Menu
Busca terça, 18 de junho de 2019
(67) 9860-3221
OPERAÇÃO PREGÃO

Denize Portollan é transferida para presídio de Rio Brilhante

01 novembro 2018 - 16h50Por Adriano Moretto

A vereadora Denize Portollan (PR), foi transferida na tarde desta quinta-feira (01/11) para o presídio feminino de Rio Brilhante. Ela acabou presa dentro da Operação Pregão, desencadeada ontem em Dourados e que apura um esquema de fraudes em processos licitatórios no Município.

Na quarta-feira, outros três alvos da ação realizada pelo Ministério Público Estadual, já haviam sido transferidos à PED (Penitenciária Estadual). O secretário de Fazenda João Fava Neto, o diretor do Departamento de Licitação, Anilton Garcia de Souza e o empresário Messias José da Silva, dono da prestadora de serviços Douraser.

Denize atuou como secretária Municipal de Administração logo no início do mandato de Délia Razuk (PR) e depois passou para a Educação, deixando a função desempenhada desde o ano passado em fevereiro de 2018. 

Na sua gestão frente a pasta, contrato de quase R$ 2 milhões foi assinado junto a empresa Energia – alvo de buscas na mesma operação realizada ontem - para que 98 merendeiras prestassem serviço à Rede Municipal de Ensino.

Nesse caso específico, houve dispensa de licitação, o que resultou processo investigatório por parte do poder público. 

Operação Pregão 

A Operação Pregão desencadeada pelo MPE apura supostos crimes de fraude em licitação, dispensa indevida de licitação, falsificação de documentos, advocacia administrativa, além do crime conta a ordem financeira, notadamente em razão de fraudes em licitações e contratos públicos, praticados, em tese, durante a atual gestão municipal. 

A ação foi encabeçada pela 16ª Promotoria de Justiça local com apoio de outras promotorias do órgão, além de policiais do Gecoc (Grupo Especializado no Combate à Corrupção), Bope (Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar) e DOF (Departamento de Operações de Fronteira), além da Defron (Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira).

O nome da operação “Pregão”, refere-se à modalidade de procedimento licitatório mais utilizada pelos investigados em sua atuação. 

No total, participaram da operação 13 equipes, compostas por aproximadamente 75 policiais militares, civis e servidores, além de seis promotores de Justiça de Dourados e Campo Grande. 
 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Após intervenção, Délia nomeia novo diretor administrativo para Funsaud
RODOVIAS FEDERAIS
Operação Corpus Christi começa nesta quarta-feira
CAMPO GRANDE
Açougueiro é preso após ser flagrado furtando picanha de mercado
POLÊMICA
Atriz fala sobre aborto depois de morte da personagem em "A Dona do Pedaço"
DOURADOS
Assentado é multado por explorar madeira em área protegida
MODA E CIA
Jeans no inverno: como usar a camisa e a jaqueta de forma estilosa na estação
BRASIL
MP que facilita leilões de bens apreendidos de traficantes é publicada em Diário Oficial
ÁGUA CLARA
Abordagens terminam com apreensão de skunk e maconha; drogas totalizaram mais de 800kg
TRÂNSITO
Agepan fiscaliza e orienta motoristas sobre prática de carona amiga
ESTÉTICA
Conheça o sabonete de limpeza ideal para cada tipo de pele

Mais Lidas

AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
MASSACRE EM SAN PEDRO
Ministro paraguaio promete expulsar membros do PCC após motim com 10 mortos
PONTA PORÃ
Mulher grávida é assassinada com 4 tiros na região de fronteira