Menu
Busca sexta, 22 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221

Dourados recebe cidades do Conesul para Seminário Ambiental

27 novembro 2012 - 08h10

A contribuição ao meio ambiente é fruto de um programa, entre a Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) e a Concessionária Enersul, como forma de auxiliar a composição da paisagem das cidades.

Nesse protocolo, que desperta a atenção dos gestores públicos e da comunidade sobre a importância da arborização urbana para a qualidade de vida, tanto das pessoas como para a fauna e, até mesmo, para a própria flora, a Enersul promove Seminários de Educação Ambiental e distribui, anualmente, um lote de mudas para cada um dos, 73 municípios que compõem sua área de concessão.

Os eventos são realizados em pólos que reúnem municípios do entorno, com a finalidade de promover a multiplicação de conhecimento e a troca de informação, incluindo os aspectos relacionados à segurança. As atividades envolvem funcionários públicos dos setores de planejamento, urbanismo e meio ambiente.

Este ano, o Programa de Educação Ambiental já sensibilizou esses técnicos nas regiões Centro, Norte e Noroeste de Mato Grosso do Sul. Nesta terça-feira, dia 27 de novembeo, em Dourados, o Seminário reunirá , no auditório do Hotel Bahamas 32 cidades: Amambai, Angélica, Aral Moreira, Bataguassu, Baraiporã, Caarapó, Coronel Sapucaia, Deodápolis, Douradina, Eldorado, Fátima do Sul, Glória de Dourados, Iguatemi, Itaporã, Itaquiraí, Ivinhema, Japorã, Jateí, Juti, Laguna Carapã, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paranhos, Ponta Porã, Rio Brilhante, Sete Quedas, Tacuru, Taquerussu e Vicentina, que fazem parte do Conesul.

O Programa existe há sete anos e neste período, além de conhecimento, ofertou mais de 100 mil mudas. São espécies recomendadas no Guia de Arborização da Enersul, uma publicação que resulta de criteriosa pesquisa, a fim de identificar e recomendar as árvores que tenham harmonia com o ecossistema cerrado, e um bom convívio com a fiação, diminuindo riscos de acidentes por choque elétrico e interrupção do fornecimento de energia. As mudas doados, anualmente, ficam disponíveis para plantio pelas próprias prefeituras, bem como, pelos moradores envolvendo também as crianças nas escolas para fortalecer a consciência sobre a necessidade de um futuro sustentável.

A Enersul entende que a arborização é um bem ambiental e, por isso, é importante para garantir o desenvolvimento ecologicamente equilibrado das cidades.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Bruna Griphao deixa tanquinho à mostra durante passeio na cachoeira
RORAIMA
Venezuela fecha fronteira com o Brasil no horário determinado por Maduro
BR-060
Perseguição acaba com 3 presos e caminhonete com maconha apreendida
REPASSES
Ministro do STF dá mais um ano para Congresso regulamentar a Lei Kandir
CAPITAL
PM encontra saco com 78 quilos de maconha em terreno baldio
MEIO AMBIENTE
Duas jibóias e uma jararaca foram capturadas nesta quinta na Capital
UFGD
Trote do Bem aumenta o número de doadores de medula óssea
APOSENTADO
Sargento da PM pega 4 anos de prisão por matar mulher a tiros
DOURADOS
Guarda Mirim abre turma e recebe título de Utilidade Pública Estadual
MEC
Instituições federais de ensino de MS recebem R$ 2,61 milhões

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
Prorrogadas inscrições em processo seletivo para contratação de Assistentes de Atividades Educacionais
MAIS UM
Délia exonera secretário de Saúde e adjunta assume o posto
TURISMO
Deputado "mata" trabalho para passar nove dias em peregrinação
AMAMBAI
Homem mata a ex-mulher a facadas na frente dos sete filhos