenou o município “a efetivar o pagamento do subsídio e vencimentos do autor, a partir de agosto de 2018, até trânsito em julgado da sentença a ser proferida no processo crime pelo qual está respondendo e mencionado na inicial confirmando, assim, a liminar já concedida nos autos por força de decisão proferida no Agravo de Instrumento nº 1412152-61.2018”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MERCADO
Cade aprova compra da Nextel pela Claro sem restrições
CINEMA GRATUITO
Filme “Ensaio sobre a Cegueira” será debatido no Cineclube de sábado
ECONOMIA
Para Petrobras, controle de preços de combustíveis não se justifica
DOURADOS
Renato Câmara reforça pedido para que Escola Nelson de Araújo continue sob a gestão do Estado
CAMPO GRANDE
Menor estava bêbada quando atropelou e matou mulher
BONITO
Homem é preso após agressões a esposa e filha
BRASIL
INSS cria programa para identificar benefícios irregulares
FRONTEIRA
Apreensões sobem e mais de 114t de drogas são incineradas em Dourados em 2019
DOURADOS
Mais de 70 educadores recebem homenagem na Câmara Municipal
LEGISLATIVO DE MS
Ordem do Dia: PPA e LOA seguem para a Redação Final

Mais Lidas

CAARAPÓ
Homem é assassinado a golpes de faca após discussão em bar
DOURADOS
Inteligência da PM prende dois por tráfico no bairro Estrela Tovi
GRANDE DOURADOS
Quadrilha especializada em roubo de caminhonetes é desarticulada e seis são presos
FURTO
Polícia recupera objetos e fecha ponto de receptação em Dourados