Menu
Busca quarta, 14 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
DOURADOS

Contra redução da maioridade, movimento chama sociedade para debate diferenciado

03 julho 2015 - 15h30

Neste sábado (04), acontecerá na Praça Antonio João em Dourados um movimento da Frente Municipal Contra Redução da maioridade penal que debaterá junto a sociedade a aprovação da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 171 na Câmara dos Deputados, que propõe a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos em crimes considerados graves. O ato terá início às 8h e tratará o tema com rodas de conversa, poesia, música e cultura.

O manifesto acontece junto a onda de movimentos pela causa em todo o país. Uma das representantes do ato, Cecília Maria Pinto do Nascimento, explica que a busca é tornar o debate atrativo, pois, ela acredita que muitos apoiam a PEC mas não tem muito entendimento do assunto.

“Há a falta de entendimento de grande parte da sociedade e com isso tende-se a acreditar que punir é a solução, mas, não é. É preciso mais oportunidades para esses menores, acesso a bens culturais, melhor formação, esse é o caminho e por isso optamos por essa maneira de debate”, explica.

Para Cecília, o país não está preparado para oferecer uma correta ressocialização e penalizar os menores não será a solução correta devido as atuais condições do sistema penitenciário.

“É fato que nas condições das cadeias isso pode gerar consequências mais ruins para esses jovens. Dados mostram que atualmente após a punição a maioria volta para o crime, isso tem que ser combatido na raiz do problema que é a educação falha não na punição”, declarou.

A representante acredita que com as ações contra a PEC em todo o país, essa aprovação possa ser revista e tornar ao debate, visto que muitos acreditam que a mesma foi aprovada mediante “manobra” política.

“Estamos junto aos movimentos sociais, parlamentares e profissionais jurídicos que são contra essa medida e veem falha nesta votação que fugiu as regras do regimento da Câmara, vamos lutar para que isso seja reavaliado pois há o desrespeito do processo democrático”, ressaltou.

Programação do evento

8h – panfletagem pela praça Antônio João e arredores;

9h- música, início das oficinas de construção de materiais e camisetas com stencil, ornamentação da praça;

9h15 – Jack (apresentação musical);

9h25 –fala inicial de abertura do evento;

9h35 –Rima de Quinta (batalha de MC’s);

10h – Roda de conversa;

Tema: PEC 171, porque dizer não e vulnerabilidade social dos jovens do Brasil e de Dourados
Convidados: professores da Educação Básica, UEMS, UFGD e lideranças de Movimentos Sociais

11h – Emmanuel Marinho (poesia);

11h20 – Fernando Dagata (apresentação musical);

11h40 – Palco aberto;

12h- encerramento do evento;


PEC da redução da maioridade

A PEC foi aprovada pela Câmara dos Deputados na madrugada desta quinta-feira (2), em primeiro turno, e altera redução da maioridade penal de 18 para 16 anos para crimes hediondos, para homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte.

O texto "mais brando" votado na sessão foi considerado uma "pedalada regimental" do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para reverter a rejeição da proposta no dia anterior.

Na nova sessão, 323 deputados foram a favor, 155 deputados votaram contra a redução e houve ainda 2 abstenções. O texto ainda precisa passar pelo segundo turno de votação na Casa antes de ir para o Senado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEVOLUÇÃO
Receita paga sexta-feira restituições do sexto lote do IRPF de 2018
CASA NOVA
Reforma e ampliação do Fórum de Nova Andradina será entregue dia 20
NOVOS CANAIS
Disque Lâmpada da Semsur agora terá número de WhatsApp e e-mail
PEDRO JUAN
“Arquivo vivo”, advogada executada na fronteira ameaçava autoridades
LAVA JATO
Após 3 horas, termina depoimento de Lula no caso do sítio de Atibaia
ELDORADO
Vereador morre em acidente na rodovia BR-163 próximo a Itaquiraí
UFGD
Projeto para construção de aeromodelos está com inscrições abertas
CAMPO GRANDE
Pedestre que teve perna esmagada em acidente morre em hospital
RURAL
Iagro divulga regras para declaração do saldo de caprinos e ovinos
ENSINO SUPERIOR
Local de prova do Enade 2018 pode ser conferido no cartão de inscrição

Mais Lidas

PEDRO JUAN
Advogada de narcotraficantes brasileiros morre após atentado na fronteira
PARAGUAI
Polícia paraguaia acredita que pistoleiros brasileiros mataram advogada
FRONTEIRA
Mulher é assassinada a tiros, quase um ano após execução do marido
PEDRO JUAN CABALLERO
Vídeo mostra momento em que advogada é atingida por pistoleiros