Menu
Busca sexta, 24 de maio de 2019
(67) 9860-3221
SAÚDE

Gripe mata mais um em MS e óbitos chegam a seis

15 maio 2019 - 15h20Por Gizele Almeida

Boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde) divulgado nesta quarta-feira (15) mostra que a Influenza fez mais uma vítima fatal em Mato Grosso do Sul. O caso ocorreu na cidade de Aquidauana, região norte do Estado. Ao todo são seis mortes pela doença, neste ano, na região.

Os dados são referentes às informações da Saúde de 08 de maio até 15 de maio de 2019. Na análise com levantamentos até 08 de maio, o número de mortes pela doença chegava a cinco, ou seja, um a mais na semana que se passou.

O total de casos confirmados da Influenza em Mato Grosso do Sul, em 2019, chega a 23, sendo 22 de Três Lagoas e um em Corumbá.

Quanto aos óbitos, os registros foram de quatro de Três Lagoas, um em Corumbá e o mais recente em Aquidauana.
Os casos notificados (em suspeita) somam 392 em MS. O documento não detalha as cidades em que estão os mesmos.
Se comparado a semana anterior, os notificados também apresentaram aumento. Estes saltaram de 358 para 392.

Influenza

Influenza é uma infecção aguda do sistema respiratório, provocado pelo vírus da influenza, com grande potencial de transmissão. Conforme o Ministério da Saúde, a doença inicia-se com febre, dor muscular, e tosse seca e normalmente, tem evolução por tempo limitado, durando de um a quatro dias, mas pode se apresentar forma grave.

O Sistema Único de Saúde (SUS) concede de forma gratuita a vacina que protege contra os tipos A e B do vírus, no entanto, a mesma é disponibilizada atualmente apenas a pessoas inclusas nos grupos  considerados de risco (crianças até cinco anos e gestantes, mulheres que deram à luz recentemente, trabalhador de saúde, professores, povos indígenas, idosos com 60 anos ou mais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade que cumpram medidas socioeducativas, além de presos, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais). 

A campanha de vacinação contra a Influenza foi iniciada em Dourados no mês passado e segue até o dia 31 de maio. 
De acordo com dados do Núcleo de Imunização repassados na tarde desta quarta-feira (15) ao Dourados News, o percentual de pessoas imunizadas dos grupos de risco, chega a 66%. 

As recomendações da SES para diminuir a circulação do vírus da gripe são:  

- Higienizar as mãos com frequência; 
- Utilizar lenço descartável para higiene nasal; 
- Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; - Higienizar as mãos após tossir ou espirrar; 
- Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
 - Não partilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal; 
- Evitar aperto de mãos, abraços e beijo social;
 - Reduzir contatos sociais desnecessários e evitar, dentro do possível, ambientes com aglomeração; 
- Evitar visitas a hospitais; 
- Ventilar os ambientes.

 

 
  

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FLAGRANTE
Funcionários de olaria são presos com rifles
A DONA DO PEDAÇO
Maria da Paz decide vender bolos na rua para sobreviver
MATO GROSSO DO SUL
Congresso Internacional debate pautas para próxima eleição
SENADO
Comissão analisa prioridade de matrícula para vítimas de violência doméstica
RURAL
Prorrogado prazo para cadastramento de áreas para plantio de milho em Mato Grosso do Sul
BRASIL
Bolsonaro diz que Câmara votará porte de arma para produtor rural
DOURADOS
Prevendo avanços, políticos conhecem Sisfron em Dourados
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar R$ 3 milhões em sorteio amanhã
MAIS ALTA DO PAÍS
UFMS cobra R$ 7 mil para revalidar diploma estrangeiro e MPF quer diminuição do valor
LARANJA
Suspeita de fraudar contas, candidata foi 100% financiada por recursos públicos

Mais Lidas

DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
DOURADOS
Vereadora vai à delegacia e diz ser vítima de atentado
DOURADOS
Ciclista atropelado na Marcelino morre após meses de tratamento
DOURADOS
Preso é encontrado morto na PED em mesmo raio onde ocorreu pente-fino
Rapaz estava enforcado em uma das celas da unidade penal