Menu
Busca Quarta, 22 de Novembro de 2017
(67) 9860-3221
Sertão - Novembro 2017
MEGAOPERAÇÃO

Choque esvazia celas e Exército usa tecnologia do Sisfron em ação na PED

17 Maio 2017 - 09h43

Policiais militares do Batalhão de Choque estão no interior da PED (Penitenciária Estadual de Dourados) realizando o esvaziamento das celas e a busca por objetos ilícitos.

De acordo com o coronel Figueiredo, da Polícia Militar, a ação realizada hoje (17) no local é a segunda etapa da ação preventiva desencadeada pela Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul) em conjunto com o governo federal.

A primeira ocorreu em Campo Grande, em fevereiro deste ano, no Presídio de Segurança Máxima da Capital.

"Essa é a segunda etapa de ação preventiva envolvendo a Sejusp e o governo federal visando a segurança nos presídios do Estado. O Exército entra com tecnologia e efetivo e auxilia na revista das celas. Nesse momento o batalhão de choque está dentro da unidade fazendo o esvaziamento das celas", comentou ao Dourados News há pouco.

Conforme o policial, "a prevenção é o mote da segurança pública" e por isso é fundamental essas ações conjuntas para que essas ações tenham maiores resultados.


Tecnologia

Segundo o coronel Marcelo Costa Lima, chefe do Estado Maior na 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, a tecnologia utilizada para auxiliar os policiais militares dentro do estabelecimento penal é a empregada no projeto Sisfron (Sistema de Monitoramento de Fronteiras), instalado em Dourados.

"Todos os equipamentos tecnológicos do Sisfron estão sendo usados nessa ação. Podemos utilizar aqui como em toda e qualquer operação", contou.

A participação do Exército na megaoperação da PED ocorre após decreto assinado pelo presidente Michel Temer (PMDB) em janeiro de 2017. Com a medida, as forças armadas estão autorizadas num prazo de 12 meses a participar de ações que garantam ‘a lei e a ordem’.

De acordo com a publicação, as atividades são válidas para todos os presídios brasileiros no intuito de detectar objetos proibidos aos presidiários.

Operação

Denominada Poty Poran, o objetivo da megaoperação, conforme já relatado anteriormente pelo Dourados News é retirar do interior das celas armas, entorpecentes e aparelhos de comunicação, como telefones celulares.

Estão envolvidos na ação, o Exército Brasileiro através da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada – Brigada Guaicurus -, policiais militares do 17º Batalhão de Choque da Capital e 3º Batalhão de Dourados, Policia Civil, Corpo de Bombeiros, DOF (Departamento de Operações de Fronteira), agentes penitenciários e policiais rodoviários federais.

A PED convive há anos com problemas de superlotação e possui criminosos de alta periculosidade cumprindo pena no local. São mais de 2,5 mil internos em espaço onde deveria abrigar aproximadamente 700.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUA DE MEL
Atleta do nado curte dia de sol nas Maldivas
DOURADOS
Prefeita recebe Udam e destaca trabalho conjunto com presidentes de bairros
ASSEMBLEIA
Executivo envia três projetos à Casa de Leis nesta quarta-feira
FUTSAL
Presidente Vargas é campeão do Estadual feminino
BRASIL
CCJ dá início à tramitação da PEC que acaba com foro privilegiado
SAÚDE
"Ônibus da Saúde" leva atendimento oncológico até Fátima do Sul no próximo sábado
EDUCAÇÃO FÍSICA
Participantes do Desafio 15 Dias do Jorjão perderam 332 quilos
ECONOMIA
Dólar cai e volta a R$ 3,23 com exterior e à espera de reforma da Previdência
DOURADOS
Délia recebe entidades conveniadas e garante manter parcerias
DOURADOS
Termina amanhã as inscrições para residências no HU

Mais Lidas

DOURADOS
Homem foi executado com dois tiros e suspeita é de "guerra" entre grupos
DOURADOS
Homem é encontrado morto com tiro dentro de carro em Dourados
É OU NÃO É
Quem perder o prazo da biometria vai ter de pagar multa de R$ 150?
CANAÃ I
Homem é preso com mais de 100 porções de pasta base