Menu
Busca Segunda, 22 de Janeiro de 2018
(67) 9860-3221
Bigolin

Educadores rejeitam projeto da prefeitura que prejudica servidores

29 Novembro 2012 - 11h21

Servidores das escolas municipais e centros de educação infantil de Dourados participaram de Assembleia na tarde da última quarta-feira (28) no Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação - Simted, onde questionaram os pontos do projeto de lei que trata sobre a forma de readaptação de educadores, enviado pela prefeitura para a Câmara de Vereadores sem discussão com a categoria.

Desde o início do mês, membros da diretoria e filiados do sindicato realizam um acompanhamento nos encontros da Casa de Leis para evitar que algumas medidas sejam feitas sem o parecer dos educadores.

Na semana passada, a administração municipal encaminhou para votação dos legisladores um Projeto de Lei Complementar que acarretaria mudanças prejudiciais na readaptação dos servidores.

Alguns dos pontos mais críticos do projeto fazem com que o trabalhador seja readaptado em função inferior à que exercia e ainda retiram benefícios dentro da progressão de carreira.

Agora o Simted entregará para os vereadores uma contraproposta que saiu do encontro com os servidores na tarde da última quarta-feira. A ideia é que os vereadores convençam a prefeitura a alterar o projeto que enviou.

Entenda o caso: A administração não investe em prevenção e as condições de trabalho estão cada vez piores tanto para o professor quanto para o administrativo, o que leva ao afastamento de centenas de servidores por motivos de doenças laborais.

A administração na ânsia de não ter que arcar com as readaptações, reestruturou a lei em favor dela, e colocou o servidor que for readaptado definitivamente, em uma nova carreira, ou seja, o servidor iria iniciar do zero sua vida funcional, perdendo direitos conquistados ao longo dos anos.

Isso fez com que os servidores se movimentassem contra a proposta, já que antes de sair de licença eles passam por perícias médicas, psicólogos e por assistentes sociais.

Caso a prefeitura permaneça querendo prejudicar os educadores, o Simted fará campanha para que a Câmara vote contra o projeto. Isso porque, por força de lei, o texto da prefeitura não está passível de modificações por parte da Câmara.




Deixe seu Comentário

Leia Também

OPINIÃO
O fim das estatais
MEIO AMBIENTE
Fazendeiro é autuado pela PMA por desmatamento de área ilegal
ECONOMIA
FMI eleva projeção de crescimento global e para o Brasil em 2018 e 2019
FMI eleva projeção de crescimento global e para o Brasil em 2018 e 2019
PROJETO
PEC garante aos municípios participação de 20% nos impostos a serem criados
PEC garante aos municípios participação de 20% nos impostos a serem criados
ECONOMIA
Dólar fecha em alta e volta ao patamar de R$ 3,20
Dólar fecha em alta e volta ao patamar de R$ 3,20
CAPITAL
Vândalos saqueiam e depredam posto de saúde
AVISO
Até às 21h desta segunda-feira, alguns bairros podem ficar sem água
Comunicado é da Sanesul
DOURADOS
Prefeitura encaminha escrituração do Ginásio Municipal
COMBATE AO AEDES
CCZ notifica 17 imóveis por descumprir Lei da Dengue na região da Vila Sulmat
ECONOMIA
Estado abriu mais de seis mil empresas em 2017

Mais Lidas

DOURADOS
Homem morre após veículo bater em árvore na Hayel
PONTA PORÃ
Veículo furtado no centro de Dourados capota na BR-463
BR-463
Após perseguição, homem é preso com 700 quilos de maconha
WEIMAR
Mineiro perde veículo ao estacionar no centro de Dourados