Menu
Busca domingo, 26 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221
DOURADOS

Cobrada por corte de horas extras no HV, presidente da Funsaud alega ser consultora do Município

14 agosto 2019 - 11h42Por André Bento

Servidores que atuam no Hospital da Vida protestaram nesta quarta-feira (14) contra a suspensão das horas extras determinado pela secretária municipal de Saúde, Berenice de Oliveira Machado Souza. Em reunião nesta manhã, a diretora-presidente interventora da Funsaud (Fundação de Serviços de Saúde de Dourados), Maria Izabel de Aguiar, foi cobrada pelos profissionais e declarou ser apenas uma profissional liberal na condição de consultora para município e Ministério Público.

O Dourados News apurou com profissionais da unidade hospitalar, a maior de portas abertas no interior de Mato Grosso do Sul, que esses cortes podem prejudicar os trabalhos. Sob condição de anonimato, revelam que atendimentos a pacientes graves que necessitam de estabilização, por exemplo, não podem ser interrompidos simplesmente porque o horário regular do expediente acabou.

Foi detalhado que pode ser aplicada advertência aos servidores após três requerimentos de horas extras num mesmo mês. Isso mesmo diante da defasagem de profissionais, ilustrada pelo caso de um único técnico de enfermagem para atender 14 pacientes.

Contudo, a CI nº 133/2019, enviada na terça-feira (13) pela secretária municipal de Saúde, comunicou que “por medidas de contenção de gastos, a partir de 14/08/2019 estão suspensas todas as horas extras de todos os setores das unidades UPA, Hospital da Vida e Funsaud”.

Mesmo com a garantia dada ainda ontem por Berenice, de que essa suspensão poderá ser revista, caso a caso, a partir de pedidos de cada gerência de setor, técnicos de enfermagem, enfermeiros, fisioterapeutas e outros trabalhadores do Hospital da Vida foram enfáticos nas cobranças direcionadas à Maria Izabel de Aguiar.

Embora conste como nomeada no cargo em comissão de diretor-presidente da Funsaud, na condição de interventora com salário bruto de R$ 20 mil, conforme disponibilizado no Portal da Transparência do município, ela contestou até mesmo essa informação e disse ser uma profissional liberal.

“Eu sou uma consultora, para organizar o serviço começando hoje aqui. Estou aqui com o olhar do Ministério Público para ver o que tem que ser feito e apresentar tanto para a Secretaria de Saúde quanto para o Ministério Público. Essa é minha função. Todo poder de decisão é de diretoria, não sou diretora da Fundação, diretor da Fundação é: a Berenice interventora e a Sandra Lima diretora administrativa e Rodrigo diretor técnico da Fundação”, declarou aos trabalhadores em parte da reunião gravada em vídeo enviado ao Dourados News.

Questionada sobre alto salário mesmo num momento de crise, rebateu. “Eu não sou funcionária da prefeitura. Sou consultora. Eu sou uma profissional liberal. A Berenice é a autoridade máxima na Saúde de Dourados hoje, quer vocês gostem, ou não”, disparou, reafirmando que a secretária tem trabalhado incansavelmente para solucionar os problemas do setor.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME AMBIENTAL
Homem é multado em R$ 11 mil por desmatamento de vegetação nativa
COURO
Feira da Indústria de Calçados começa com projeções positivas
LUTO NO ESPORTE
Kobe Bryant, astro da NBA, morre aos 41 anos em acidente de helicóptero
CONCURSOS
Ao menos 15 órgãos abrem inscrições nesta segunda para mais de 600 vagas
COSTA RICA
Polícia prende suspeito de matar homem com tiros pelas costas em bar
DESLIZAMENTOS
Defesa Civil confirma 37 mortes por causa da chuva em Minas Gerais
BATAYPORÃ
Mulher de 22 anos é multada em R$ 1 mil por maus-tratos a cachorro
ECONOMIA
Dourados recebe palestra com técnicas para fugir da rotina na empresa
CHAPADÃO DO SUL
Por ‘ciúmes’, homem espanca e fere com facada namorada de 19 anos
SAÚDE
Dia Mundial da Hanseníase destaca importância do tratamento

Mais Lidas

DOAÇÃO
Órgãos captados em Dourados vão salvar vidas em três Estados
DOURADOS
Motociclista bate em caminhão da coleta de lixo e fica em estado gravíssimo
MS
Homem é acusado de colocar sedativo no leite para abusar de enteada
DOURADOS
Designação para escolas e Ceim’s acontece neste sábado