Menu
Busca segunda, 18 de junho de 2018
(67) 9860-3221
DOURADOS

Conferência de promoção da igualdade racial reúne municípios da região de Dourados

17 outubro 2017 - 15h20

O auditório do Centro de Referência em Assistência Social do Jardim Água Boa em Dourados foi palco da I Conferência Intermunicipal de Promoção da Igualdade Racial de Deodápolis, Douradina, Dourados e Itaporã durante esta terça-feira (17). A reunião teve a principal atribuição de avaliar a Política de Promoção da Igualdade Racial e propor diretrizes para o aperfeiçoamento do sistema.

“É um momento muito importante que vivenciamos para a discussão deste assunto tão importante que deve envolver a sociedade e ser elo entre os municípios”, disse a secretária Ledi Ferla.

Com o tema “O Brasil na década dos afrodescendentes: reconhecimento, justiça, desenvolvimento e igualdade de direitos”, o encontro foi dividido em eixos sendo: “Do reconhecimento dos afrodescendentes, “Da garantia de justiça aos afrodescendentes, “Do desenvolvimento dos afrodescendentes e “Da igualdade de direitos dos afrodescendentes”. A promoção do encontro tem a participação das secretarias Municipais de Assistência Social das cidades envolvidas.

Com a explanação destes temas a reunião discutiu e elaborou propostas de políticas de enfrentamento ao racismo e de promoção da igualdade racial dos municípios envolvidos.

Dentre estas especificidades, estão o direito ao reconhecimento dos afrodescendentes, direito à igualdade de oportunidades e não a discriminação, direito a educação em igualdade e conscientização, direito a participação e inclusão, garantia de justiça, acesso à justiça, prevenção e punição de todas as violações de direitos humanos que afetem a população afrodescendente, garantia e direito ao desenvolvimento e medidas contra a pobreza dos afrodescendentes, educação, cultura esporte e lazer, empreendedorismo, emprego e renda, saúde, juventude, moradia e acesso a terra, meio ambiente, Turismo, participação popular e comunicação e garantia de direitos o que incluirá os direitos sexuais, lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros – LGBT, não a violência obstétrica e violência doméstica, direito as religiões tradicionais de matriz africana, direito de Liberdade de todas as religiões.

A presidente da comissão organizadora foi a professora doutora Maria José de Jesus Alves Cordeiro, coordenadora do Centro de Estudos, Pesquisa e Extensão em Educação, Gênero, Raça e Etnia (Cepegre) da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.
 
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTE
Definidos os campeões do estadual de beach tennis
ACORDO
Países do Mercosul assinam acordo para rótulo frontal de alerta em alimentos
FUTEBOL
Com dois de Lukaku, Bélgica derrota o Panamá por 3 a 0
41ª FESTA JUNINA DE DOURADOS
Cultura estende até esta segunda-feira inscrições para grupos de quadrilha
DE OLHO NA SAÚDE
Pessoas com doenças cardíacas não se exercitam o suficiente, diz estudo
VIAGEM NO FRIO
Fazendo a mala no inverno
TRÂNSITO
DPVAT pagou mais de 3 mil indenizações em MS de janeiro a maio
CORUMBÁ
Centro Internacional de Negócios capacita empresários sobre novo processo de exportações
MODA
Acessórios de cabelo para aquecer você neste inverno
MARAVILHA
Aprenda a fazer uma costelinha de porco com milho

Mais Lidas

ATENTADO
Suspeitos de atentado contra prefeito de Paranhos são presos
DOURADOS
Homem morre após acidente na Guaicurus
TRÁFICO
Douradense é preso após abandonar veículo carregado com maconha na BR-463
PEDRO JUAN
Jovem dado como morto pela família fronteira aparece no próprio velório