Menu
Busca domingo, 18 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
SERVIDORES EM GREVE

HU limita atendimento e diminui exames laboratoriais

13 junho 2015 - 07h15

O atendimento no HU (Hospital Universitário) de Dourados tem sido limitado por conta da greve dos servidores iniciada no dia 29 de maio e partir da próxima semana os serviços de laboratório e de imagem também ficarão escassos. No local, várias repartições funcionam parcialmente e permanecem em atividade os setores Materno-Infantil (Maternidade, Ginecologia e Obstetrícia, Centro Obstétrico e Pediatria), das UTIs (Adulto, Pediátrica e Neonatal) e da Unidade de Cuidados Intermediários (UCI).

Na unidade de saúde que costuma atender sempre no limite da capacidade por ser responsável por Dourados e cidades da região, há leitos vagos nos postos de internação já que não é possível encaminhar devidamente os pacientes com a falta de profissionais.

“Em função da redução da força de trabalho, a Clínica Médica que possui 50 leitos, está com 17 leitos vagos, pois não há como dar atendimento adequado a todos os pacientes”, destacou a assessoria de comunicação da unidade de saúde.

Outra demanda que foi reduzida no HU foi a de procedimentos cirúrgicos. Os pacientes que necessitam de cirurgias que não possuem caráter emergencial terão que aguardar mais tempo por conta da redução da força de trabalho.

“As cirurgias eletivas deixaram de ser agendadas desde o dia 8 (segunda-feira) e apenas as que já estavam marcadas estão sendo realizadas. Desta forma, a realização deste tipo de procedimento será reduzida significativamente nas próximas semanas”, pontuou a assessoria.

O atendimento ambulatorial segue normalmente, pois, nesta área as secretárias são terceirizados e não participam do movimento.

Os servidores que estão em greve no HU participam da ação junto a técnicos administrativos da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) por melhores condições de trabalho. Esse movimento segue ato de mobilização a nível nacional.

Dentre as principais reivindicações da categoria estão reajuste salarial o reposicionamento dos aposentados e pensionistas na categoria, nova carga horária de trabalho.





Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Maísa Silva, de 16 anos, posta foto de biquíni e rebate assediador: "Nojento"
COSTA RICA
Serralheiro é preso sob suspeita de abusar criança de 5 anos em quitinete
OPORTUNIDADE
De máquina de escrever a estante, leilão oferta 12 lotes a partir de R$ 100
POLÍTICA
Bolsonaro sai em defesa de Tereza Cristina: ela tem nossa confiança
CAMPO GRANDE
Homem que se jogou do nono andar de hotel passa por cirurgia no braço
CONCURSOS
Ao menos 13 órgãos abrem inscrições nesta segunda para 1300 vagas
CAMPO GRANDE
Corpo carbonizado é encontrado dentro de carro destruído pelo fogo
CONCURSO
Itaporanense conquista o título de Mister Personalidade de Las Américas
IGUATEMI
Mulher contratada por presidiário é presa com explosivos na MS-295
EMPREGO
Idosos no mercado de trabalho é recorde, mas sem carteira assinada

Mais Lidas

TEMPORAL
Fortes ventos derrubam mais de 30 árvores e deixa rastro de destruição em Dourados
DOURADOS
Bandido armado faz arrastão do Flórida ao Centro durante a noite
FACADAS
Traficante brasileiro mata namorada dentro de cela no Paraguai
TEMPORAL
Ventos fortes derrubam árvores em Dourados