Menu
Busca sábado, 24 de fevereiro de 2018
(67) 9860-3221

Embrapa divulga estudo sobre chuvas na Bacia do Rio Dourados

19 dezembro 2003 - 12h51

Um projeto de pesquisa recém-concluído por pesquisadores da Embrapa Agropecuária Oeste, instituição vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, estudou as características do regime pluviométrico da Bacia do Rio Dourados. Parte dos resultados deste projeto está sendo divulgada em uma publicação sobre a probabilidade de ocorrência de chuvas nessa bacia. A Bacia do Rio Dourados é composta, em parte ou integralmente, pelos municípios de Dourados, Ponta Porã, Antônio João, Laguna Carapã,  Fátima do Sul, Caarapó, Glória de Dourados, Vicentina, Jateí, Ivinhema e Deodápolis. O projeto foi desenvolvido pelos pesquisadores Carlos Ricardo Fietz, Mário Artemio Urchei e Éder Comunello, sob coordenação do primeiro. Segundo o coordenador do projeto, uma bacia hidrográfica é a unidade geográfica mais favorável para o planejamento integrado e o gerenciamento dos recursos naturais. “A bacia do Rio Dourados, uma das mais importantes de Mato Grosso do Sul, tem como base de sua economia a agricultura, uma atividade fortemente influenciada pela freqüência de chuvas. Daí a importância desse estudo”. Ricardo explica que o comportamento da chuva pôde ser bem definido na bacia. Na publicação, as probabilidades de ocorrência foram determinadas para períodos de dez dias. Para a realização do estudo, os pesquisadores percorreram a região para localizar e disponibilizar para o projeto séries de chuvas diárias, confiáveis e de, no mínimo, dez anos. O estudo foi realizado com base em dados coletados em duas estações meteorológicas e em cinco postos pluviométricos. A análise do comportamento das chuvas é parte dos resultados do projeto “Caracterização da bacia hidrográfica do Rio Dourados, MS”, iniciado em 2000, financiado pela Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de  MS (Fundect). Além da análise das chuvas, estudou-se também a evapotranspiração e o balanço hídrico seriado dos solos. O estudo já gerou outras 11 publicações, além desta. De acordo com Carlos Ricardo Fietz, um dos objetivos da Embrapa Agropecuária Oeste é estudar todas as bacias do Estado. Esta publicação será encaminhada aos profissionais da assistência técnica, empresas de planejamento, cooperativas, instituições de pesquisa e extensão, universidades e também está disponível no site www.cpao.embrapa.br. Informações pelo telefone 67 425-5122 ou pelo e-mail sac@cpao.embrapa.br.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO HORIZONTE
Foragido da Justiça é preso ao receber policiais a bala em Dourados
DOURADOS
Idoso morre ao ser atropelado na Monte Alegre
SEM COBRANÇA EXTRA
Bandeira tarifária segue verde em março
CAMPO GRANDE
Vereador vira motorista do Uber para ouvir moradores
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar R$ 6,2 milhões neste sábado
SEXI BEER
Vice campeã do Miss Bumbum Brasil garante primeiro ensaio nu
CHUVAS
Energisa sobrevoa áreas alagadas e reforça número de equipes
ITINERANTE
Carreta da Justiça chega à comarca de Caracol na segunda-feira
IMPASSE
Crianças do Centro de Educação Infantil da UFGD estão sem atendimento
MEIO AMBIENTE
Polícias autuam quatro e apreendem pescado, carne de jacaré e rifles

Mais Lidas

ERRO
Diário Oficial traz convocação de três “fulanos”
ABUSO
Adolescente denuncia o próprio pai por estupro em Dourados
DOURADOS
Polícia desarticula grupo que planejava furto a agência dos Correios
MS-276
Idoso morre atropelado ao tentar atravessar rodovia