Menu
Busca sexta, 14 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

Bebeto quer explicações sobre a produção de etanol e açúcar

03 maio 2011 - 14h54

03/05/2011 15h53 - Atualizado em 03/05/2011 15h53

# Bebeto quer explicações sobre a produção de etanol e açúcar

Administrador

O vereador Bebeto (PDT) encaminhou na sessão de ontem, na Câmara Municipal, requerimento ao Governo do Estado, solicitando à Seprotur (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo), informações sobre a produção de etanol em Mato Grosso do Sul.

O documento visa esclarecer à população de Dourados e do Estado, de que forma vem se desenvolvendo a produção do combustível, haja vista estarmos atravessando um período considerado delicado no que diz respeito ao fornecimento do combustível pelas usinas instaladas no Estado. “Vemos pelos noticiários e até mesmo no dia-a-dia que os preços dos combustíveis vêm
tendo um aumento significativo, pesando de forma considerável no orçamento da população que, vivendo num estado eminentemente produtor de etanol é obrigada a pagar preços bem acima do que se esperava”, aponta o vereador douradense.

Segundo Bebeto, é corrente hoje que “as usinas estão preferindo investir pesado na produção do açúcar que, segundo consta, está com preços mais convidativos no mercado internacional e com isso, a redução na produção do combustível vem sendo justificada por uma suposta queda na safra, algo que muitas pessoas não acreditam, já que continuam os trabalhos de colheita e plantação da cana-de-açúcar”, diz o parlamentar.

Para ele, é preciso que o Governo do Estado busque levantar o que realmente está acontecendo, para que os cidadãos não sejam obrigados a “pagar a conta” de algo que não lhes é de responsabilidade. “As usinas, para se instalarem no Estado, são beneficiadas com diversos incentivos e deveriam, em primeiro lugar, preservar a produção. Os Governos Federal e Estadual ao concederem benefícios, pedem em contrapartida que não aconteçam reajustes sem respaldo
real e que o cidadão seja beneficiado, mas o que podemos perceber é que o consumidor tem sido relegado a um segundo plano”, lamenta.

“Com o encaminhamento deste pedido de informações, esperamos que a resposta aconteça de forma rápida e que, se comprovado que realmente está sendo desvirtuado o foco principal da produção, medidas urgentes e rígidas sejam tomadas, para que depois não sejamos obrigados a ter que aceitar que índices em geral, como por exemplo o da inflação, sejam considerados normais e
tragam prejuízos para a comunidade”, encerra o vereador Bebeto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Adolescente de 15 anos é assassinado em aldeia de Douradina
JUSTIÇA
Ex-companheiro que permaneceu no imóvel do casal deve prestar contas
NOVA ANDRADINA
Carreta carregada com plumas de algodão pega fogo na BR-267
VILA CACHOEIRINHA
Preso após quebrar vidraça de sorveteria é reconhecido por vítima de furto
ALDEIA BORORÓ
Primos são suspeitos de tentar estuprar criança de 8 anos em Dourados
DOURADOS
Condenado por roubo é detido após furtar queijo e detergente de mercado
CRIME AMBIENTAL
Dono de chácara leva multa de R$ 3 mil por derrubar árvores sem licença
RIBAS DO RIO PARDO
Em liberdade provisória, mulher acaba presa por tráfico de drogas
FUTEBOL
Bayern humilha o Barcelona e se classifica para as semis da Champions
REGIÃO
Homem quebra tornozeleira eletrônica de propósito para voltar para cadeia

Mais Lidas

DOURADOS
Preso no Ipê Roxo era investigado desde fevereiro por estupro do sobrinho
VIDA NOTURNA
“Estão passando fome”: profissionais do sexo sofrem com a pandemia em Dourados
DOURADOS
Com gritos de "pega ladrão", grupo é flagrado furtando carro no Jardim Paulista
DOURADOS
Decreto deve autorizar volta de cursos profissionalizantes e atividades práticas de universidades