Menu
Busca quarta, 16 de outubro de 2019
(67) 9860-3221

Famílias do PETI receberão capacitação em Dourados

14 agosto 2002 - 11h10

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Habitação e Cidadania, da Prefeitura de Dourados, está oferecendo vários cursos de capacitação e geração de renda para as famílias cadastradas pelo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI). As aulas tiveram início no dia 5 de agosto e serão encerradas no próximo dia 30.
De acordo com a secretária, Ledi Ferla, os cursos foram viabilizados através de um convênio firmado pela Prefeitura de Dourados com o governo federal, que destinou R$ 19 mil para o desenvolvimento das atividades. A contrapartida do município é de R$ 2 mil. Os cursos estão sendo oferecidos em dois locais em Dourados e nos distritos de Itahum, Vila Vargas, Vila Formosa, Macaúba e Panambi.
O primeiro curso teve início no dia 5 e foi encerrado no dia 10 deste mês no distrito de Macaúba, com o oferecimento do curso de derivados do leite. Ledi Ferla, disse que as famílias aprenderam durante 60 horas a fabricar vários tipos de queijos, iogurte, catupiri, doces em pastas e barras, entre outros.
A partir do dia 19, as famílias do distrito de Panambi poderão aprender a fabricar material de limpeza. O curso terá duração de 20 horas/aula. Com a mesma carga horária, será oferecido o curso de doces e salgados. Em Vila Vargas, o curso de material de limpeza terá início no dia 26 com encerramento previsto para o dia 28, com 20 horas/aula. Vila Formosa receberá o curso de derivados do leite do dia 14 ao dia 23 deste mês, com 40 horas/aula. Já em Itahum, as famílias do PETI poderão aprender serviços de panificação com o curso que começará no dia 26 e que terá duração de 60 horas/aula. No mesmo dia terá início no distrito, o curso de material de limpeza. Em Dourados, as aulas do curso de doces e salgados terão duração de 20 horas/aula e serão realizadas na unidade central do PETI e no projeto Criança Feliz.
O objetivo dos cursos num primeiro momento, diz Ledi Ferla, é capacitar as famílias, para depois oferecer treinamento para que elas mesmas possam gerenciar as atividades que aprenderam a desenvolver.
Através dessas ações, as pessoas que participam dos programas passam a ter renda própria e a caminhar com as próprias pernas.


Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Acusado de matar ex-sogra é considerado inimputável e será internação
POLÍTICA
Câmara aprova MP que reformula estrutura do governo federal
CAMAPUÃ
Idoso invade casa para agredir vizinha e é expulso com cabo de rodo
PEDESTRIANISMO
‘9ª Corrida Saúde Cassems-Noturna’ será realizada no próximo sábado
SOCORRO
Em ação conjunta, Bombeiros e PM resgatam criança ferida no Pantanal
VISITA OFICIAL
Bolsonaro vai ao Japão incentivar comércio e buscar investimentos
CORUMBÁ
Triplo homicídio: assassino diz que matou porque foi “zombado”
FUTEBOL
4ª fase da Copa Assomasul será no próximo sábado em Três Lagoas
POLÍTICA
Senador Nelsinho Trad já recebeu 809 solicitações de emendas para 2020
NAVIRAÍ
Populares detém estuprador que agarraou e deixou menina nua

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Homem é executado por engano na frente do filho na fronteira
FATALIDADE
Empresário de MS morre em acidente no interior de Minas Gerais
ITAQUIRAÍ
Homem é executado por pistoleiro no Sul de MS
TRÊS LAGOAS
Corpo de empresário é encontrado após mais de 48h de buscas