Menu
Busca terça, 19 de junho de 2018
(67) 9860-3221

Jovem de 18 anos é assassinado a tiros na Vila Erondina

01 janeiro 2013 - 09h39

Carlos Ferraz

O jovem Vinicius Palma de Jesus, 18 anos, morador na Vila Cachoeirinha, periferia de Dourados, foi assassinado por volta das 20 horas de ontem, quando trafegava de bicicleta pela rua Silidônio Verão, esquina com a rua Belo Horizonte, nas proximidades do parque Rego D’Água, na vila Erondina II.

De acordo com informações da Polícia Civil, onde o caso foi registrado, a vitima foi surpreendida por um homem identificado por testemunhas como sendo Juninho Pantera, que estava em uma motocicleta tipo Tornado, de cores vermelha e branca, que efetuou vários disparos contra Vinicius, sendo que dois atingiu as costas do jovem, transfixando na região do peito.


Mesmo ferido Vinicius conseguiu acionar uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas ao chegar no local a vitima já não apresentava sinais vitais. A Polícia investiga o caso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UFGD
Ex-ministro dos Direitos Humanos faz palestra dia 26 em Dourados
TRÊS LAGOAS
Homem é preso acusado de sequestrar secretária para roubar caminhonete
EDUCAÇÃO
UEMS abre inscrições para exames de proficiência em língua estrangeira
VÍNCULO AFETIVO
STJ garante direito de visita a animais de estimação após separação
CONCURSO
Comarca de Bonito selecionará estagiários de Administração
JUSTIÇA
Homem é condenado por fraudar assinatura da ex-mulher em cheques
FUTEBOL
Alberto Valentim deixa o Botafogo para dirigir time do Oriente Médio
ABIGEATO
Propriedades rurais são alvo de ladrões de gado em Nova Andradina
CAIXA DOIS
Fachin vota pela absolvição de Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo
ECONOMIA
Retiradas do PIS/Pasep batem recorde no primeiro dia de saque

Mais Lidas

PARANHOS
Testemunha de atentado a prefeito é executada
DOURADOS
Dupla é presa por tentativa de homicídio contra vendedor de espetinhos
PARANHOS
Calote em venda de fazenda teria motivado atentado a prefeito
ÁGATA DE AÇO II
Brigada de Dourados desloca 600 homens para atuar contra crimes fronteiriços