Menu
Busca sábado, 15 de junho de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Desfile cívico leva mais de 20 mil pessoas à Marcelino Pires

07 setembro 2017 - 12h20

O Desfile cívico em Dourados na manhã desta quinta-feira (07) contou com a presença de mais de 20 mil pessoas. O levantamento é da Polícia Militar que estima a passagem de 20 a 25 mil pessoas na avenida Marcelino Pires. A atração começou por volta das 08h.

A prefeita Délia Razuk realizou o hasteamento da bandeira para dar abertura ao evento. Logo no início das atividades, um grupo de professores e moradores do parque dos Jequitibás protestava contra a administração municipal.

O palanque foi composto por vereadores e secretários municipais. As ações tiveram início com apresentações do Exército que levou à avenida a banda, viaturas e equipe. Na sequência, o Corpo de Bombeiros, a Guarda Municipal, Polícia Militar e Defesa Civil participaram do ato.

As escolas municipais e Ceim’s (Centros de Educação Infantil Municipal) participaram com danças, fanfarras, apresentações artísticas e com temas de conscientização como meio ambiente, respeito cultural, inventivo a leitura, entre outros.

Participantes de ações do projeto Palco para Todos levaram danças e atividades esportivas à avenida. Associações como o Centro de Deficientes, cultura japonesa e o CTG (Centro de Tradições Gaúcha) também marcaram presença.

A prefeita Délia Razuk disse que "o desfile foi organizado com muito carinho pela equipe e que a administração seguirá no incentivo do civismo com carinho e compromisso".

Ainda antes do término das apresentações, o Grito dos Excluídos reuniu dezenas em frente ao palanque. Eles permaneceram no local por algum tempo, quando foram alertados por policiais militares para abrirem espaço para o término das apresentações.

As reivindicações principais eram as dos professores que estão em greve e solicitam reajuste salarial. Além disso, os bancários se posicionavam contra a terceirização. Haviam ainda temáticas como o empoderamento feminino e contra o cenário político em geral.

Alguns manifestantes contestaram o pedido de deixarem o local. Neste momento, uma mulher acusou um homem de agressão.

O fato foi negado, porém, ambos acabaram levados para prestarem esclarecimento [entenda](http://www.douradosnews.com.br/dourados/confusao-marca-encerramento-do-desfile-em-dourados).

Parte das autoridades políticas não permaneceram até o final do desfile que se encerrou por volta das 11h.
Ainda conforme a PM, o número de participantes deste ano supera o de 2016 quando o registro foi de 15 mil em média.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Munik Nunes posa de body de renda e fãs falam de abuso de photoshop
ECOLOGIA
Número de turistas internacionais em Mato Grosso do Sul cresce 14% em 2018
FUTEBOL
Com triunfo sobre a Bolívia, Brasil chega à 100ª vitória na Copa América
ANASTÁCIO
Policial desconfia de negociação de jet ski e dupa é presa com arma e mais de R$ 13 mil
MUNDO
Hong Kong recua sobre lei que permite extradições para China
CAMPO GRANDE
Homem é assassinado por ex-marido da mulher durante encontro
MALHAÇÃO
Cleber e Anjinha se estranham e namoro fica ameaçado: 'Eu vou desistir'
ASSEMBLEIA
Escola Bilíngue para Surdos passa pela CCJR e segue a plenário
IMUNIZAÇÃO
Campanha de vacinação contra aftosa encerra neste sábado em MS
CAMPO GRANDE
Internado com suspeita de H1N1, homem morre em hospital e pode ser 15ª vítima em MS

Mais Lidas

DOURADOS
Jovem foi jogado ainda vivo dentro de poço e crime ocorreu por ciúme
COLT
Preso que ordenava mortes em ‘tribunais do crime’ é transferido de MS para o RN
POLÊMICA
Dono da Havan manda “recado” a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
DOURADOS
Guarda vai atender furto e acaba prendendo homem por tráfico de drogas no Canaã 3