Menu
Busca sexta, 06 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221
UFGD

Coordenadoria pede doação de materiais da cultura indígena de Dourados

29 setembro 2017 - 09h31

A Coordenadoria de Cultura da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) está fazendo um chamado público para a doação de peças diversas, objetos antigos ou materiais como cartas, livros, fotografias e desenhos relacionados à cultura indígena, especificamente sobre a comunidade da Reserva Indígena de Dourados, e também sobre o SPI (Serviço de Proteção aos Índios) e a Funai (Fundação Nacional do Índio).

A coleta dos objetos servirá para a Terceira Exposição "Culturas Indígenas", que este ano terá como tema central os 100 anos de criação da Reserva Indígena de Dourados. Os objetos doados também integrarão o acervo do Laboratório de Ensino e Pesquisa de História Indígena e poderá ser utilizados como objeto de pesquisa posterior.

Segundo a coordenadora da exposição, professora Graciela Chamorro, o passado dessa comunidade se dá também através de documentos escritos, testemunhos orais, fotografias, desenhos, pinturas e objetos materiais da época, que se tornaram suportes de memória e por isso esse chamamento público como forma de colaboração também ao resgate da história dos indígenas do município.

"Lamentavelmente é muito pouco o que temos em Dourados sobre a criação e o desenvolvimento da Reserva Indígena e os demais episódios ligados a ele. E como falar desse passado? Como imaginar os povos indígenas de então, o povoado que deu início a Dourados, a Missão Caiuá que teve uma intensa interação com os povos indígenas e com os moradores da futura cidade?", enfatizou. 

A exposição será realizada no saguão do Núcleo de Estudos Estratégicos de Fronteira - NEEF, de 18 a 27 de outubro, e conta com o apoio da Coordenadoria de Cultura da UFGD através do Projeto Galeria Itinerante. 

Os interessados em colaborar devem entrar em contato com Ângela Schwingel da COC, através do telefone 3410-2874 e do e-mail: angelaschwingel@ufgd.edu.br

A Reserva Indígena de Dourados

A criação da Reserva Indígena de Dourados se deu em 1917, fato que afetou a vida das famílias indígenas recolhidas na reserva, como também a história do povoado de Dourados. A criação da Reserva tem a ver com a história do Brasil e com a reação do país às críticas recebidas de intelectuais do exterior sobre o extermínio de indígenas em curso.

Doze anos depois da criação da Reserva, chegaram a Dourados metodistas e presbiterianos brasileiros e norte-americanos para catequizar os indígenas. Através destes missionários, os Kaiowá, Guarani e Terena ficaram conhecidos nas cidades do Brasil onde circulavam os jornais dessas igrejas, bem como no Sul dos Estados Unidos, de onde procediam os missionários estrangeiros. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Homem morre em confronto com a polícia após grupo roubar mercado
ECONOMIA
Nelsinho Trad libera recursos de mais R$ 1 milhão para Mato Grosso do Sul
FRONTEIRA
Cabeça de adolescente foi cortada ao meio e também estava em tambor
EDUCAÇÃO
UEMS Acolhe devolve esperança para migrantes e estrangeiros
CAPITAL
Suspeito de assaltar militar dá tiro na perna e é preso em hospital
TRABALHO
Justiça reconhece vínculo entre empresa de entrega e motoboys
TRÊS LAGOAS
Polícia prende homem condenado a 10 anos por estuprar criança
ANTÔNIO JOÃO
Douradense morre em acidente na região de fronteira
EDUCAÇÃO
Educadores de Dourados fazem manifestação e paralisam atividades na segunda
SAÚDE
Anvisa recebe sugestões sobre rótulos de alimentos até segunda-feira

Mais Lidas

POLÍCIA
Morto em ação policial no MS era afamado como líder do novo cangaço
FRONTEIRA
Quatro assaltantes de carro-forte são mortos em confronto com a polícia
DOURADOS
Júri condena a 64 anos de prisão cinco réus por atentado contra empresário
PIONEIRO
Conhecido por entregar leite na região do Água Boa, Bruno de Brum morre em Dourados