Menu
Busca sábado, 17 de novembro de 2018
(67) 9860-3221

Dourados prepara IPTU progressivo para acabar com vazios urbanos

30 maio 2011 - 11h43

Está em estudo pela Prefeitura de Dourados a aplicação do IPTU (Imposto Predial e Terretorial Urbano) progressivo para acabar com os vazios urbanos e imóveis sem utilização. O sistema foi instituído em 2003, com a aprovação do Plano Diretor, mas não foi efetivado até agora. Para o prefeito Murilo, trata-se de um procedimento de extrema importância para a cidade, principalmente porque grande parte desses imóveis é mantida sem edificação, apenas para especulação imobiliária.

O IPTU progressivo consiste em aumentar o valor do imposto anualmente, até atingir o percentual de 15% do valor venal do imóvel, que seria o máximo permitido por lei. Mas para isso, uma equipe de técnicos está concluindo estudos para definir como será aplicada essa correção, dentro do que determina a legislação, incluindo notificações e prazos legais para o procedimento.

A previsão inicial é de cinco anos, a partir da notificação oficial, para que o imóvel seja utilizado, observando prazos para apresentação do projeto, início e conclusão da obra. Os técnicos avaliam ainda o perímetro em que será feita essa exigência, podendo começar apenas pela área central e, gradativamente chegar a toda a cidade. No entanto, os detalhes para o cumprimento do que determina o Plano Diretor ainda estão em análise.

A prefeitura já mapeou vários pontos tidos como vazios urbanos considerados de porte médio e grande e, assim que concluídos os estudos seus proprietários serão devidamente notificados para realizar o parcelamento compulsório, ou seja, o loteamento do imóvel. A maioria – pelos menos dez áreas – é identificada como parte de chácaras e está localizada até mesmo próxima ao centro.

Mas o IPTU progressivo deve ser aplicado também nos casos de imóveis que não são utilizados, como uma casa abandonada há anos e de algumas situações na cidade onde existem grandes edificações sem qualquer uso. Como exemplos estão o antigo prédio do Clube Social, da Agrosul e o local onde funcionava o Laticínio Monte Castelo, na Avenida Presidente Vargas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
União já pagou este ano R$ 3,5 bi em dívidas atrasadas dos estados
TRÊS LAGOAS
Homem cai em golpe ao tentar comprar carro na internet
MATO GROSSO DO SUL
Edital para inserção de jovens no mercado de trabalho está aberto até dezembro
Processo visa a seleção de entidades que possam atuar, em parceria com a SED, no acompanhamento de estudantes, matriculados no ensino médio, para a atuação profissional.
TV
Samantha Schmütz celebra papel dramático em 'Carcereiros': 'Porta para o público me ver de uma maneira diferente'
CAPITAL
Motorista sem CNH fura sinal, foge da polícia e acaba preso dentro de casa
BRASIL
Defensoria Pública pede à Justiça manutenção de regras do Mais Médicos
FAMOSA
Susana Vieira abre o jogo sobre luta contra a leucemia: “Perguntei ao médico quando vou morrer”
CAPITAL
Mais de 20 acidentes foram registrados nesta madrugada em Campo Grande
ANIVERSÁRIO
Paranhos comemora 31 anos neste sábado
CAMPO GRANDE
Temendo novo ataque, família restringe informações sobre saúde de rapaz baleado em atentado

Mais Lidas

DOURADOS
Carro fica submerso em túnel alagado e homem precisa quebrar o vidro para sair
DOURADOS
Chuva forte deixa ruas e até rodoviária alagada
TRÁFICO
Mulher é presa em Dourados com maconha e haxixe escondidos em painel de carro blindado
DOURADOS
“Nervoso e agradecendo a Deus”, conta bombeiro que socorreu jovem no túnel no Parque das Nações