Menu
Busca terça, 14 de julho de 2020
(67) 99659-5905
CÂMARA DE DOURADOS

Funcionários da Funsaud relatam experiências e pedem mudanças

23 outubro 2019 - 13h20Por Da Redação

A Audiência Pública com o tema “Funsaud: avanço ou retrocesso?” foi realizada na última terça-feira (22) e contou com vários relatos de experiências, além de um extenso debate sobre a situação da instituição, que gerencia o Hospital da Vida e a UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Foram narradas por funcionários às condições de trabalho, desde a parte estrutural, passando pela psicológica até a financeira.

Os profissionais relataram falta de materiais, insumos, a preocupação com a exposição a doenças, além de que estão sem aumento salarial há quatro anos e sem FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). 

O vereador Elias Ishy (PT), lembrou que a população também é afetada pela falta de estrutura, qualidade de trabalho para os servidores e a importância de entender que cada Poder tem sua função. “A do legislativo é fiscalizar, do Executivo é fazer gestão”, diz ele.

Segundo a secretária Berenice Machado, os profissionais precisam acreditar, pois a “Funsaud tem jeito e a mudança virá”. O parlamentar sugeriu como encaminhamento uma audiência com a prefeita, Delia Razuk (PTB), para confirmar o envio de um Projeto de Lei, que é de responsabilidade e prerrogativa da prefeitura, com a modificação de regime, de celetista para estatutário. Os representantes do legislativo municipal endossaram a fala da vereadora Daniela Hall (PSD), que o PL, estando formalmente e legal, se comprometem na votação para aprová-lo.

O evento contou com a presença da defensora pública Mariza de Fátima Gonçalves, de entidades como a Comissão de Saúde da OAB de Dourados, bem como outros legisladores, como o presidente da Comissão de saúde da Assembleia Legislativa, Renato Câmara.  Segundo a advogada, é necessário pedir um estudo técnico para a UPA e o HV e, de acordo com o deputado, precisa ser realizada uma auditoria na Funsaud e o Estado deveria ser envolvido na intervenção. 

“Vamos continuar trabalhando em um movimento crescente chegando ao Governo do Estado e Federal”, afirmou Ishy. Segundo ele, todas as informações da Audiência serão encaminhadas ao Ministério Público Estadual e do Trabalho para avaliação. Além disso, a gravação da atividade está disponível no canal da Câmara no Youtube e uma ATA será publicada em Diário Oficial. 

A proposta da Audiência foi da Comissão de Saúde da Câmara, da qual fazem parte o vereador Ishy - presidente, Daniela - vice e Juarez de Oliveira (MDB) - membro.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Estúdio de ginástica aciona Justiça para reabrir as portas em Dourados
BALA DE PRATA
Operação da polícia paulista prende membro de quadrilha em Caarapó
CORONAVÍRUS
Dourados dobra mortes por coronavírus em 13 dias, mas isolamento continua baixo
LEGISLATIVO
Cartórios de MS estão obrigados a informar sobre gratuidade do reconhecimento de paternidade
BRASIL
Resultado do Sisu do segundo semestre já está disponível no site
DOURADOS
Polícia prende estelionatário que se passava por funcionário de banco
CÂMARA DE DOURADOS
Sem maioria na base, novo líder da prefeita prega intercâmbio "democrático e harmonioso"
RIO BRILHANTE
Criança é flagrada jogando arma usada pelo pai em assalto dentro de lixeira
BRASIL
Saque de auxílio emergencial é liberado para beneficiários do 3º lote
MUNDO NOVO
Jovem é assassinado com tiro na cabeça após homem chegar procurando pelo tio dele

Mais Lidas

DOURADOS
‘Deus no comando amem’: antes de crimes, atirador postou pregação religiosa
BARBÁRIE
Homem assassina ex, atira em crianças e se mata no altar de igreja em Dourados
DOURADOS
Atirador baleou criança de quatro anos na cabeça ao abrir fogo para matar ex-mulher
DOURADOS
Atirador chegou em igreja na hora da comunhão e entrou dizendo ter feito bobagem