Menu
Busca segunda, 09 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221

Dourados também pode perder recursos da Clínica da Mulher

09 dezembro 2009 - 17h52

Pendências no projeto básico de arquitetura, nas planilhas orçamentárias e no projeto de vigilância sanitária estão causando atraso a no início das obras da Clínica da Mulher que deverá ser construída no Parque Alvorada. Os recursos destinados pelo Ministério da Saúde para a obra, no valor de R$ 901.500,00, estão empenhados desde 31 de dezembro de 2007, enquanto o dinheiro para a compra dos equipamentos (R$ 443.487,93) foi liberado no dia 8 de dezembro de 2008 para a Prefeitura de Dourados.
De acordo com diligência encaminhada no dia 19 de novembro último pelo Fundo Nacional de Saúde, várias pendências solicitadas em diligências anteriores não foram totalmente resolvidas. Por conta disso, o convênio do Município com o Ministério da Saúde, que tinha vencido no último dia 30 de junho, foi prorrogado para 30 de março de 2010. Se até esta data todos os problemas não forem solucionados, o Município vai perder a verba para a obra.
Segundo o deputado federal Geraldo Resende (PMDB), que articulou os recursos para a construção e equipamentos da Clínica da Mulher, a primeira demora se deveu à dificuldade da administração municipal, na gestão anterior, em conseguir uma área para o projeto. Somente depois de intervenção do parlamentar junto à Associação Beneficente Muçulmana da Grande Dourados é que a questão foi resolvida, já no início deste ano.
A Clínica da Mulher deverá ser implantada na Avenida Gauicurus, lote A-02 da quadra 8 (lado par) do Parque Alvorada, cuja área total é de 3.830,36 metros quadrados. A área construída será de 782,60 metros quadrados, estando previstas as seguintes estruturas: estacionamento de 400 metros quadrados; sala para triagem; posto de enfermagem; três consultórios; três salas para ultra-sonografia; salas para exame de densitometria óssea, cardiotacografia, mamografia; administração; auditório; sala de espera para 70 pessoas; copa; cozinha; sala de faturamento, dois banheiros para pessoas com deficiência; vestiário para funcionários; sala de observação, orientação sobre planejamento familiar, atendimento às senhoras em idade de climatério, atendimento de alto risco e esterilização; e jardins internos com o objetivo de melhorar a ventilação e iluminação no interior do prédio.
Equipamentos
Em 8 de dezembro do ano passado, o Ministério da Saúde liberou, diretamente na conta da Prefeitura de Dourados, R$ R$ 443.487,93 que serão destinados à compra de equipamentos para a Clínica da Mulher. O Município ainda deverá entrar com contrapartida de R$ 23.477,07, totalizando R$ 466.965,00.
Segundo Geraldo Resende, o dinheiro será destinado para a compra de equipamentos de ponta como o de ultrasonografia, mamografia, entre outros, que vão possibilitar atendimento completo às mulheres, conforme preconiza o Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, do Ministério da Saúde.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARANAÍBA
Homem é preso por furtar saco de cimento de Centro de Educação Infantil
RECEITA FEDERAL
Cerca de 700 mil contribuintes caíram na malha fina em 2019
SAÚDE
Enfermeira é flagrada dormindo em UPA e secretaria diz que era intervalo
PARCERIA
BB prorroga condições da Semana de Negociação até O fional do ano
POLÍCIA
Casal do Paraná é preso por torturar criança adotada em MS há 2 meses
BOATE
Jogador francês de vôlei é preso em BH após denúncia de assédio
CORUMBÁ
Caminhão tomba após bater em caminhonete dirigida por motorista embriagado
ECONOMIA
Pagamento da 13ª parcela do Bolsa Família começa nesta terça
DOURADOS
Homem deixa chave no contato e tem moto furtada
MISTÉRIO
Helicóptero que caiu próximo a fronteira pertence a brasileiro

Mais Lidas

TRÊS LAGOAS
Trabalhador morre em turbina de hidrelétrica em MS e polícia investiga
PESQUISA
Oito em cada dez pessoas já leram notícias falsas em redes sociais
RIBAS DO RIO PARDO
Furtou caixa de som da prefeitura e foi preso por série de furtos
POLÍTICA
Comissão aprova projeto de Nelsinho Trad, que prevê ginástica laboral