Menu
Busca sábado, 23 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221

Campanha arrecada doações para o Lar Ebenézer de Dourados

02 junho 2011 - 09h27

Uma campanha diferente está sendo realizada por uma rede de supermercados de Dourados em prol do Lar Ebenézer (Associação Evangélica Douradense de Assistência Social), casa de acolhida de menores vítimas de violência domestica, enviadas através do Conselho Tutelar e Vara da Infância e Juventude.

Sacolas do Supermercado trazem a seguinte mensagem “Ajude Mudar a Historia de Várias Crianças da Grande Dourados. Sua contribuição é muito importante”.

A ideia e execução partiu da rede de Supermercados ABV Dourados, em dar sua contribuição, para divulgar o trabalho e arregimentar novos doadores e patrocinadores, padrinhos para o Lar Ebenezer, contribuindo de forma direta e indiretamente na formação das crianças e adolescentes ali acolhidas, preparando-as para a reintegração na família e na sociedade de forma útil e produtiva.

Segundo a presidente da instituição, Mariúcia Bezerra Inácio a campanha feita pela rede de Supermercado vem acontecendo desde 2010, e as sementes começam a dar frutos, uma vez que a entidade é divulgada e os consumidores se valem do endereço e telefone da Entidade para contato e contribuição, estampados nas sacolas do supermecado ABV.

Para conhecer o trabalho da instituição, visitem “in loco” as dependências do Lar Ebenezer, localizada na Rua 20 de Dezembro nº 3.170, telefone(67) 3425-4118- (Próximo ao Trevo da Bandeira).

As doações ou contribuições podem ser realizadas através dos telefones – (67)- 3425-4518 e nas contas correntes abaixo:

No Banco HSBC
AG. 0234
C\C. 48.464-20

Banco Bradesco
AG. 0189
C/C. 053.347-5

Caixa econômica Federal
AG. 2052
C\C. 126-4



###Conheça o Lar Ebenézer.

Com 23 anos de existência a entidade que trabalha na acolhida de meninas de 4 a 12 anos, de idade, entretanto, podem permanecer mesmo se superarem a idade limite, até efetivamente encontrarem um encaminhamento seguro, na vida, em família e sociedade.

As acolhidas, normalmente são vítimas de violência domestica, sevícias, abusos ou órfãs, tirando-as das ruas e lhes proporcionando uma oportunidade de ser útil a sociedade, dando atendimento desde alimentação, saúde, formação moral, educacional, religiosa e profissional.

A Entidade sobrevive de doações de todos os seguimentos da sociedade douradense, dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais, do Ministério Público Estadual e Procuradoria do Trabalho, além de verbas de convênios.

De acordo com Mariúcia “a finalidade da instituição é realizar um trabalho de formação e preparo para as crianças e adolescentes discriminadas e que fatalmente se não socorridas e não orientadas cairiam na prostituição, marginalidade ou vícios, aumentando a estatística da marginalidade, ante a crise social que passa o país, em especial envolvendo menores. E, através desse trabalho preparar vidas para serem úteis a sociedade”, disse ela.


Maiores informações:
Telefones para contato:
Mariúcia (Presidente) _ (67) - 3422 – 7055 - (67) 9971- 4761 – (67) 9979-5151

Lar Ebenezer (Cleire) – (67)- 3425- 4118

Deixe seu Comentário

Leia Também

AMAMBAI
Homem é preso em ônibus com mala recheada de maconha
SORTEIO
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 37 milhões neste sábado
CENTRO
Homem tem moto furtada próximo ao transbordo de Dourados
PONTA PORÃ
Três são presos com carro roubado e mais de meia tonelada de droga
DOURADOS
Sensação térmica 'bate' 30,5°C nas primeiras horas do sábado
RODOVIA
Colisão traseira deixa três feridos na MS-276
PREVISÃO DO TEMPO
Sabadão promete ser quente em Dourados; chove à tarde e à noite
IGUATEMI
Caminhoneiro morre após aro de pneu atingir a cabeça durante calibragem
DÍVIDA
Agehab notifica moradores com dívida no interior do Estado
CONGRESSO
Proposta de reforma da Previdência chega à CCJ da Câmara
Comissão é a primeira etapa da tramitação do texto

Mais Lidas

DOURADOS
Trio é preso após tentar repetir furto em loja do shopping
SIDROLÂNDIA
Colisão entre motos termina com jovem morto
DOURADOS
Desconhecido pede água, invade residência e ameaça mulher de morte para furtar celular
CAMPO GRANDE
Interno é encontrado morto dentro de cela de presídio