Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Em clima de tensão, vereadores escolhem hoje nova Mesa Diretora da Câmara

07 dezembro 2018 - 07h41Por Adriano Moretto

Após dias de prisões e manobras, 16, dos 19 vereadores de Dourados, elegem na tarde desta sexta-feira (7/12) a nova Mesa Diretora que comandará a Casa no biênio 2019/2020. A eleição está marcada para as 14h, no Plenário. 

Concorrem ao pleito interno os democratas Alan Guedes e Pedro Pepa, esse último preso na quarta-feira (5/12) dentro da Operação Cifra Negra, desencadeada pelo Ministério Público Estadual e o 2º Distrito Policial, acusado por corrupção.

Além de Pepa, os colegas de Câmara Idenor Machado (PSDB) e Cirilo Ramão (MDB), segundo secretário em sua chapa, também acabaram detidos na mesma ação e estão na PED (Penitenciária Estadual de Dourados), junto do ex-vereador Dirceu Longhi (PT) e o ex-servidor do local, Amilton Salina, alvos de mandados de prisão expedidos pela 1ª Vara Criminal. 

Na quinta-feira, um dia depois da operação, parlamentares que compõem a base aliada da prefeita Délia Razuk (PR) chegaram a protocolar no jurídico do poder Legislativo douradense documento pedido a substituição de nomes da composição anterior. 

Apesar da medida ser analisada, a presidente Daniela Hall (PSD) informou pela manhã em coletiva que não havia mais a possibilidade de mudanças, conforme manda o Regimento Interno, respeitando o prazo de 48h antes da eleição da Mesa para se registrar os concorrentes. 

Ainda na quinta-feira, o vereador Idenor Machado pediu afastamento e seu suplente, Maurício Lemes (PSB), protocolou documento solicitando imediata convocação.

Ele fez uma espécie de ‘plantão’ no local durante toda a tarde de ontem e nesta manhã já ‘bate ponto’ na Câmara como forma de pressionar sua posse antes mesmo da eleição.  

A medida seria uma forma de tentar garantir um possível desempate e a vitória da chapa da ‘situação’. Lemes é servidor público comissionado e atua na Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Município. 

No começo da tarde do mesmo dia, o farmacêutico bioquímico Racib Panage Harb entrou com pedidos de impugnação da chapa de Pepa, denominada ‘Legislativo Forte’ e de afastamento dos três parlamentares presos na Operação Cifra Negra. 

Chapas

Concorrem ao pleito desta sexta-feira as seguintes chapas: Legislativo Forte, formado por Pedro Pepa como candidato à presidência, Júnior Rodrigues (PR) como vice, Silas Zanata (PPS) como primeiro secretário e Cirilo Ramão (MDB) segundo secretário. Já a outra composição tem Alan Guedes, Elias Ishy (PT) de vice, Sérgio Nogueira (PSDB) primeiro e Daniela Hall (PSD) segunda secretária. 

Atualmente a Mesa é formada por Daniela Hall, presidente, Sergio Nogueira (PSDB) vice, Pedro Pepa (DEM), primeiro secretário e Cirilo Ramão (MDB), segundo secretário. 

Mesa Diretora

A cada dois anos, a Mesa Diretora é renovada, como determina o Regimento Interno da Câmara de Vereadores de Dourados. Os eleitos são encarregados de manter o andamento dos trabalhos realizados no Legislativo.

Cabe a Mesa coordenar o funcionamento da Câmara para a manutenção da ordem das atividades legislativas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Morre menina queimada por gasolina de duto da Transpetro
DOURADOS
Vereadora vai à delegacia e diz ser vítima de atentado
SAÚDE
4 tipos de dor de cabeça e seus tratamentos
CAPACITAÇÃO
MS recebe congresso internacional de direito eleitoral amanhã
BRASIL
Câmara conclui votação de medida provisória da reforma administrativa
ARQUITETURA E DESIGN
Dicas para quem quer ter parede de tijolos em casa
POLÍCIA
Douradense é preso ao tentar transportar 1,7 t de maconha em caminhão
ESFRIOU!
Receita do tradicional quentão
DOURADOS
Representante da Cruzada dos Militares Espíritas participará da 5ª Semana Espírita
BRASIL
Arrecadação cresce 1,28% em abril, informa Receita Federal

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira