Menu
Busca quinta, 19 de abril de 2018
(67) 9860-3221
BANNER CORPAL TOPO SITE
DOURADOS

Desfile cívico leva mais de 20 mil pessoas à Marcelino Pires

07 setembro 2017 - 12h20

O Desfile cívico em Dourados na manhã desta quinta-feira (07) contou com a presença de mais de 20 mil pessoas. O levantamento é da Polícia Militar que estima a passagem de 20 a 25 mil pessoas na avenida Marcelino Pires. A atração começou por volta das 08h.

A prefeita Délia Razuk realizou o hasteamento da bandeira para dar abertura ao evento. Logo no início das atividades, um grupo de professores e moradores do parque dos Jequitibás protestava contra a administração municipal.

O palanque foi composto por vereadores e secretários municipais. As ações tiveram início com apresentações do Exército que levou à avenida a banda, viaturas e equipe. Na sequência, o Corpo de Bombeiros, a Guarda Municipal, Polícia Militar e Defesa Civil participaram do ato.

As escolas municipais e Ceim’s (Centros de Educação Infantil Municipal) participaram com danças, fanfarras, apresentações artísticas e com temas de conscientização como meio ambiente, respeito cultural, inventivo a leitura, entre outros.

Participantes de ações do projeto Palco para Todos levaram danças e atividades esportivas à avenida. Associações como o Centro de Deficientes, cultura japonesa e o CTG (Centro de Tradições Gaúcha) também marcaram presença.

A prefeita Délia Razuk disse que "o desfile foi organizado com muito carinho pela equipe e que a administração seguirá no incentivo do civismo com carinho e compromisso".

Ainda antes do término das apresentações, o Grito dos Excluídos reuniu dezenas em frente ao palanque. Eles permaneceram no local por algum tempo, quando foram alertados por policiais militares para abrirem espaço para o término das apresentações.

As reivindicações principais eram as dos professores que estão em greve e solicitam reajuste salarial. Além disso, os bancários se posicionavam contra a terceirização. Haviam ainda temáticas como o empoderamento feminino e contra o cenário político em geral.

Alguns manifestantes contestaram o pedido de deixarem o local. Neste momento, uma mulher acusou um homem de agressão.

O fato foi negado, porém, ambos acabaram levados para prestarem esclarecimento [entenda](http://www.douradosnews.com.br/dourados/confusao-marca-encerramento-do-desfile-em-dourados).

Parte das autoridades políticas não permaneceram até o final do desfile que se encerrou por volta das 11h.
Ainda conforme a PM, o número de participantes deste ano supera o de 2016 quando o registro foi de 15 mil em média.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RESOLUÇÃO
MP e Dourados firmam parceria para regularizar a falta de exames de ecocardiografia
Na Ação o MP solicita que seja realizado por mês, pelo menos 300 exames
AGORA É LEI
Pesca e navegação no Rio Salobra e Córrego Azul estão proibidas
Apenas pesca científica e previamente autorizada, está liberada
CULTURA
Dança afro brasileira será tema de oficina em Dourados
TRÊS LAGOAS
PF deflagra operação para ‘barrar’ tráfico ramificado em presídio
DIA DO ÍNDIO
Um milhão de indígenas brasileiros buscam alternativas para sobreviver
É CLIPE QUE VOCÊS QUEREM?
Alok se prepara para lançar clipe com participação de Marina Ruy Barbosa
FLAGRANTE
Preso com maconha na MS-270 apresentou identidade falsa
ITAPORÃ
Ciclista é arremessado a 40 metros e morre após atropelamento na MS-156
ARTIGO
Tecnofam: falando a língua do homem do campo, por Renato Câmara
ANASTÁCIO
10 ficam feridos após reboque de caminhonete se soltar e atingir van

Mais Lidas

ITAPORÃ
Mortos em troca de tiros após assalto eram de Dourados
SEGURANÇA PÚBLICA
Em comunicado, PCC convoca integrantes para “alerta geral”
DOURADOS
Após invadir Ceim, dupla ameaça vigia de morte e rouba equipamentos
TENSÃO EM MS
Presos tentam impedir pente-fino na PED, mas agentes fazem ‘limpa’