Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020
(67) 99659-5905

Câmara de Dourados: Legislando em causa própria, por Ivo Campos

19 maio 2011 - 11h41

A falta de bom senso chegou ao extremo na Câmara de vereadores de Dourados. Agora sem nenhum escrúpulo, os ex-suplentes de vereadores decidiram que é necessário à aprovação de uma Lei para continuar recebendo, além dos seus R$ 6 mil reais de salários, querem mais R$ 3 mil por mês de ajuda de custo. Dinheiro dos cofres públicos, que eles estão chamando de verba indenizatória.

Gente! Isso sim é um absurdo. Para quem se diziam preocupados em tirar Dourados do marasmo... Salvar Dourados da situação em que se encontra e coisa e tal... Legislar em causa própria, apenas para aumentar o saldo de sua conta bancária. Isso já é demais.

Quem não se lembra! A pouco mais de seis meses, esses mesmos ex-suplentes de vereadores estavam no meio da população torcendo para derrubar os vereadores cassados pelas operações Owari e Uraganos. Agora, subestimam a inteligência dos cidadãos douradenses, tentando aumentar seus próprios salários, com essa tal de verba indenizatória.

Vai ser cara de pau longe de Dourados. Essa verba indenizatória deve ser para comprar “óleo de peroba”. Isso mesmo. Porque eles não têm um pingo de respeito com a população. Se não estão contentes com o salário que já estão recebendo da população, entregue o cargo para outro suplente, porque dessa maneira fica difícil falar em melhorar e moralizar o serviço público.

Se a sociedade não se mobilizar até segunda feira-feira dia 23 de maio, é claro que vão aprovar esse absurdo. Portanto, Comitês de defesa do cidadão, os Sindicatos de trabalhadores e patronais, as associações de moradores, as igrejas e toda a sociedade organizada, deve comparecer na sessão da Câmara para impedir que o dinheiro público vá para o bolso daqueles que se dizem representantes da população.

O jornal eletrônico MIDIAMAX do dia 18 de maio de 2011, divulgou esse tema com a seguinte manchete: “Câmara de Dourados “legaliza” verba indenizatória que garante R$3 mil por mês a cada vereador” o corpo da matéria diz o seguinte: A Câmara Municipal de Dourados resolveu legalizar através de um projeto de lei uma prática que dura cerca de uma década e que garante a cada um dos doze vereadores uma verba de R$ 3 mil mensais para o pagamento de despesas com combustível, fotocópias, aluguel, conta de telefone celular, para uso pessoal.

A verba poderá ser usada para compra de móveis e utensílios, pagamento de taxa de condomínio, IPTU, água, luz, energia elétrica e telefone fixo do escritório do vereador, revista, TV a cabo, alimentação, peças e acessórios para veículos, etc.

Não seria melhor o Tribunal de Conta do Estado fazer uma varredura dentro dessa Câmara de Vereadores e exigir a devolução de toda essa verba que foi ilegalmente parar nos bolsos de tantos vereadores, ao longo desses dez anos. Penso que a população deveria solicitar que os Ministérios Públicos, através dos Promotores fizessem alguma coisa para acabar com essa farra com o dinheiro arrecadado dos nossos impostos. Porque enquanto vereadores tentam manobras para aumentar seus ganhos, a Prefeitura fala que não tem recurso para se investir em saúde, educação e tantos outros setores.

Realmente esse modelo de parlamento brasileiro está muito ruim. Tem país, que vereadores e deputados nem salários recebem. E os nossos representantes ganham bem e ainda aumenta o seu salário ao bel prazer. Enquanto isso o piso salarial dos professores não chega a 800 reais. E os que se dizem representantes do povo querem receber só de salários aproximados dez mil reais. Vamos acabar com essa palhaçada! É por isso que a população brasileira e principalmente a douradense está injuriada da política e dos políticos.

Engraçado. Ao invés de acabar com essa prática que já dura cerca de dez anos na Câmara de Vereadores, querem é a legalização do absurdo. Não basta o salário de R$ 6 mil pago pela população e outras vantagens...?


( * ) Professor da Rede Municipal de Educação
campivo@homail.com


Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Menina de 7 anos sofreu ferimento no rosto ao cair de muro, diz polícia
AJUDA NA PANDEMIA
Câmara aprova auxílio emergencial para trabalhadores do esporte
CASSILÂNDIA
Motorista é preso após entrar na contramão, atropelar ciclista
EDUCAÇÃO
Unidade 1 da UFGD está atendendo, de forma restrita, pela recepção
GREVE
Funcionários dos Correios acatam decisão judicial e voltam ao trabalho
EDUCAÇÃO
UEMS prorroga até esta quarta-feira a eleição da Comissão Permanente
SAÚDE
Justiça libera recursos para compra de medicamento para o bebê Írio
PONTA PORÃ
Polícia Federal apreende 42 quilos de cocaína na região de fronteira
CAMPO GRANDE
Cabeleireiro encontrado em córrego sofria de depressão e deixa filha de 12 anos
JUDICIÁRIO
Vendedores de imóvel devem restituir valor da entrada de contrato rescindido

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista bêbado atropela cinco pessoas que voltavam da igreja no Novo Horizonte
DOURADOS
Após bebedeira, homem é assassinado por “dar em cima” de esposa do acusado
DOURADOS
Motorista que fez 'strike' e atropelou cinco no Novo Horizonte é levado à PED
DOURADOS
Carro carregado com calhas capota após colisão e mulher fica ferida