Menu
Busca terça, 24 de abril de 2018
(67) 9860-3221
" " " YOUR TEXT HERE "

Futuro do Sete de Dourados segue incerto; presidente pede ajuda

12 dezembro 2012 - 14h15

As chances do Sete de Dourados ser obrigado a desistir do Campeonato Estadual de Futebol de 2013 por falta de patrocínios aumentam a cada dia. O presidente do clube, Benjamin Barbosa, disse que a situação só piora com a aproximação do final do ano. Ele teme que não consiga firmar uma parceria a tempo de montar o time para as disputas que começam já em janeiro.

“Há meses temos tentando de tudo, mas não fechamos nada de concreto até agora. Depois que o ano virar as coisas ficam ainda mais complicadas, pois em poucos dias já começa o campeonato. Temos um bom projeto e um elenco selecionado. O que falta é o investimento para termos um respaldo e colocarmos em prática aquilo que foi elaborado pela diretoria, mas do jeito que está, acho difícil isso se concretizar”, disse Benjamin.

Na última segunda-feira, a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) lançou em Campo Grande, oficialmente, o Campeonato Estadual. O evento reuniu empresários, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e representantes das 14 equipes que vão participar, exceto o Sete. O presidente explicou: “Não enviamos ninguém, pois não sabemos se vamos jogar. Seria desconfortável participar do evento e depois desistir da competição”.

Durante a celebração de lançamento foram apresentadas duas novidades por parte da FFMS. A primeira é o investimento da Chevrolet no Estadual e a outra é quantidade de jogos a serem transmitidos ao vivo pela TV Morena, emissora afiliada à Rede Globo. Entre 10 e 12 partidas serão exibidas em rede aberta para todo Estado, aumentando ainda mais a visibilidade dos clubes, bem como de suas instituições investidoras.

“Tivemos uma boa atuação no campeonato deste ano, passamos da primeira fase. A competição de 2013 tem todos estes atrativos com mais transmissão dos jogos, mas nem isso parece despertar o interesse da classe empresária de Dourados. Temos alguns apoiadores, mas precisamos de mais, caso contrário teremos que abrir mão de tudo. Se isso acontecer seremos rebaixados e vamos jogar a Série B. Não queremos isso”, lamentou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Intenção de investimentos da indústria de MS tem melhor resultado em quase 4 anos
SAÚDE
Meningite: sintomas, tratamentos e causas
TURISMO CULTURAL
Festivais de jazz e sapateado agitam Florianópolis
DOURADOS
Comércio espera movimentar R$ 13 milhões no Dia das Mães
ESTILO
Tendência Rock on é a dica desta terça-feira
DOURADOS
Estagiários alegam atraso no bolsa-auxílio e protestam com paralisação
LANCHE
Pão doce de canela, veja como fazer
TRÊS LAGOAS
Polícia cumpre mandado de prisão e apreende produtos artesanais
ARTIGO
Sindicatos são os legítimos representantes dos trabalhadores
BRASIL
Lula entra com recursos em instâncias superiores sobre o caso triplex

Mais Lidas

TRÊS LAGOAS
Morre vítima de acidente com carreta; filho revelou tentativa de suicídio
VIOLÊNCIA SEXUAL
Homem é flagrado estuprando adolescente de 12 anos
ABASTECIMENTO
Bairros de Dourados ficarão sem água nesta terça-feira
MORTES NO TRÂNSITO
Mulher morre em acidente entre moto e caminhão em Amambai