Menu
Busca quarta, 20 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
REITOR DA UEMS

Com quase 90% dos votos válidos, Fábio Edir é reeleito

18 junho 2015 - 18h10

O reitor Fabio Edir dos Santos assumirá a Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) pelo segundo mandato consecutivo após obter 89.6% dos votos válidos na votação de terça-feira (16), a qual concorreu em chapa única. O resultado da votação que ocorreu em 21 municípios em que a Universidade está presente saiu na tarde desta quinta-feira (18).

O reitor ficará até 2019 juntamente com o vice, Laércio de Carvalho. A nova gestão será homologada no dia 25 de setembro de 2015. Fábio destaca as conquistas do tempo que permaneceu no mandato e entre essas, ele destaca o avanço de um maior orçamento para a instituição.

“O principal que conseguimos foi um novo modelo de gestão, uma nova forma de relacionamento com os poderes, hoje somos um modelo de universidade pró ativa e com os projetos apresentados conseguimos alcançar os recursos financeiros, conseguimos valorização do governo para investimentos, temos conseguido essa parceria do mesmo e esse cenário antes não existia”, destacou ao Dourados News.

Como principais objetivos a frente da Universidade nessa nova fase, o reitor destaca a necessidade de melhorias na estrutura da mesma e a busca de mais autonomia das sedes em outras cidades para facilitar o processo num todo.

“As principais questões que nós entendemos que precisam ser melhoradas são em relação a estrutura administrativa que necessitamos adequá-las as nossas necessidades e principalmente por um ponto que é a descentralização e a desburocratização dos processos. Nossa universidade quando foi criada há 21 anos, tinha uma missão um pouco diferenciada e foi moldada a época. Hoje nós crescemos muito e necessitamos de mudanças e descentralização do ponto de vista decisório e orçamentário pois, os cursos nas outras unidades dependem de Dourados e queremos mudar esse fator”, pontuou.

Atualmente a Uems conta com 58 cursos de graduação, dois doutorados, 13 mestrados e 10 especializações. De acordo com o reitor, há um orçamento promissor para investimentos que devem ser repassados em melhoria aos cursos já existentes.

“Conquistamos uma boa porcentagem e no momento nosso foco é melhorar a estrutura atual para depois buscarmos outros cursos”, ressaltou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Mulher que encomendou morte de marido é transferida para presídio
THETAHEALING
Capital sedia curso sobre cura energética no final de semana
EM BRASÍLIA
Reforma da Previdência deve incluir interesses de estados e municípios, diz Reinaldo Azambuja
SUSTO
Cascavel é capturada em cômodo de casa na Capital; veja vídeo
DARUK
PF prende homem em operação contra pedofilia em MS
BRASIL
MEC vai rever texto da base de formação de professores
ASSEMBLEIA
Cota zero volta a ser debatida com sugestão de autorização para captura de jacarés
CAMPO GRANDE
Veneno em carne crua mata cinco animais na Capital
BRASIL
Gabaritos do Enade 2018 já estão disponíveis no site do Inep
MS
Concurso da Educação: Governo abre prazo para recurso das provas para administrativos

Mais Lidas

CRIME EM 10 DE FEVEREIRO
Acusados de matar jovem a facadas em Dourados se apresentam à polícia
DOURADOS
"Lata de sardinha": universitários sofrem com ônibus lotados para chegar até Universidades
TRÁFICO
Trio é preso com mais de meia tonelada de cocaína
DOURADOS
Polícia busca imagens para chegar a motociclista que atropelou e matou criança