Menu
Busca quinta, 18 de outubro de 2018
(67) 9860-3221
DOURADOS

Conferência de promoção da igualdade racial reúne municípios da região de Dourados

17 outubro 2017 - 15h20

O auditório do Centro de Referência em Assistência Social do Jardim Água Boa em Dourados foi palco da I Conferência Intermunicipal de Promoção da Igualdade Racial de Deodápolis, Douradina, Dourados e Itaporã durante esta terça-feira (17). A reunião teve a principal atribuição de avaliar a Política de Promoção da Igualdade Racial e propor diretrizes para o aperfeiçoamento do sistema.

“É um momento muito importante que vivenciamos para a discussão deste assunto tão importante que deve envolver a sociedade e ser elo entre os municípios”, disse a secretária Ledi Ferla.

Com o tema “O Brasil na década dos afrodescendentes: reconhecimento, justiça, desenvolvimento e igualdade de direitos”, o encontro foi dividido em eixos sendo: “Do reconhecimento dos afrodescendentes, “Da garantia de justiça aos afrodescendentes, “Do desenvolvimento dos afrodescendentes e “Da igualdade de direitos dos afrodescendentes”. A promoção do encontro tem a participação das secretarias Municipais de Assistência Social das cidades envolvidas.

Com a explanação destes temas a reunião discutiu e elaborou propostas de políticas de enfrentamento ao racismo e de promoção da igualdade racial dos municípios envolvidos.

Dentre estas especificidades, estão o direito ao reconhecimento dos afrodescendentes, direito à igualdade de oportunidades e não a discriminação, direito a educação em igualdade e conscientização, direito a participação e inclusão, garantia de justiça, acesso à justiça, prevenção e punição de todas as violações de direitos humanos que afetem a população afrodescendente, garantia e direito ao desenvolvimento e medidas contra a pobreza dos afrodescendentes, educação, cultura esporte e lazer, empreendedorismo, emprego e renda, saúde, juventude, moradia e acesso a terra, meio ambiente, Turismo, participação popular e comunicação e garantia de direitos o que incluirá os direitos sexuais, lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros – LGBT, não a violência obstétrica e violência doméstica, direito as religiões tradicionais de matriz africana, direito de Liberdade de todas as religiões.

A presidente da comissão organizadora foi a professora doutora Maria José de Jesus Alves Cordeiro, coordenadora do Centro de Estudos, Pesquisa e Extensão em Educação, Gênero, Raça e Etnia (Cepegre) da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.
 
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Após sensação térmica bater perto de 40ºC, tempo vira e traz ventania
PORTO MURTINHO
Pescador é multado por captura e transporte de caranguejos usados para isca
DOURADOS
Semáforos serão instalados em pontos do centro
BENEFÍCIO
Bolsa Família de outubro começa a ser pago nesta quinta-feira
DOURADOS
Ebserh convoca 20 novos servidores para o HU-UFGD
BRASIL
Pagamento do 13º salário injeta R$ 211,2 bilhões na economia
CASSILÂNDIA
Homem é preso e rifle e munições são apreendidas após denúncia de caça
BRASIL
Médicos examinam Bolsonaro, mas permanece expectativa sobre debates
GERAL
IFMS leva 22 estudantes aos Jogos dos Institutos Federais
TRÊS LAGOAS
Após troca de tiros com a polícia, homem acaba morto

Mais Lidas

DOURADOS
Homem morre ao tentar atravessar “lago da rodoviária” a nado
PEDRO JUAN
Suspeita de envolvimento em roubo a vereador douradense é executada na fronteira
CENAS DE CINEMA
Perseguição e troca de tiros termina com veículos recuperados em Dourados
OLAVO SUL
Vereador douradense é ameaçado de morte ao separar briga em distrito