Menu
Busca sexta, 17 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
APROPRIAÇÃO INDÉBITA

Carro "enrolado" é recuperado pela PRF em Dourados

06 setembro 2017 - 17h50

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou no final da tarde de terça-feira (05), em Dourados, um veículo com queixa de apropriação indébita que é crime por apoderar-se de coisa alheia móvel de que teve a guarda temporária.

A ocorrência foi na BR-163 km 267 quando os policiais deram ordem de parada ao um veículo GM/Captiva com placa aparente de Campo Grande conduzido por um homem de 30 anos tendo como passageiro um outro rapaz.

E consulta aos sistemas da PRF constatou-se que o veículo tinha registro de Apropriação Indébita na data de 1º de setembro na Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande.

O homem informou que o veículo pertence à sua namorada, que o comprou em uma garagem da capital, mas que ele não tinha o recibo de compra e venda.

O homem e o veículo foram encaminhados à Polícia Civil de Dourados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Gracyanne Barbosa ousa em posição e deixa bumbum em evidência
ASSEMBLEIA
Projeto aprovado eleva Comarca de Rio Verde à categoria de segunda entrância
TECNOLOGIA
Anatel abre consulta pública sobre uso de faixa de frequência para 5G
JUCEMS
MS abriu mais de 500 empresas em julho
FLAGRANTE
Polícia prende em Corumbá foragido da Justiça do Maranhão
ELEIÇÕES 2018
TSE nega participação de Lula em debate na TV amanhã
ESPECIALIZAÇÃO
IFMS abre matrícula para especialização em Docência para Educação Profissional
ENSINO SUPERIOR
Estudantes que vão concluir graduação já podem se cadastrar no Enade 2018
REAJUSTE SALARIAL
Frentistas de MS tentam reajuste salarial desde 1º de março
COTAÇÕES
Dólar tem leve alta e volta ao patamar de R$ 3,90 com incerteza eleitoral

Mais Lidas

DOURADOS
Madrasta de criança morta é autuada por homicídio
DOURADOS
Além da madrasta, delegado autua o pai e ambos responderão pela morte de criança
DOURADOS
Criança de 1 ano teve trauma no tórax e laceração hepática
DOURADOS
Criança possuía lesões na cabeça e pescoço e polícia investiga o caso