Menu
Busca quinta, 17 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
REGIÃO

Délia recebe moradores e discute ações no distrito de Indápolis

07 novembro 2017 - 13h50Por Da redação

A prefeita Délia Razuk recebeu na manhã desta terça-feira (07), diretores da Associação de Moradores de Indápolis. Acompanhado pelo vereador Silas Zanata (PPS), o grupo apresentou à chefe do executivo municipal algumas demandas do distrito, de relevante importância histórica para o município.

Conforme o presidente da Associação, Helton Marcos de Lima, a prioridade do distrito, hoje, é a retomada e término das obras de reforma do prédio do Centro Social, para que possam se reunir, realizar cursos, palestras e atividades diversas da comunidade, que não dispõe também de local para velórios; apoio para a implantação da Feira Comunitária, por meio da qual, várias famílias poderiam melhorar a renda doméstica.

Também solicitam recuperação das vias públicas, por meio da operação tapa-buracos; implantação de redutor de velocidade próximo ao Museu da Cand (Colônia Agrícola Nacional de Dourados) e revitalização da praça e do ginásio poliesportivo.

Os moradores ainda sugerem que o município assuma o antigo prédio da Escola São José - desativado depois que o Estado construiu um novo estabelecimento no distrito – e implante ali um centro de educação infantil ou mesmo escola de ensino fundamental.

Por fim, solicitaram estudos - já determinados pela prefeita à Agehab (Agência de Habitação de Interesse Social) – para implantação de um conjunto residencial em área do município naquela localidade, onde é possível construir aproximadamente 40 unidades residenciais.

A prefeita ouviu as considerações dos moradores, do vereador Silas, ponderou sobre cada uma das reivindicações e, de pronto, determinou às pastas competentes os estudos e/ou ações. Acompanhando a reunião, o secretário de Serviços Urbanos, Joaquim Soares, anunciou que nos próximos dias a Semsur mandará equipes para executar a limpeza de ruas, roçada, poda, entre outros serviços, incluindo o tapa-buracos.

Também presente, o vice-prefeito Marisvaldo Zeuli se encarregou de manter contato com o governo do Estado para ver a possibilidade da instalação de um redutor de velocidade nas proximidades do Museu da Cand, já que a via em questão é de domínio estadual.

Por fim, a prefeita agradeceu a visita e disse que apesar de todas as dificuldades de ordem financeira, a administração tem procurado atender à população. “Estamos lutando com toda força para cumprir o que nos propusemos a fazer”, afirmou, observando que “apesar do impacto que o PCCR causou na folha salarial da prefeitura e de todo tipo de crítica que recebemos, estamos lutando para manter o plano de cargos e carreira dos servidores, mas sem perder o foco nas nossas responsabilidades enquanto gestores públicos”.

Também participaram da reunião os secretários Rose Ane Vieira (Desenvolvimento Econômico) e Gil Esper (Cultura), além dos diretores da associação de moradores, José Sotolani e Maura Ferreira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Mariana Rios posa sensual e surpreende com biquíni ousado: "que susto"
POLÍTICA
Moka confirma aposentadoria, mas diz que benefício será de R$ 8 mil
RIO BRILHANTE
Motorista fica ferido ao perder controle de veículo e parar em valeta
CALOR
Demanda por energia elétrica atingiu novo recorde nesta quarta-feira
CAARAPÓ
Homem simula sequestro para enganar mãe e acaba preso
JUSTIÇA
TJ/MS extingue Câmara e institui juiz substituto em 2º Grau
ATAQUES
Policiais encontram 700 kg de explosivos em apartamento de Fortaleza
NOVA ANDRADINA
Polícia apreende dois veículos com produtos eletrônicos na MS-141
STJ
Ex-presidente do Naviraiense é condenado por desviar R$ 247 mil
CRIME BÁRBARO
Mãe de santo acusada de homicídio em MS será julgada nesta quinta-feira

Mais Lidas

DOURADOS
Rapaz assassinado em emboscada foi preso por tentativa de furto a caixa eletrônico
NOVA LEI
Multa mínima para quem capturar Dourado na próxima temporada de pesca será de R$ 2,7 mil
INQUÉRITO CIVIL
Denúncia leva MP investigar recursos destinados à Saúde de Dourados
DOURADOS
Seis são apontados por participação em emboscada que matou interno do Semiaberto