19/03/2012 14h09

Passar trote é crime, orienta Corpo de Bombeiros

 

Eduarda Rosa com Bombeiros
 

O Corpo de Bombeiros orienta para que em momento algum passe trote de falso acidente ou incêndio. Isto pode gerar ocorrência e deslocar viaturas fazendo com que outra ocorrência em andamento seja prejudicada.

Não ligue para o 193 pedindo informações de números de telefones. Utilize o auxílio à lista telefônica.

Quando prestar um auxílio, procure se aproximar da vítima e saber como ela está, pois segundo os bombeiros, “é inviável deslocar uma viatura de emergência de Dourados, por exemplo, até uma rodovia distante, só para verificar se a pessoa está dormindo ou se está ferida, é preciso que pelo menos alguma informação a respeito. Se realmente estiver ferida, pode aguardar que a equipe estará a caminho”.

Trote é crime

De acordo com o Código Penal Brasileiro, Art. 266, decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940:

Interromper ou perturbar serviço telegráfico, radiotelegráfico ou telefônico, impedir ou dificultar-lhe o restabelecimento:

Pena - detenção, de um a três anos, e multa.

Parágrafo único - Aplicam-se as penas em dobro, se o crime é cometido por ocasião de calamidade pública.

Seja o primeiro a comentar!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.