Menu
Busca terça, 22 de maio de 2018
(67) 9860-3221
IMOBILIÁRIA CONTINENTAL (BANNER 1 TOPO)
DOURADOS

Funcionários de posto em aldeia "cruzam os braços" após 10º furto em três anos

14 fevereiro 2018 - 16h50Por Gizele Almeida

Criminosos fizeram um ‘limpa’ e deixaram marcas de destruição no posto de saúde da aldeia Jaguapiru, em Dourados. O fato foi notado por funcionários do local na manhã desta quarta-feira (14). Conforme o Conselho Local de Saúde Indígena é a décima ação criminosa registrada no local em cerca de três anos.

Os criminosos levaram do local uma geladeira, duas cadeiras, um sonar - aparelho de atendimento a gestantes -, um aparelho de aferir pressão e um botijão de gás. O equipamento de raio-x de uso do dentista teve os fios cortados.

Conforme Leoson Mariano Silva, presidente do Conselho Local de Saúde Indígena, foi registrado o boletim de ocorrência e os funcionários ‘cruzarão os braços’ para chamar atenção em relação a necessidade de medidas que ofereçam mais segurança ao local.

“Decidimos em reunião nesta tarde (14) que os atendimentos estão paralisados até que os órgãos responsáveis tragam alguma medida para esta situação que é inadmissível”, cita.

Ele afirma que os bandidos estouraram a janela do banheiro para adentrar ao local e depois arrombaram a porta. O clima de insegurança levou os profissionais a um manifesto com cartazes no local nesta quarta-feira (14).

Eles pedem inclusive, apoio da comunidade indígena para que denuncie os autores.

O atendimento na unidade de saúde nesta quarta-feira (14) foi voltado apenas para urgência e emergência.
“Não tem como atender a população sem materiais e nesta situação’”, disse o presidente.

Cerca de 15 funcionários atuam no local. O atendimento da unidade é de cerca de 40 pacientes por dia.
O presidente destacou que um posicionamento do DSEI-MS (Distrito Sanitário Especial Indígena do Mato Grosso do Sul) é aguardado. 

O Dourados News entrou em contato com a coordenação da Sesai (Secretaria de Saúde Indígena de Mato Grosso do Sul) para informações sobre medidas diante da situação, porém, até o fechamento desta reportagem não foi atendido via celular.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

IMUNIZAÇÃO
MS tem quase 50% do público-alvo vacinado contra a gripe
ASSEMBLEIA
Uso de nome afetivo em cadastros às crianças adotadas é aprovado
CAMPO GRANDE
Procon encontra mais de 150 produtos adulterados e gerente de supermercado é presa
FUTEBOL
Vasco se despede da Libertadores em busca de vitória e vaga na Sul-americana
CULTURA
Turma de Artes Cênicas apresenta adaptação de clássico de Shakespeare
NARCOTRÁFICO
Jarvis Pavão é condenado a 10 anos de prisão
REPOSIÇÃO SALARIAL
Servidores da prefeitura têm correção salarial, após cinco anos
MALHA ASFÁLTICA
Prefeitura mantém frentes de tapa-buraco em Dourados
SOLIDARIEDADE
Na semana de doação de leite, conheça como a amamentação ajuda a sensibilizar mulheres
NOVA ALTERNATIVA
Anvisa aprova novo genérico para tratamento da hepatite C

Mais Lidas

FLAGRANTE
Policial aposentado é preso com cocaína em Dourados
CAPITAL
Criança morre em acidente com moto pilotada pelo avô
JARDIM PANTANAL
Homem é baleado após ser cercado por grupo
DOURADOS
Postos da Seleta, Santo André e Vila Rosa terão atendimento reduzido