Menu
Busca segunda, 17 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
SAÚDE PÚBLICA

Diretor do Ministério da Saúde atesta estrutura de Oncologia de Dourados

04 outubro 2017 - 16h35Por Da Redação

O diretor de Atenção Especializada do Ministério da Saúde, Fernando Machado, disse nesta quarta-feira (4), após conhecer as instalações do Hospital Cassems e a estrutura que está sendo montada pelo CTCD (Centro de Tratamento do Câncer de Dourados), que não existe nenhum impedimento para que os serviços de Oncologia recebam o atestado de qualidade do Ministério.


Machado veio a Dourados para conferir, juntamente com a coordenadora geral de Atenção Hospitalar do Ministério, Rosecleia Pogere, a estrutura que está sendo adequada depois que o Hospital Evangélico decidiu suspender esse tipo de atendimento, para o qual era credenciado, o que obrigou o Município a realizar processo de licitação que culminou na escolha do CTCD e da Cassems para não paralisar o serviço.


“Não vi nada que possa caracterizar algum tipo de óbice à autorização, por parte do Ministério, para que a Oncologia e a Cardiologia de alta complexidade sejam aqui realizadas”, disse Fernando Machado, após percorrer as dependências do Hospital Cassems, acompanhado pelo diretor administrativo da unidade em Dourados, Jean Davi e do secretário municipal de Saúde, Renato Vidigal. O diretor também manteve rápido contato com a prefeita Délia Razuk.


Depois que o processo foi judicializado, de acordo com a Secretaria municipal de Saúde, o certame de licitação contemplou o atendimento nas áreas de Radioterapia e Quimioterapia para ser prestado no CTCD, o Centro de Tratamento de Câncer de Dourados e os procedimentos cirúrgicos, pela Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul). Segundo o edital, as duas empresas ganharam um prazo de 180 dias para promover os ajustes necessários ao atendimento satisfatório.


“Estamos dentro do prazo, e acompanhando rigorosamente as adequações que tanto a Cassems como o CTCD estão fazendo para cumprir o contrato”, informou o secretário Vidigal. “Esse período de transição é natural”, ainda mais depois que o serviço existente foi interrompido, concordou o representante do Ministério da Saúde.


Ainda durante a visita a Dourados, Fernando Machado e Rosecleia Pogere trataram, com o secretário de Saúde e o diretor da Cassems, além do diretor do CTCD, David Infante Vieira, de novos programas do Ministério que poderão ajudar a dinamizar ainda mais o serviço. “Hoje a nossa meta é mais ambulatorial, para reduzir o número de internações e assim que o Município se manifestar, nós temos condições de trazer uma estrutura que vai ajudar o paciente no processo de recuperação”, concluiu.
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

LOTERIA
Mega acumulada deve pagar R$ 48 milhões amanhã
BATAGUASSU
Polícia encontra 115kg de cocaína em caminhão apreendido por excesso de peso
DOURADOS
Délia exonera cinco secretários de uma só vez e inicia reforma administrativa
DOURADOS
Justiça concede HC a vereadores presos em operação contra corrupção
ESTADO
Governador diz que saúde continuará sendo foco no 2º mandato
BRASIL
Bolsonaro faz primeira reunião ministerial com equipe completa dia 19
DOURADOS
Escola abre matrículas para quem deseja terminar o Ensino Médio
EDUCAÇÃO
Primeira edição de 2019 do Sisu ofertará mais de 235 mil vagas
COMERCIAL ELÉTRICA JAÓ
Eu apoio o projeto Natal para Todos - Dourados Brilha
POLÍCIA
Jovem é baleada em tentativa de assalto em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Jovem faz desabafo sobre a morte do pai em confronto: “lamento por você ter escolhido esse caminho”
ABV
Homem é preso por tentativa de furto em supermercado de Dourados
QUINTINO BOCAIUVA
Bombeiros combatem incêndio em apartamento no centro de Dourados
DOURADOS
“Batida” acaba com festa lotada de menores e regada a bebida alcoólica