Menu
Busca quarta, 18 de setembro de 2019
(67) 9860-3221

Dourados participa de pesquisa de combate a diarréia infantil

04 dezembro 2003 - 17h15

Está sendo realizado no Centro de Capacitação Municipal de Dourados um seminário sobre o Projeto da Vigilância Epidemiológica da Gastroenterite causada pelo Rota-Vírus, mais uma capacitação oferecida pela atual administração que prioriza a qualidade dos profissionais do município.Para que esse seminário fosse ministrado no município de Dourados, vários itens foram avaliados pelo Ministério da Saúde, que verificou a população, localização e a eficácia dos serviços da vigilância epidemiológica local. Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica Municipal de Dourados, Antonia Morinigo, estão sendo capacitados mais de trinta profissionais entre enfermeiros, auxiliares de enfermagem e médicos. Também foram selecionadas as “unidades de saúde para serem unidades sentinelas para fazer parte desse projeto do Rota-Vírus”, explicando que “além dessa capacitação está havendo outras, nas áreas de saneamento e de vigilância ambiental”, concluiu Morinigo.O prefeito Laerte Tetila prestigiou o evento e salientou que “as crianças são, de longe, as peças mais importantes nas vidas das pessoas. A gastroenterite é um dos males que mais matam os pequenos. Com atitudes simples de higiene e hidratação podemos minimizar o problema, e com mais esta ação, capacitando profissionais que lidam diretamente com a população, estaremos evoluindo no processo de erradicação da doença”, disse o prefeito, que faz questão de se empenhar, pois “participar desse estudo nos deixa muito confiantes em solucionar o problema no Brasil, partindo de municípios como o nosso”, destacou Tetila. Os profissionais que estavam presentes na palestra se mostravam confiantes em poder desenvolver projetos tão importantes para a saúde das crianças, os principais envolvidos com a doença. A enfermeira do Programa de Saúde da Família do Flórida II, Ângela Akemi Shiota disse que “é muito importante adquirirmos estas especializações, já que muitas vezes a gente não sabe monitorizar bem a diarréia”, esclarecendo que surgem dúvidas “quando não sabemos se estamos fazendo o controle da forma correta. E é bom saber o fundamento, o porque que a gente está fazendo, captando dados importantes para o projeto do Ministério da Saúde”, finalizou.Como Dourados outras quatro cidades de macro-regiões foram escolhidas para a implantação do projeto. Marituba no Pará (região Norte); na região nordeste, a cidade de Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte; região Sudeste, Cachoeira do Itapemirim, no Espírito Santo; e na região Sul, Lages, que fica em Santa Catarina. O médico epidemiologista da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde Moacir Jerônimo, explica que, “estamos em Dourados dando início a um projeto de pesquisa que esta acontecendo em toda a América, desde o Canadá até a América do Sul, e no Brasil foram escolhidos cinco municípios. O objetivo do projeto é determinarmos a carga de doença causada pelo Rota-Vírus, que causa diarréia grave em crianças menores de cinco anos. A partir do primeiro trimestre do ano que vêm estaremos coletando amostras para identificar o tipo de vírus que circula na região, em todo o Brasil e em toda América, para uma definição futura de uma vacina que seja eficaz contra a doença”, concluiu. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Namorada do sertanejo Sorocaba chama atenção na web pela beleza
MUNDO NOVO
Bebê morto após ser espancado também foi violentado sexualmente
SUPREMO
STF julga até novembro se anula condenação de Lula, diz Gilmar Mendes
CAPITAL
Estudante filmado agredindo jovem é condenado a 4 anos de prisão
QUEIMADAS
MS terá aeronave e 34 bombeiros do DF para combate a incêndios
INTOLERÂNCIA
Aluna é barrada em escola estadual por usar calça rasgada
CONGRESSO
Senado recua e desiste de mudanças que reduziam transparência nas eleições
CASSEMS
Roda de conversa, programa ‘Casal Grávido’ orienta pais e mães
ECONOMIA
Mato Grosso do Sul aumenta em 46% volume de exportações de janeiro a agosto
POLÍCIA
Ladrões feridos em assalto a loja de locação morrem no Hospital da Vida

Mais Lidas

DOURADOS
Carro roleta Marcelino, bate em moto e deixa jovem ferida
EMPREENDENDO NO BAIRRO
Distante 8 km do Centro, moradores do Parque II só sentem falta de lotérica no comércio do bairro
IVINHEMA
Pescador encontra cadáver às margens de rio e informa a Polícia
FRONTEIRA
Empresário brasileiro atacado por pistoleiros não resiste a ferimentos e morre