Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 9860-3221
REGIÃO

Délia recebe moradores e discute ações no distrito de Indápolis

07 novembro 2017 - 13h50Por Da redação

A prefeita Délia Razuk recebeu na manhã desta terça-feira (07), diretores da Associação de Moradores de Indápolis. Acompanhado pelo vereador Silas Zanata (PPS), o grupo apresentou à chefe do executivo municipal algumas demandas do distrito, de relevante importância histórica para o município.

Conforme o presidente da Associação, Helton Marcos de Lima, a prioridade do distrito, hoje, é a retomada e término das obras de reforma do prédio do Centro Social, para que possam se reunir, realizar cursos, palestras e atividades diversas da comunidade, que não dispõe também de local para velórios; apoio para a implantação da Feira Comunitária, por meio da qual, várias famílias poderiam melhorar a renda doméstica.

Também solicitam recuperação das vias públicas, por meio da operação tapa-buracos; implantação de redutor de velocidade próximo ao Museu da Cand (Colônia Agrícola Nacional de Dourados) e revitalização da praça e do ginásio poliesportivo.

Os moradores ainda sugerem que o município assuma o antigo prédio da Escola São José - desativado depois que o Estado construiu um novo estabelecimento no distrito – e implante ali um centro de educação infantil ou mesmo escola de ensino fundamental.

Por fim, solicitaram estudos - já determinados pela prefeita à Agehab (Agência de Habitação de Interesse Social) – para implantação de um conjunto residencial em área do município naquela localidade, onde é possível construir aproximadamente 40 unidades residenciais.

A prefeita ouviu as considerações dos moradores, do vereador Silas, ponderou sobre cada uma das reivindicações e, de pronto, determinou às pastas competentes os estudos e/ou ações. Acompanhando a reunião, o secretário de Serviços Urbanos, Joaquim Soares, anunciou que nos próximos dias a Semsur mandará equipes para executar a limpeza de ruas, roçada, poda, entre outros serviços, incluindo o tapa-buracos.

Também presente, o vice-prefeito Marisvaldo Zeuli se encarregou de manter contato com o governo do Estado para ver a possibilidade da instalação de um redutor de velocidade nas proximidades do Museu da Cand, já que a via em questão é de domínio estadual.

Por fim, a prefeita agradeceu a visita e disse que apesar de todas as dificuldades de ordem financeira, a administração tem procurado atender à população. “Estamos lutando com toda força para cumprir o que nos propusemos a fazer”, afirmou, observando que “apesar do impacto que o PCCR causou na folha salarial da prefeitura e de todo tipo de crítica que recebemos, estamos lutando para manter o plano de cargos e carreira dos servidores, mas sem perder o foco nas nossas responsabilidades enquanto gestores públicos”.

Também participaram da reunião os secretários Rose Ane Vieira (Desenvolvimento Econômico) e Gil Esper (Cultura), além dos diretores da associação de moradores, José Sotolani e Maura Ferreira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Número de pacientes com hepatite cresce 20% em 10 anos no Brasil
CORUMBÁ/LADÁRIO
Justiça manda Estado manter escolas de ensino médio
UEMS
Roda de conversa discute violência na vida das Mulheres Negras
ATLETISMO
‘9ª Corrida Saúde Cassems-Noturna’ abre inscrições nesta segunda-feira
SHOWBIZZ
Sertanejos morrem em acidente de carro em rodovia de São Paulo
DOURADOS
Homem morre após bater moto em carro parado na Marcelino Pires
RECURSOS
Investimentos em saúde serão anunciados hoje na Capital
CHAPADÃO DO SUL
Incêndio devasta área verde em cidade de MS
SEU BOLSO
Abono do PIS/Pasep começa a ser pago na próxima quinta-feira
PRAZO
Inscrição para professores fiscalizar provas do Enem termina hoje

Mais Lidas

AMAMBAI
Morto a tiros em frente a conveniência era 'braço direito' de Jarvis Pavão
CAPITAL
Acidente entre dois carros e carreta mata motorista na BR-163
RIBAS DO RIO PARDO
Avô e neta morrem após caminhonete bater de frente em carreta
MUNDO NOVO
Homem morre no Hospital da Vida após cair de telhado