Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
(67) 9860-3221
SEGURANÇA PÚBLICA

Parlamentares vêm a Dourados conhecer o Sisfron

23 maio 2019 - 17h05Por Gizele Almeida

A 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada de Dourados receberá nesta sexta-feira (24), uma comitiva de parlamentares. Conforme informações da assessoria de comunicação da instituição ao Dourados News, senadores e deputados chegam ao local a partir das 08h e acompanharão explanações sobre o Sisfron (Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras). 

Estão confirmados para a visita, os senadores Soraya Thronicke (PSL), Nelsinho Trad (MDB), deputados federais Luiz Ovando (PSL), Loester Trutis (PSL), Bia Cavassa (PSDB), Vander Loubet (PT), o senador Ângelo Coronel (PSD-Bahia) e os deputados Dr. Leonardo (SD- Mato Grosso) e Luizão Goulart (PRD- Paraná).

Nesta quinta-feira (23), os mesmos parlamentares estiveram no CMO (Comando Militar do Oeste), com sede em Campo Grande. 

Ainda conforme a assessoria de imprensa da Brigada, os parlamentares devem almoçar na instituição e depois retornam à Campo Grande. 

O SISFRON

O Sisfron entrou e funcionamento em novembro de 2014 em Dourados, como piloto do projeto que visa monitorar toda a área de fronteira do país. 

Não há previsão concreta de quando o sistema deverá estar definitivamente instalado. 

No sistema, uma central de comando e controle instalada na sede da Brigada Guaicurus monitora todas as ações ou operações desenvolvidas pelos militares na faixa de fronteira e gerencia possíveis ordens do comando para deslocamento de tropas, entre outras atividades de segurança.

Dezenas de caminhões estão equipados com salas modernas de monitoramento funcionam como unidades móveis de controle interligadas ao comando central. 

Operadores tem acesso a computadores que estão conectados não apenas a sala de monitoramento dentro da Brigada, como também a satélites que detalham posicionamento e produzem imagens mais amplas.

Com o Sisfron, os militares que trabalham em ‘terra’ ou no ‘ar’, possuem equipamentos de câmera de última tecnologia e registram toda a ação. 

Esses dados são transmitidos ‘ao vivo’ para as centrais de monitoramento e comando que armazenam os dados para definir estratégias futuras ou para definir movimentações imediatas durante as operações, como perseguição a criminosos, por exemplo. São utilizados ainda radares e sensores que identificam movimentações suspeitas e também aeronaves não tripuladas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Bêbado é preso após bater carro e derrubar muro
ESTADO
Secretaria de Estado de Saúde divulga horário de funcionamento das unidades vinculadas
DOURADOS
Associação Comercial abre inscrições para concurso de fotografia
ESTADO
Lei que concede desconto a mutuários da Agehab na quitação de dívidas é sancionada
BRASIL
Auditor fiscal José Barroso Tostes Neto é novo secretário da Receita
DOURADOS
Programação da semana da árvore segue até domingo
BRASIL
Senador Nelsinho Trad participará da assembleia da ONU nos EUA
AQUIDAUANA
Homem é multado em R$ 5 mil por incêndio para limpeza de terreno no perímetro urbano
BARBÁRIE
Após matar criança afogada, pai ligou para ex e inventou sequestro
INCÊNDIOS
Com reforço dos bombeiros do DF combate às queimadas no Estado será intensificado

Mais Lidas

POLÍCIA
PRF apreende caminhonete com cerca de 3 toneladas de maconha
DOURADOS
Polícia fecha “boca do Matrix” e prende acusado de vários furtos no Centro
DOURADOS
Justiça concede liberdade a mulher que liderava quadrilha presa com 1t de maconha
DOURADOS
Preso que fugiu da PED realizava serviço com outros 10 internos