Menu
Busca segunda, 25 de junho de 2018
(67) 9860-3221

Dourados participa de pesquisa de combate a diarréia infantil

04 dezembro 2003 - 17h15

Está sendo realizado no Centro de Capacitação Municipal de Dourados um seminário sobre o Projeto da Vigilância Epidemiológica da Gastroenterite causada pelo Rota-Vírus, mais uma capacitação oferecida pela atual administração que prioriza a qualidade dos profissionais do município.Para que esse seminário fosse ministrado no município de Dourados, vários itens foram avaliados pelo Ministério da Saúde, que verificou a população, localização e a eficácia dos serviços da vigilância epidemiológica local. Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica Municipal de Dourados, Antonia Morinigo, estão sendo capacitados mais de trinta profissionais entre enfermeiros, auxiliares de enfermagem e médicos. Também foram selecionadas as “unidades de saúde para serem unidades sentinelas para fazer parte desse projeto do Rota-Vírus”, explicando que “além dessa capacitação está havendo outras, nas áreas de saneamento e de vigilância ambiental”, concluiu Morinigo.O prefeito Laerte Tetila prestigiou o evento e salientou que “as crianças são, de longe, as peças mais importantes nas vidas das pessoas. A gastroenterite é um dos males que mais matam os pequenos. Com atitudes simples de higiene e hidratação podemos minimizar o problema, e com mais esta ação, capacitando profissionais que lidam diretamente com a população, estaremos evoluindo no processo de erradicação da doença”, disse o prefeito, que faz questão de se empenhar, pois “participar desse estudo nos deixa muito confiantes em solucionar o problema no Brasil, partindo de municípios como o nosso”, destacou Tetila. Os profissionais que estavam presentes na palestra se mostravam confiantes em poder desenvolver projetos tão importantes para a saúde das crianças, os principais envolvidos com a doença. A enfermeira do Programa de Saúde da Família do Flórida II, Ângela Akemi Shiota disse que “é muito importante adquirirmos estas especializações, já que muitas vezes a gente não sabe monitorizar bem a diarréia”, esclarecendo que surgem dúvidas “quando não sabemos se estamos fazendo o controle da forma correta. E é bom saber o fundamento, o porque que a gente está fazendo, captando dados importantes para o projeto do Ministério da Saúde”, finalizou.Como Dourados outras quatro cidades de macro-regiões foram escolhidas para a implantação do projeto. Marituba no Pará (região Norte); na região nordeste, a cidade de Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte; região Sudeste, Cachoeira do Itapemirim, no Espírito Santo; e na região Sul, Lages, que fica em Santa Catarina. O médico epidemiologista da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde Moacir Jerônimo, explica que, “estamos em Dourados dando início a um projeto de pesquisa que esta acontecendo em toda a América, desde o Canadá até a América do Sul, e no Brasil foram escolhidos cinco municípios. O objetivo do projeto é determinarmos a carga de doença causada pelo Rota-Vírus, que causa diarréia grave em crianças menores de cinco anos. A partir do primeiro trimestre do ano que vêm estaremos coletando amostras para identificar o tipo de vírus que circula na região, em todo o Brasil e em toda América, para uma definição futura de uma vacina que seja eficaz contra a doença”, concluiu. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

LAÇOS DE FAMÍLIA
Quadrilha chefiada por PM abastecia o tráfico em todo país
COPA DO MUNDO
Seleção faz treino tático a dois dias de duelo decisivo
EDUCAÇÃO
ProUni abre inscrições amanhã; estudantes podem consultar vagas
VAQUINHA VIRTUAL
Populares dizem que não vão contribuir com dinheiro em campanha política
MUNDIAL 2018
Juiz do ouro olímpico, iraniano apitará duelo decisivo entre Brasil e Sérvia
PREVENÇÃO
Seminário sobre dependência química é nesta quarta-feira
PRAZO
Prazo para parcelamento do Simples Nacional termina dia 09 de julho
41ª FESTA JUNINA DE DOURADOS
Evento consolida participação popular em Dourados
PONTO DIGITAL
Prefeitura de Campo Grande tem 30 dias para implantar pontos eletrônicos nas Unidades de Saúde
COTAÇÕES
Com alta do dólar, gastos no exterior estão desacelerando

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Mulher morre e 8 ficam feridos após colisão na MS-379
POLÍCIA
Homem é assassinado em bar em Dourados
BR-163
Adolescente morre após ser atropelado por motorista bêbado em Dourados
POLÍCIA
Veículo é roubado e recuperado horas depois em Dourados