Menu
Busca sábado, 19 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221

Empresária prospera no ramo da confecção

13 maio 2011 - 06h22

Dione Durigon começou trabalhando sozinha em casa, confeccionando peças de roupas femininas que vendia para os conhecidos. Quando a prefeitura abriu no BNH 4º Plano o Núcleo de Confecções, oferecendo um espaço gratuito para as pessoas que faziam confecções em fundo de quintal, ela não teve dúvidas: aproveitou a oportunidade e montou sua pequena fábrica no local e contratou duas funcionárias.

De março a outubro de 2010, tempo em que ocupou o espaço do Núcleo de Confecções do 4º Plano, Dione aproveitou todas as feiras promovidas pela prefeitura, participou de cursos oferecidos através do Sebrae, Senac e Senai com apoio do município, participou de caravanas a outros estados para se atualizar sobre moda.

“O tempo que permaneci no Núcleo foi fundamental para me formalizar e dar a alavancada (sic) que precisava para me firmar no ramo de confecções, pois foi ali que começaram aparecer as oportunidades de trabalho, foram surgindo os pedidos”, afirmou Dione.

Depois de sete meses trabalhando no Núcleo de Confecções e quase sem dar conta de tantos pedidos, a empresária decidiu montar o empreendimento em outro endereço.

Ela abriu a confecção na Rua Floriano Brum, próximo ao Shopping Avenida Center. De um faturamento zerado em início de carreira, hoje Dione diz que fatura mensalmente em torno de R$ 25 mil brutos com a fabricação de roupas femininas, as chamadas “modinhas”.

“Foi fundamental a permanência no Núcleo porque comecei a capitalizar o lucro e investir mais, não desperdiçando nenhuma oportunidade oferecida através da prefeitura”, diz ela.

Sete meses após mudar para o novo endereço, a empresária não parou no tempo e decidiu abrir também uma loja atacadista anexa à fábrica. A inauguração vai ser neste sábado, às 9h. Hoje Dione Durigon oferece cinco empregos diretos e pretende contratar mais três profissionais para atender os pedidos que não param de chegar.

Para a secretária municipal de Agricultura, Indústria e Comércio Neire Colman, a empresária Dione Durigon é um exemplo de empreendedorismo, pois soube aproveitar as oportunidades.

Dione foi em busca do conhecimento e tudo que apreendeu na teoria soube aplicar na prática, fazendo alavancar o seu negócio, obtendo excelentes resultados. “Para ela foi um desafio em que as oportunidades foram transformadas em solução, fazendo prosperar o seu negócio em mil por cento”, afirmou Neire, completando: “Dione Durigon não é uma microempresária, mas uma grande empresária que administra uma microempresa”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Cleo Pires arrasa de topless na praia e comenta o bronze: "torrada na foto"
SATURAÇÃO
Operação reforça abordagens a suspeitos e veículos na fronteira
JORNAL NACIONAL
Coaf aponta que Flávio Bolsonaro recebeu 48 depósitos suspeitos em 1 mês
IVINHEMA
Colisão envolvendo carreta e caminhão deixa motorista ferido
BALANÇA COMERCIAL
Com US$ 102 bi, agronegócio bate recorde de exportação em 2018
NOVA ANDRADINA
Polícia encontra 70 litros de cachaça artesanal com detentos em presídio
DE OLHO NO CÉU
Madrugada da próxima segunda-feira terá eclipse lunar total
CAMPO GRANDE
Ladrões são flagrados roubando telhado de empresa industrial
JUSTIÇA
Dois são condenados por falsificar documento para obter CNH
DE GRAÇA
Estão abertas as inscrições para aula de zumba na UFGD

Mais Lidas

POLÍCIA
Rapaz é preso acusado de realizar ‘disk-droga’ em Dourados
FAKE NEWS
Eleandro Passaia é chamado para depor em caso de morte de jogador Daniel
DOURADOS
Investigado por corrupção, Idenor Machado volta a ser preso
DOURADOS
Polícia não encontra e João Fava Neto é considerado foragido da Justiça