Menu
Busca quarta, 16 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
UNIGRAN

III Encontro relaciona o Parkinson e o papel da equipe multidisciplinar

01 novembro 2017 - 08h37Por Da Redação

Acadêmicos, professores e pacientes se reuniram para o III Encontro Científico do Grupo de Parkinson, projeto de extensão da Unigran em parceria com o Ambulatório de Parkinson do HU (Hospital Universitário) de Dourados. O tema do debate foi "Resiliência na Doença de Parkinson: o papel da equipe multidisciplinar na vivência do adoecer crônico".

O projeto conta com uma equipe multiprofissional, profissionais e estudantes das áreas de Fisioterapia, Medicina, Psicologia e Nutrição, para atender pacientes com Parkinson. Neste ano, os participantes contaram com quatro palestras apresentando o resultado das atividades que são realizadas, bem como o trabalho dos nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogos e assistentes sociais no que se refere à abordagem do Parkinson.

A médica neurologista e psiquiatra Elisabete Castelon Konkiewitz, uma das coordenadoras do Grupo de Parkinson, afirma que o Encontro tem uma perspectiva acadêmica, o público-alvo são os alunos e os profissionais das diferentes áreas que se interessam por Parkinson, como da fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, musicoterapia, medicina, enfermagem, nutrição e assistência social.

“O projeto tem caráter multiprofissional, mas também social, no sentido de alertar a sociedade douradense, as pessoas de modo geral, sobre a importância dessa doença que acomete uma a cada mil pessoas, sendo 1% da população acima de 60 anos. Não é uma doença infrequente, é preciso entender que ela tem diferentes componentes, não é só o componente motor, o Parkinson envolve depressão, dor, dificuldade de sono e de locomoção, problemas de equilíbrio e autoestima, porque a doença se torna visível e às vezes o paciente se sente envergonhado, constrangido, inferiorizado”, menciona.

Mesmo tendo como foco o caráter científico, neste ano o evento trouxe uma novidade: a participação dos pacientes, os quais assistiram às palestras e puderam relatar suas histórias por meio de depoimentos. “Esse encontro serve para sedimentar o grupo e estimular as pessoas a participar. A nossa meta é ampliar as atividades, conseguir mais pacientes. Este é um projeto modelo, com esta característica multiprofissional”, enfatiza Elisabete Konkiewitz.

A coordenadora do projeto pela Unigran e professora do curso de Fisioterapia, Cyntia Letícia Batistetti, revela o ensejo de promover o Encontro com a participação dos pacientes e familiares. “O Parkinson é uma doença crônica, progressiva, nós sentimos uma ansiedade nos pacientes quanto à piora, aos novos sintomas que vão aparecendo, a ideia foi ter um momento de dar uma injeção de ânimo, os profissionais palestrantes falaram de forma motivacional, dando um grande incentivo”, ressalta.

O projeto é uma vivência importante tanto para os estudantes, quanto para os pacientes, conforme a professora. “Os alunos desenvolvem trabalhos de conclusão de curso, trabalhos interdisciplinares, com isso, eles conseguem ter uma vivência prática, pois têm contato direto com os profissionais e com os pacientes. Para os pacientes, esse convívio em grupo é essencial, faz com que eles fiquem sempre motivados. Nós temos um grupo muito forte, estão sempre dispostos a fazer todas as atividades que propomos. É gratificante e uma alegria fazer parte deste trabalho”, destaca Cyntia Batistetti.
Atendimentos do Grupo

O Grupo de Parkinson de Dourados oferece atendimento gratuito às sextas-feiras, das 8 às 9 horas na Clínica de Fisioterapia da Unigran. O contato pode ser feito pelo telefone (67) 3411-4163.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLÊNCIA NO RJ
Jovem morre após tentar proteger mãe de assalto
FINANÇAS
Governo de MS repassou R$ 2,8 bilhões aos municípios em 2018
BRASIL
Prazo para indicar instituições ao Programa Saúde na Escola termina em fevereiro
SAÚDE
Cardio-oncologia previne doenças do coração causadas por tratamento de câncer
PEDRO JUAN
Sequestradores ligadas ao PCC são presos na fronteira com fuzis
POLÊMICA
Globo encerra contrato com José Mayer após dois anos de caso de assédio
RIO DE JANEIRO
Em Mauá, conheça algumas cachoeiras e encante-se
29 ANOS
Após quase três décadas Concafras retorna a Dourados com evento em março
MULHERES
Cortes de cabelo para quem quer arrasar
FLAGRANTE
Carga de 50 mil pacotes de cigarros contrabandeados é apreendia na Capital

Mais Lidas

GRUPOS RIVAIS
Interno do semiaberto de Dourados é morto em briga de facções
POLÍCIA
Motorista que morreu em acidente na BR-163 tinha 28 anos
BR-163
Acidente que matou motorista de ônibus deixou outros cinco feridos
DOURADOS
Délia exonera secretário e coloca interina na Agricultura Familiar