Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Homem é preso por atirar em frente à casa de cunhado

27 dezembro 2012 - 09h01

Eduarda Rosa e Osvaldo Duarte


Na tarde desta quarta-feira (26/12) foi preso Nelson Shaustv, 41 anos, morador na Rua D. João, na Vila Industrial, acusado de porte ilegal de arma e disparo de arma de fogo.

Segundo informações, Nelson foi até a casa do cunhado, que fica na mesma rua, chamou o homem, que não saiu da residência, então ele começou a atirar.

A Polícia Militar foi acionada e passado algumas informações o acusado foi abordado próximo ao local em uma padaria, na Rua Vanilton Finamore.

Durante a abordagem foi apreendido com ele um revólver calibre 38 e 14 munições intactas. Ele foi detido, encaminhado para a delegacia e autuado em flagrante. A fiança foi arbitrada em R$ 1700 e ainda não foi paga.

A polícia apura os motivos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Mercadoria contrabandeada é apreendida pelo DOF em Ponta Porã
PRESO NA LAVA JATO
Justiça autoriza transferência de Eduardo Cunha para o Rio de Janeiro
SOCIAL
Famílias de baixa renda podem solicitar abatimento na conta de luz
PMA
Dono de imobiliária é autuado por prejuízo em área protegida durante construção de loteamento
FUTEBOL FEMININO
Seleção Brasileira começa trabalhos nesta tarde visando a Copa do Mundo
AMBIENTAL
Homem é autuado por desmatamento ilegal de 10 hectares em Corguinho
SAÚDE
Saúde confirma mais duas mortes por dengue em Dourados
DOURADOS
Mulher é presa na rodoviária com droga que seria levada para o interior de SP
POLÍCIA
Motorista de caminhonete receberia R$ 6,5 mil para levar droga até São Paulo
GUERRA DAS FRUTAS
Mulher Melão e Mulher Pêra trocam farpas no palco do "Superpop"

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira