Menu
Busca sábado, 23 de março de 2019
(67) 9860-3221

Dourados discute Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas

26 maio 2011 - 13h48

A Prefeitura de Dourados trabalha contra o tempo para desburocratizar os seus sistemas de licença e se tornar referência em desenvolvimento entre as cidades médias. O primeiro passo é discutir a Lei Geral Municipal 164/10 e agilizar a sua aplicação na prática.



Nesta semana, o diretor de Comércio da Secretaria de Agricultura, Indústria e Comércio, Clarindo Gimenes, discutiu a Lei na Câmara de Vereadores de Dourados.



Ele apresentou a proposta de desburocratização da emissão de licenças para facilitar a instalação de empresas na cidade. “Não se trata de burlar a lei; se trata de agilizar”, explica Clarindo.



O diretor disse aos vereadores Idenor Soares (presidente da Câmara), Walter Hora (líder do prefeito), Elias Ishy, Cido Medeiros, Albino Mendes, Pedro Pepa, Délia Razuk e Alberto Alves dos Santos, o Bebeto, que hoje 95% das empresas brasileiras são micro e pequenas e que muitos dos segmentos contemplados oferecem pouco risco, justamente essas as mais beneficiadas no processo de desburocratização das licenças.



A proposta é fazer com que todas as licenças provisórias sejam emitidas em Dourados em no máximo cinco dias. “Se conseguirmos isso, e fazendo dentro da Lei Geral, vamos contribuir significativamente com o desenvolvimento de Dourados”, diz a secretária de Agricultura, Indústria e Comércio, Neire Colman. A cidade de Campo Grande já consegue fazer essa emissão em cinco dias.



Durante a reunião, os vereadores levantaram algumas preocupações, entre elas o fato de a maioria dos imóveis do centro da cidade ser antiga e, alguns dos bairros, não se enquadrarem na Lei de Ocupação Urbana e Uso do Solo. Clarindo disse que já estão sendo feitas reuniões entre todas as secretarias envolvidas no assunto para encontrar caminhos, dentro da lei, para resolver o problema sem prejudicar o empresário.



Estuda-se também uma forma de beneficiar as pequenas empresas de Dourados nas licitações de pequeno valor, de até R$ 80 mil. “Vamos discutir juntos, caminhos para facilitar a vida do empresário de Dourados e daquele que vier investir aqui; a desburocratização facilita a vida de todos, inclusive na obtenção de crédito para investir ainda mais nos negócios”, afirma o diretor de Comércio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação, mostra monitoramento
IVINHEMA
Médico veterinário morre em acidente de moto na MS-276
CICLISMO
Desafio das Araras de Mountain Bike abre inscrições para 2ª etapa
TRÊS LAGOAS
Homens tentam dar calote de R$ 4,5 mil em boate e acabam na delegacia
VIOLÊNCIA
Líder rural é assassinada a facadas em assentamento no sudeste do Pará
DOURADOS
Homem é assaltado por trio quando trafegava próximo ao shopping
SELEÇÃO
Brasil enfrenta hoje o Panamá no primeiro amistoso da temporada
CRIME AMBIENTAL
Fazendeiros são autuados em R$ 19,5 mil por quatro desmatamentos
DESACOMPANHADOS
Nova lei exige autorização judicial para menores de 16 anos viajarem
CENTRO
Jovem de 22 anos perde motocicleta durante assalto em Dourados

Mais Lidas

HU
Dengue hemorrágica causa morte de menino de 11 anos em Dourados
LUTO
Fundadora da ADL, Ruth Hellman morre em Dourados
DOURADOS
Protesto contra a Reforma da Previdência leva centenas ao Centro
DOURADOS
Trio que matou e roubou cabeleireiro é condenado a 62 anos de cadeia