Menu
Busca sexta, 16 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
DIA DOS NAMORADOS

Comércio deve movimentar R$ 3 mi a menos que no ano passado

29 maio 2015 - 15h45

A previsão de movimentação em vendas no comércio douradense para o Dia dos Namorados este ano é de aproximadamente R$ 10 milhões, de acordo com pesquisa feita pela Fecomercio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul) e divulgada pelo Sindicom, [contra R$ 13 milhões em 2014](http://www.douradosnews.com.br/dourados/dia-dos-namorados-deve-movimentar-r-13-1-milhoes-no-comercio-douradense).

Os comerciantes afirmaram na tarde desta sexta-feira (29) ao Dourados News que não acreditam que a data comemorativa será muito lucrativa.

Essa falta de otimismo tem sido baseada na venda menor que a esperada no dia das mães e na percepção de que as pessoas têm economizado devido a alta dos preços. Essa é a análise da proprietária de uma loja de roupas,Laura Portiho. Ela conta que não pensa que a comemoração trará muitas vendas.

“O dia das mães não vendeu nem a metade do que esperávamos e por causa disso, não acredito que o dia dos namorados será muito bom para o comércio, os preços em geral não param de subir e a população fica retraída em comprar, vamos aguardar para ver”, destacou.

A opinião de Laura é compartilhada por outra comerciante, Ana Maria Rodrigues. Para ela, o começo do ano trouxe uma crise que tem feito com que muitos “segurem” os gastos.

“As vendas não tem sido muito expressivas, nem o dia das mães foi. Penso que essas altas constantes nos preços tem atrapalhado nós comerciantes. Vendendo bem para essa data ainda não estamos, o pessoal tem vindo pesquisar e espero que nessa semana melhore”, pontuou.

Para o comerciante de uma loja de óculos, Ralf Viana, a crise também é notória. Ele cita que as vendas devem ser como as do ano passado no período, na melhor das hipóteses.

“Não estão boas desde o começo do ano [as vendas], não está fácil, se ao menos se igualarem como o que foi nesta época no ano passado já estava bom”, declarou.

Uma análise nas pesquisas do Sindicom do ano passado e deste ano, mostram que os douradenses estão dispostos a gastar menos com os mimos da data. Em 2014 o valor médio que cada pessoa gastaria no presente era de R$ 183, já neste ano o valor é de R$ 133.

Atualmente os presentes mais visados são: roupas com a preferência de 24%, calçados com 20%, perfumes com 15%, relógios com 8% seguido de outros itens como flores e chocolates.

A advogada Manuele Lima, 26, conta que para a data escolherá apenas uma lembrancinha para o amado. “Acredito que não só eu, mas todo mundo tem economizado, Está tudo muito caro, não está dando para esbanjar. Vou escolher algo simples e uma comemoração bem bacana a dois, já está bom”, relatou.

Para a auxiliar administrativa, Camila Feliz, 23, o valor máximo do presente a ser escolhido será de R$ 300. Ela pesquisava preços e afirma que aproveitará também algumas facilidades disponíveis para não se “apertar”.

“Não dá para gastar muito, mas, também não tem como não presentear. Ainda bem que tem cartão e outras formas de pagamento, estou pesquisando produtos e preços também, para não errar”, ressaltou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Veículo incendiado pode ter sido usado na execução de empresário
FUTEBOL
Brasil vence amistoso contra Uruguai em Londres com gol de penalti
MÚSICA
Grammy Latino consagra Jorge Drexler e confirma fenômeno Rosalía
ELEIÇÕES 2018
Governador, deputados e senadores serão diplomados em 14 de dezembro
TRÊS LAGOAS
Polícia captura dois dos quatro detentos fugitivos de penitenciária
DOURADOS
“Nervoso e agradecendo a Deus”, conta bombeiro que socorreu jovem no túnel no Parque das Nações
TUTELA DE URGÊNCIA
Justiça determina prosseguimento de concurso da Polícia Civil
REVALIDA
Exame para validar diploma de médico será amanhã e sábado
RURAL
Mesmo com chuva, usinas de MS mantêm moagem de cana na quinzena
ECONOMIA
Dólar cai e fecha a R$ 3,73 após indicação de Campos Neto para o BC

Mais Lidas

DOURADOS
Carro fica submerso em túnel alagado e homem precisa quebrar o vidro para sair
CAMPO GRANDE
Empresário é executado e filho fica ferido em atentado
CAMPO GRANDE
Empresário executado na Capital era avalista em dívida de R$ 40 milhões
DOURADOS
Chuva forte deixa ruas e até rodoviária alagada