Menu
Busca segunda, 18 de novembro de 2019
(67) 9860-3221

Com pregão inédito, Prefeitura de Dourados economiza R$ 1,5 milhão

13 junho 2011 - 13h21

Município vai gastar metade do valor previsto para compra de produtos de limpeza; sessão para registro de preço durou 14 horas



Através de um sistema inédito, adotado pelo prefeito Murilo Zauith, a Prefeitura de Dourados vai economizar R$ 1,5 milhão na aquisição de materiais de limpeza que serão utilizados durante um ano em toda a estrutura da administração pública municipal.



O pregão presencial de registro de preço – realizado sexta-feira (10) com a participação de 15 empresas tanto de Dourados quanto de outras cidades de Mato Groso do Sul e até de outros estados – vai possibilitar economia de 50% do valor previsto inicialmente para a compra dos materiais.



A sessão para o processo licitatório começou às 8h da manhã e terminou às 10h da noite. Sete empresas, sendo quatro de Dourados e três de Campo Grande, apresentaram melhor preço em 109 itens relacionados pela prefeitura e foram registradas como as vencedoras do certame.



Algumas delas com um ou dois itens mais baratos e outras com dez a doze itens a preços menores.



COMO FUNCIONA

O chefe do Departamento de Licitações da prefeitura, Ricardo Kintschev, explicou que foi feito um levantamento da quantidade de produtos de limpeza que seriam necessários para um ano. Após isso foram feitas cotações a preços de mercado. A pesquisa mostrou que seriam gastos R$ 2,9 milhões.



Com o pregão de registro de preço – modalidade de compra nunca usada em Dourados – o custo caiu para R$ 1,4 milhão. Um dos itens pesquisados, o papel higiênico, custaria R$ 412 mil. Com o pregão, a compra da mesma quantidade será feita por R$ 136 mil.



O pregoeiro Heitor Pereira Ramos disse que o procedimento é interessante porque a empresa participante, além de registrar os preços dos produtos ainda tem de levar o material e deixar uma amostra para comparação no momento da compra.



Ao contrário do sistema convencional, a prefeitura não tem a obrigação de praticar a compra, podendo desenvolver novo processo, caso apareça preço melhor.



Esse sistema foi uma determinação do prefeito Murilo Zauith para garantir transparência, seriedade e responsabilidade com o dinheiro público, buscando valorizar cada real que entra nos cofres do município. Nos próximos dias a prefeitura deverá utilizar esse mesmo sistema também para a aquisição de material de expediente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Após golpes de garotas de programa, polícia orienta cliente pagar em dinheiro
POLÍTICA
WhatsApp diz ter banido 400 mil contas durante as eleições de 2018
MIRANDA
Polícia prende três bolivianos transportando 23 quilos de cocaína
MENSAGENS
Defesa Civil vai emitir alerta de desastres aos clientes de TV a cabo
TRÊS LAGOAS
Menina de 11 anos tenta esfaquear pai para proteger mãe de agressões
MANCHAS
Pesquisadores apontam outro navio por derramar de óleo no Nordeste
CORUMBÁ
Homem invade residência, atira em outro e foge de caminhonete
COAF
Toffoli revoga decisão de acessar dados sigilosos de 600 mil contribuintes
SEXTA EDIÇÃO
Festival gastronômico CataGuavira começa sexta-feira em Bonito
UEMS
Ação preventiva sobre a saúde do homem será quinta-feira em Dourados

Mais Lidas

POLÍCIA
Vereador é agredido e roubado quando ia para igreja em Dourados
DOURADOS
Motociclista fica gravemente ferido após colisão no Parque Alvorada
FURTO
Casal é flagrado dentro de panificadora fechada na madrugada
DOURADOS
Mulher ameaça policiais com facão em abordagem por manobras perigosas