Menu
Busca terça, 25 de setembro de 2018
(67) 9860-3221

Bebeto quer explicações sobre a produção de etanol e açúcar

03 maio 2011 - 14h54

03/05/2011 15h53 - Atualizado em 03/05/2011 15h53

# Bebeto quer explicações sobre a produção de etanol e açúcar

Administrador

O vereador Bebeto (PDT) encaminhou na sessão de ontem, na Câmara Municipal, requerimento ao Governo do Estado, solicitando à Seprotur (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo), informações sobre a produção de etanol em Mato Grosso do Sul.

O documento visa esclarecer à população de Dourados e do Estado, de que forma vem se desenvolvendo a produção do combustível, haja vista estarmos atravessando um período considerado delicado no que diz respeito ao fornecimento do combustível pelas usinas instaladas no Estado. “Vemos pelos noticiários e até mesmo no dia-a-dia que os preços dos combustíveis vêm
tendo um aumento significativo, pesando de forma considerável no orçamento da população que, vivendo num estado eminentemente produtor de etanol é obrigada a pagar preços bem acima do que se esperava”, aponta o vereador douradense.

Segundo Bebeto, é corrente hoje que “as usinas estão preferindo investir pesado na produção do açúcar que, segundo consta, está com preços mais convidativos no mercado internacional e com isso, a redução na produção do combustível vem sendo justificada por uma suposta queda na safra, algo que muitas pessoas não acreditam, já que continuam os trabalhos de colheita e plantação da cana-de-açúcar”, diz o parlamentar.

Para ele, é preciso que o Governo do Estado busque levantar o que realmente está acontecendo, para que os cidadãos não sejam obrigados a “pagar a conta” de algo que não lhes é de responsabilidade. “As usinas, para se instalarem no Estado, são beneficiadas com diversos incentivos e deveriam, em primeiro lugar, preservar a produção. Os Governos Federal e Estadual ao concederem benefícios, pedem em contrapartida que não aconteçam reajustes sem respaldo
real e que o cidadão seja beneficiado, mas o que podemos perceber é que o consumidor tem sido relegado a um segundo plano”, lamenta.

“Com o encaminhamento deste pedido de informações, esperamos que a resposta aconteça de forma rápida e que, se comprovado que realmente está sendo desvirtuado o foco principal da produção, medidas urgentes e rígidas sejam tomadas, para que depois não sejamos obrigados a ter que aceitar que índices em geral, como por exemplo o da inflação, sejam considerados normais e
tragam prejuízos para a comunidade”, encerra o vereador Bebeto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Início do horário de verão é confirmado para o dia 04 de novembro
LEGISLATIVO
Câmara de Dourados aprova Programa de Recuperação Fiscal durante sessão ordinária
CÂNCER
Justiça manda município fornecer medicamento de alto custo
ECONOMIA
Dólar fecha em leve queda de olho em exterior e cenário eleitoral
RECURSO NEGADO
STF manda prender Acir Gurgacz, candidato ao governo de Rondônia
DOURADOS
Palestra alerta sobre casos de depressão entre estudantes universitários
ELEIÇÕES 2018
Eleitor escolherá seis candidatos e deve se atentar a nova ordem de votação
AQUIDAUANA
Pescadores são autuados em R$ 6,7 mil com petrecho proibido, pescado, tarrafas e três veículos
JOGOS ESCOLARES
Delegação do MS embarca para fase regional em SC
CAMPO GRANDE
Companhia diz que aeronave alterou voo para manutenção

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescente é encontrado baleado na rua e morre no HV
DOURADOS
Justiça mantém flagrante, mas concede liberdade a suspeita de alterar cena do crime
DOURADOS
Polícia encontra bilhete com “mula” e fecha entreposto de drogas no Estrela Porã
OPERAÇÃO REMAKE
Gaeco cumpre mandados e apura desvio de R$ 670 mil em sindicato