Menu
Busca sexta, 28 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
TRÂNSITO

Com lombadas desligadas, motoristas aceleram em pontos de risco nas ruas de Dourados

29 agosto 2019 - 12h05Por Vinicios Araújo

Uma semana após o desligamento das lombadas eletrônicas em Dourados, os motoristas já começam a mostrar que o que importa não é a segurança nos pontos de risco, mas sim a cobrança das multas. 

Nesta manhã o Dourados News visitou três locais onde há equipamentos instalados: na Avenida Joaquim Teixeira Alves, aos fundos da Rodoviária Renato Lemes Soares, na Rua Palmeiras, há cerca de 100 metros do Cemitério Municipal, e na Avenida Weimar Torres, em frente à Escola Estadual Menodora Fialho de Figueiredo. Em todos foi possível registrar alta velocidade dos usuários. 

No primeiro, a velocidade permitida é de 40 quilômetros por hora. A via é o principal ponto de acesso à rua Coronel Ponciano e às dependências da rodoviária. Centenas de veículos trafegam pelo local diariamente e por conta da avenida espaçosa e de asfalto recém recapeado, motoristas e motociclistas imprudentes não perdem a oportunidade de superar o limite aumentando o risco de acidentes. Lá percebemos um fluxo de pedestre e ciclista reduzido comparado aos outros dois locais visitados. 

Na lombada da rua Palmeiras, nas proximidades com o Cemitério Municipal, não foi preciso muito tempo para que os primeiros flagrantes fossem registrados, principalmente no sentido leste/oeste.

Com a pista em declínio, quem vem da rua Coronel Ponciano acaba excedendo bastante o limite de 40 quilômetros por hora. A via é margeada por ciclofaixa, inclusive com fluxo bastante intenso de pessoas. 

A jovem Érica Stefany Oliveira Góes, 18, afirmou que transita ali pelo menos uma vez ao dia e garante que não há mais nenhuma preocupação por parte da maioria dos motoristas e motociclistas com a velocidade. “Com a vida eles não estão preocupados não, só param mesmo lá embaixo, no quebra-molas”, relata. 

Outro que mora na região é o José Fernandes. Ele, que também é motorista, concilia o volante com uso da bicicleta. José relata que tem percebido com frequência a imprudência dos motoristas. Agora, sem o monitoramento das lombadas, não há preocupação mais com a segurança na via. 

“Grande parte aproveita que está desligado e acelera. Eu não concordo com esse desligamento não, isso aí logo logo vai fazer aumentar o número de acidentes, pode esperar. As pessoas, pelo visto só respeitam se tiver risco de multa”, comenta.

Ele acredita que a imprudência é bem mais incidente entre os motociclistas. José mora nas proximidades daquele ponto há cerca de 20 anos e disse já ter visto muitos acidentes lá. 

Já em frente à Escola Estadual Menodora Fialho de Figueiredo a situação não é diferente. Muitos veículos ainda reduzem, mas há quem avance o limite de 30 quilômetros por hora sem se preocupar com a saída de alunos, pais e funcionários da unidade de ensino.

Graciele Alves trabalha na escola. Ela afirma que a imprudência no local voltou a ser uma realidade, antes suprimida pelo monitoramento.

“Isso só mostra que a preocupação mesmo é com as multas né, o que é o menos importante comparado à vida e à segurança das pessoas. Em vários locais da cidade ninguém reduz”, lamenta.

DESLIGAMENTO

O desligamento dos 34 equipamentos aconteceu entre os dias 15 e 20 deste mês devido a dívida do Governo do Estado com a empresa Perkons. O valor do débito supera os R$ 10 milhões e a proposta do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) é quitar a dívida de forma parcelada. 

Conforme noticiado pelo Dourados News na semana passada, o diretor-presidente do órgão Luiz Rocha, disse em entrevista coletiva que pretende rescindir o contrato com a Perkons para prestação de serviço das lombadas eletrônicas. 

Para isso deverá ser preparado um edital de convocação de prestadoras interessadas para o serviço. Até lá os equipamentos seguem desativados. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMERGÊNCIA
Hemosul convoca doadores para repor estoque de plaquetas
GOVERNO
Bolsonaro troca comando da Secretaria Especial do Esporte
UM EXEMPLAR
Piracema termina e novas regras para a pesca passam a vigorar em rios de MS
CLIMA
Final de semana promete ser ensolarado em Dourados e região
AQUIDAUANA
Homem morre após ser esfaqueado e bater carro contra árvore
BRASIL
País tem 182 casos suspeitos do novo coronavírus
ECONOMIA LOCAL
Prefeitura prorroga convênio que garante “loja solidária” em Dourados
FISCALIZAÇÃO
MPF-MS passará por correição ordinária no dia 18 de março
AMAMBAI
Quatro dias após crime, suspeito de matar ex-prefeito segue foragido
INTERNACIONAL
Primeira pessoa de nacionalidade paraguaia é diagnosticada com coronavírus na Itália

Mais Lidas

MEIO AMBIENTE
Proprietário de rancho é autuado por pescar em rio durante a piracema
PARQUE DO LAGO
Ladrões usam carro para estourar porta de mercado e fogem com cofre; veja vídeo
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira
DOURADOS
Dupla dispara, mata jovem e deixa outro ferido no Jardim Independência