Menu
Busca segunda, 21 de maio de 2018
(67) 9860-3221
TRIBUNAL DE CONTAS
DOURADOS

Juiz manda prefeitura exonerar temporários e convocar aprovados em concurso

18 outubro 2017 - 08h59Por Adriano Moretto

A justiça determinou que o município de Dourados nomeie os candidatos aprovados em concurso público de provas e títulos e exonere os servidores temporários contratados. A decisão é do juiz José Domingues Filho após pedido feito pelo MPE (Ministério Público Estadual) que ajuizou ação através do promotor Eteocles Brito Mendonça Dias Júnior, da 16ª Promotoria de Justiça.

De acordo com decisão, o Município fica obrigado a exonerar todos os servidores temporários contratados em vagas puras, bem como de servidores comissionados que estão exercendo funções iguais, equivalentes ou semelhantes à cargos efetivos de professor.

Entre as funções definidas pela ordem judicial estão os professores de língua portuguesa, inglesa, matemática, história, geografia, ciências e educação agropecuária, além de especialista em educação indígena (funções de coordenação pedagógica indígena e supervisão técnica escolar indígena), professor indígena (funções de professor de anos iniciais, professor da educação infantil, professor de língua portuguesa, professor de língua inglesa, professor de matemática, professor de história, professor de geografia, professor de arte, professor de educação física, professor de ciências, professor de língua indígena guarani, professor de língua indígena terena), Pedagoga Indígena (função de pedagoga indígena) e, Professor (função de professor coordenador, professor de artes iniciais, professor de arte, professor de educação física, professor de educação infantil e professor intérprete, objeto dos concursos em referência).

A nomeação, deverá ser de acordo com a respectiva ordem, tanto dos aprovados, quantos os necessários e suficientes para preenchimento das vagas puras ocupadas por servidores temporários, referente às funções iguais, equivalentes ou semelhantes exercidas por comissionados.

O juiz determinou ainda que seja publicada, a cada nova convocação, lista de candidatos aprovados em concurso que manifestaram desistência voluntária, ou foram considerados inaptos à posse, ou seja, aqueles que, independente do motivo, não tiveram sua posse no cargo público concretizada.

O município ainda não se posicionou oficialmente sobre o fato, porém, a determinação deve ser acatada pela prefeita Délia Razuk (PR).

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
No Mês da Indústria, Fiems promove amanhã, palestra sobre energias renováveis
IMPRUDÊNCIA
Embriagado, homem se envolve em acidente e acaba preso
Fato aconteceu na noite de ontem (20), por volta das 19h
CAMPO GRANDE
Procon recolhe produtos vencidos e abre processo contra rede de supermercados por publicidade enganosa
CONTRA O PREÇO DO DIESEL
Manifestações interditam trechos de duas BR’s em MS
DOURADOS
Força-tarefa remove árvores caídas com vendaval
UNIGRAN
Acadêmicos de Administração criam produtos inovadores em aula de empreendedorismo
DOURADOS
Morre aos 95 anos ex-combatente da 2ª Guerra Mundial
DOURADOS
Ladrão invade loja pelo telhado e furta produtos de limpeza
CIDADES
Carga de cigarros que seria levada para noroeste de MS é apreendida
OBRAS
Confira os pontos de bloqueio nas principais avenidas de Dourados

Mais Lidas

BR-163
Caminhonete carregada com maconha é encontrada abandonada em posto de Dourados
CAMPO GRANDE
Chefe de quadrilha investigada pela PF foge de presídio
PEDRO JUAN
Mulher é executada a tiros na fronteira
DOURADOS
Mão cortada denuncia homem que quebrou porta de vidro para furtar loja no Centro