Menu
Busca sexta, 06 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221

Dia dos Namorados deve movimentar R$ 4 mi em Dourados

04 junho 2011 - 10h41

O Dia dos Namorados, que será comemorado na semana que vem, deve aquecer as vendas no comércio de Dourados em R$ 4 milhões, quando 65% dos douradenses devem sair às compras. Os números são resultados de pesquisa realizada entre o Instituto Fecomércio, em parceria com o Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Dourados), Universidade Anhanguera/Uniderp e Fundação Manoel de Barros.


Os dados foram apresentados ontem, pelo presidente do Sindicom, Valter Castro e pelo diretor superintendente do Fecomécio, Thales de Souza Campos. A pesquisa também aponta que o consumidor está mais preocupado com seus gastos, sendo que 52% dos entrevistados pretendem pagar suas compras à vista. Já o pagamento por cartão de crédito foi citado por 41% de possíveis compradores, ficando reduzidas as compras à prazo, sendo que 48% disseram preferir pagar até em duas prestações.


O perfil das compras deste ano deve seguir na busca de presentes úteis e tradicionais. Entre os itens apontados as roupas seguem como a primeira escolha (17%), seguido de perfume (14%) e calçados (11%). Quando perguntado sobre o presente que gostaria de ganhar a pesquisa revela pequenas diferenças, sendo roupas (14%), seguido de perfumes (12%), calçados (11%) e eletrônicos (9%).


As lojas do centro da cidade têm preferência de 58% dos entrevistados, seguido do Shopping Avenida Center (36%) e compras pela internet (4,5). A grande maioria das festividades para o comemoração do Dia dos Namorados será em casa (41%). Outras escolhas são de comemorar em restaurantes (29%), no motel (11%) e bar ou boate (7%).

ESTADO

No Mato Grosso do Sul a expectativa de vendas para o Dia dos Namorados é de R$ 109 milhões. O levantamento indica que o valor médio que o consumidor pretende gastar no estado é de R$ 98, sendo que 64% dos entrevistados disseram que irão pagar a vista.


Ao comprar os presentes, a pesquisa revela que os consumidores levarão em conta algumas considerações importantes. Comprar ou não está associado ao desconto de preço para 25% dos namorados, quando dizem que deverão considerar a marca do produto (17,6%) e a promoção do preço (14,4%). “Esta percepção do consumidor indica que o lojista deve estar preparado para negociar preços e mostrar o valor relativo entre a marca do produto e a sua qualidade”, ressalta Thales de Souza Campos.


Foram entrevistadas 1781 pessoas, nas cidades de Aquidauana, Campo Grande, Chapadão do Sul, Corumbá, Dourados, Naviraí, Paranaíba, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAN BADO
Paraguaio morre em hospital após levar 4 tiros em frente a residência
ALIANÇA PELO BRASIL
Novo partido do presidente Jair Bolsonaro é registrado em cartório
LIMITE DE GASTOS
Brasileiro poderá trazer US$ 1 mil em compras de países do Mercosul
RURAL
Nova Andradina é alvo de pesquisa da Embrapa sobre controle de javalis
ACIDENTES
Dez pessoas morrem por mês nas rodovias federais de MS
PUNIDO
Eduardo Bolsonaro é destituído da presidência do PSL em São Paulo
FRONTEIRA
Corpo encontrado carbonizado é de adolescente desaparecido
EDUCAÇÃO
MEC lança material para incentivar pais a lerem para os filhos
JUSTIÇA
Vício na construção do imóvel configura responsabilidade da construtora
BENEFÍCIO
Diretoria de Educação a Distância da UEMS seleciona bolsistas

Mais Lidas

PIONEIRO
Conhecido por entregar leite na região do Água Boa, Bruno de Brum morre em Dourados
FRONTEIRA
Mais dois assaltantes mortos após assalto a carro-forte são identificados
FRONTEIRA
Suspeitos de esquartejar adolescente são presos no Paraguai
FRONTEIRA
Populares encontram corpo dentro de tambor