Menu
Busca domingo, 18 de novembro de 2018
(67) 9860-3221

Dourados controla casos de dengue e intensifica prevenções

13 maio 2011 - 11h48

Ações de combate à dengue realizadas pela Prefeitura de Dourados, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, apresentam resultados positivos em relação ao número de pessoas infectadas pelo mosquito Aedes aegypti. De janeiro a abril deste ano, 45 pessoas tiveram o tipo clássico da doença confirmado e nenhum caso de dengue hemorrágica ou com complicações foi registrado.

No mesmo período de 2010, foram notificados 4.589 casos de dengue comum, 29 com complicações e cinco de dengue hemorrágica.

Um dos atos do município tem sido a integração de dados e informações sobre a dengue entre os órgãos de Vigilância em Saúde. “Hoje, se um morador procura uma unidade de saúde com sintomas da doença, o Centro de Controle de Zoonoses [CCZ] recebe, no mesmo dia, a notificação e então inicia o trabalho de bloqueio do vetor, ou seja, elimina o foco do mosquito na região onde foi registrado o atendimento”, explica o diretor de Vigilância em Saúde, Eduardo Arteiro Marcondes.

Segundo ele, as ações compartilhadas entre os setores da secretaria e o plano de prevenção à doença têm contribuído para o envolvimento e conscientização da comunidade no trabalho de vigilância.

“A prevenção é a principal forma de combater uma epidemia. Com a participação da população vamos estar mais preparados para receber o tipo 4 da doença que pode provocar aumento de casos no próximo verão”, alerta o diretor.

Entre os trabalhos de prevenção está o aumento de visitas domiciliares, que passaram de 3 mil em anos anteriores para 8 mil visitas semanais neste ano, e a implantação do programa de ação compartilhada com as Equipes de Saúde da Família. O controle tem sido feito ainda através de notificações e multas, prevista na Lei da Dengue, em vigor no município desde 2006.

Neste ano já foram aplicadas 424 notificações em residências, 1.200 em terrenos baldios e 522 multas em áreas que não atendem solicitação de manutenção.

“A conscientização também acontece através das palestras que a Saúde tem realizado para orientar a população sobre a importância de manter quintais e terrenos baldios limpos e sem entulhos que favorecem o acúmulo de água e a criação de larvas do mosquito da dengue”, afirma Eduardo.

Atividade

Palestras de orientação são realizadas em escolas e na comunidade. Nesta semana pelo menos 60 alunos da Escola Municipal Etalívio Penzo, no Parque das Nações II, participaram do projeto da Secretaria de Saúde, que apresenta um seminário sobre prevenção.

“São dois dias de discussão e depois das instruções os alunos vão a campo e agem como agentes de saúde. Eles fazem visitas domiciliares e verificam se há lixo com água parada, eliminam as larvas do mosquito e o principal, aprendem na prática como combater a dengue”, assegura Eduardo Marcondes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Maísa Silva, de 16 anos, posta foto de biquíni e rebate assediador: "Nojento"
COSTA RICA
Serralheiro é preso sob suspeita de abusar criança de 5 anos em quitinete
OPORTUNIDADE
De máquina de escrever a estante, leilão oferta 12 lotes a partir de R$ 100
POLÍTICA
Bolsonaro sai em defesa de Tereza Cristina: ela tem nossa confiança
CAMPO GRANDE
Homem que se jogou do nono andar de hotel passa por cirurgia no braço
CONCURSOS
Ao menos 13 órgãos abrem inscrições nesta segunda para 1300 vagas
CAMPO GRANDE
Corpo carbonizado é encontrado dentro de carro destruído pelo fogo
CONCURSO
Itaporanense conquista o título de Mister Personalidade de Las Américas
IGUATEMI
Mulher contratada por presidiário é presa com explosivos na MS-295
EMPREGO
Idosos no mercado de trabalho é recorde, mas sem carteira assinada

Mais Lidas

TEMPORAL
Fortes ventos derrubam mais de 30 árvores e deixa rastro de destruição em Dourados
DOURADOS
Bandido armado faz arrastão do Flórida ao Centro durante a noite
FACADAS
Traficante brasileiro mata namorada dentro de cela no Paraguai
TEMPORAL
Ventos fortes derrubam árvores em Dourados