Menu
Busca domingo, 09 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

Enersul pode ser obrigada a reduzir conta de energia elétrica

28 novembro 2012 - 13h00

A conta de luz do consumidor sul-mato-grossense deve cair cerca de 15% a partir de abril de 2013. A estimativa é do deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB), que se reuniu ontem com o interventor da Empresa Energética de Mato Grosso do Sul (Enersul), Jerson Kelman, para discutir a revisão tarifária para o próximo ano. A projeção do parlamentar se fundamenta na mudança metodológica da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que determina a partilha de ganhos de produtividade, e na redução dos impostos federais, anunciada em agosto pela presidente Dilma Rousseff.

“O aprimoramento da metodologia da Aneel indica redução na tarifa considerando um compartilhamento dos ganhos de produtividade”, informou Trad. Ele explica que o aumento do número de clientes pela Enersul e a permanência da mesma estrutura – equação que representa ganho para a concessionária – precisam puxar para baixo o valor da tarifa, conforme determina a Agência.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BANDEIRANTES
Veículo desgovernado invade canteiro de obras e mata trabalhador na BR-163
DOURADOS
Por força judicial, terceira sessão para definir Mesa Diretora da Câmara é cancelada
CONGRESSO
CPI dos Maus-tratos encerra trabalhos com propostas polêmicas
RORAIMA
Intervenção deverá valer a partir de amanhã até 31 de dezembro
Interventor prepara plano de ação a ser apresentado a Temer
CORUMBÁ
Mulher descobre traição e acaba agredida a pauladas pelo marido
SAÚDE
"Revolução sexual” contra impotência faz 20 anos em 2018
Médicos celebram disponibilidade de remédios para tratar disfunção
CAPITAL
Homem tem o carro incendiado após enteado pegar veículo sem autorização
PRESIDENTE ELEITO
Bolsonaro afirma que irá propor mudanças no sistema eleitoral no 1º semestre de 2019
LEVANTAMENTO
Brasil tem 5,2 milhões de crianças na extrema pobreza e 18,2 milhões na pobreza
ECONOMIA
Inflação cai ao menor nível desde 1994
Indicador fechou novembro com queda de 0,21%. Produtos importantes, como combustíveis, ficaram mais baratos

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Idosa é espancada, esfaqueada e vai parar na UTI após assalto em Dourados
DOURADOS
Vereadores voltam a “sumir” e eleição da Mesa da Câmara é adiada mais uma vez
DOURADOS
Presos na Cifra Negra devem ser transferidos ainda hoje à PED e delação não é descartada
DOURADOS
Polícia cumpre todos os mandados de prisão em ação que investiga corrupção na Câmara