Menu
Busca quinta, 19 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Dia dos Namorados deve movimentar R$ 4 mi em Dourados

04 junho 2011 - 10h41

O Dia dos Namorados, que será comemorado na semana que vem, deve aquecer as vendas no comércio de Dourados em R$ 4 milhões, quando 65% dos douradenses devem sair às compras. Os números são resultados de pesquisa realizada entre o Instituto Fecomércio, em parceria com o Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Dourados), Universidade Anhanguera/Uniderp e Fundação Manoel de Barros.


Os dados foram apresentados ontem, pelo presidente do Sindicom, Valter Castro e pelo diretor superintendente do Fecomécio, Thales de Souza Campos. A pesquisa também aponta que o consumidor está mais preocupado com seus gastos, sendo que 52% dos entrevistados pretendem pagar suas compras à vista. Já o pagamento por cartão de crédito foi citado por 41% de possíveis compradores, ficando reduzidas as compras à prazo, sendo que 48% disseram preferir pagar até em duas prestações.


O perfil das compras deste ano deve seguir na busca de presentes úteis e tradicionais. Entre os itens apontados as roupas seguem como a primeira escolha (17%), seguido de perfume (14%) e calçados (11%). Quando perguntado sobre o presente que gostaria de ganhar a pesquisa revela pequenas diferenças, sendo roupas (14%), seguido de perfumes (12%), calçados (11%) e eletrônicos (9%).


As lojas do centro da cidade têm preferência de 58% dos entrevistados, seguido do Shopping Avenida Center (36%) e compras pela internet (4,5). A grande maioria das festividades para o comemoração do Dia dos Namorados será em casa (41%). Outras escolhas são de comemorar em restaurantes (29%), no motel (11%) e bar ou boate (7%).

ESTADO

No Mato Grosso do Sul a expectativa de vendas para o Dia dos Namorados é de R$ 109 milhões. O levantamento indica que o valor médio que o consumidor pretende gastar no estado é de R$ 98, sendo que 64% dos entrevistados disseram que irão pagar a vista.


Ao comprar os presentes, a pesquisa revela que os consumidores levarão em conta algumas considerações importantes. Comprar ou não está associado ao desconto de preço para 25% dos namorados, quando dizem que deverão considerar a marca do produto (17,6%) e a promoção do preço (14,4%). “Esta percepção do consumidor indica que o lojista deve estar preparado para negociar preços e mostrar o valor relativo entre a marca do produto e a sua qualidade”, ressalta Thales de Souza Campos.


Foram entrevistadas 1781 pessoas, nas cidades de Aquidauana, Campo Grande, Chapadão do Sul, Corumbá, Dourados, Naviraí, Paranaíba, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Soja responde por 16% das exportações brasileiras no semestre
SAÚDE
Apesar de "ambiente seguro", populares devem se alertar contra o sarampo em Dourados
CAMPO GRANDE
Escola Senai da Construção oferece 210 vagas em 5 cursos gratuitos
BRASILEIRÃO
Clássicos paulista e carioca são destaques de encerramento da rodada nesta quinta
RURAL
Vazio sanitário da soja permanece em Mato Grosso do Sul
BRASIL
Receita cancela adesão de mais de 700 contribuintes ao Novo Refis
DOURADOS
UFGD promove Curso de Formação Extensionista
CINEMA
"Te Peguei!" conta história real de adultos que ainda brincam de pega-pega
CAMPO GRANDE
Corrida marca comemoração dos 90 anos da PRF
TRADIÇÃO
Festa de São Cristóvão reúne fiéis neste final de semana em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
“Aqui é PCC!”, disseram atiradores que mataram dupla
DOURADOS
Maconha apreendida em caminhão e casa no Água Boa totalizou mais de 4,3t
CAMPO GRANDE
Douradense é preso acusado de ser mandante de tentativa de roubo de avião
PONTA PORÃ
Jovem diz que recebeu 25 kg de maconha como pagamento por sexo