Menu
Busca domingo, 20 de maio de 2018
(67) 9860-3221
SICREDI

Bebeto quer explicações sobre a produção de etanol e açúcar

03 maio 2011 - 14h54

03/05/2011 15h53 - Atualizado em 03/05/2011 15h53

# Bebeto quer explicações sobre a produção de etanol e açúcar

Administrador

O vereador Bebeto (PDT) encaminhou na sessão de ontem, na Câmara Municipal, requerimento ao Governo do Estado, solicitando à Seprotur (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo), informações sobre a produção de etanol em Mato Grosso do Sul.

O documento visa esclarecer à população de Dourados e do Estado, de que forma vem se desenvolvendo a produção do combustível, haja vista estarmos atravessando um período considerado delicado no que diz respeito ao fornecimento do combustível pelas usinas instaladas no Estado. “Vemos pelos noticiários e até mesmo no dia-a-dia que os preços dos combustíveis vêm
tendo um aumento significativo, pesando de forma considerável no orçamento da população que, vivendo num estado eminentemente produtor de etanol é obrigada a pagar preços bem acima do que se esperava”, aponta o vereador douradense.

Segundo Bebeto, é corrente hoje que “as usinas estão preferindo investir pesado na produção do açúcar que, segundo consta, está com preços mais convidativos no mercado internacional e com isso, a redução na produção do combustível vem sendo justificada por uma suposta queda na safra, algo que muitas pessoas não acreditam, já que continuam os trabalhos de colheita e plantação da cana-de-açúcar”, diz o parlamentar.

Para ele, é preciso que o Governo do Estado busque levantar o que realmente está acontecendo, para que os cidadãos não sejam obrigados a “pagar a conta” de algo que não lhes é de responsabilidade. “As usinas, para se instalarem no Estado, são beneficiadas com diversos incentivos e deveriam, em primeiro lugar, preservar a produção. Os Governos Federal e Estadual ao concederem benefícios, pedem em contrapartida que não aconteçam reajustes sem respaldo
real e que o cidadão seja beneficiado, mas o que podemos perceber é que o consumidor tem sido relegado a um segundo plano”, lamenta.

“Com o encaminhamento deste pedido de informações, esperamos que a resposta aconteça de forma rápida e que, se comprovado que realmente está sendo desvirtuado o foco principal da produção, medidas urgentes e rígidas sejam tomadas, para que depois não sejamos obrigados a ter que aceitar que índices em geral, como por exemplo o da inflação, sejam considerados normais e
tragam prejuízos para a comunidade”, encerra o vereador Bebeto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIA DE SORTE
Primeiro concurso de nova loteria sai para apostador do PR
DEMANDA
Procura por vacina contra a gripe aumenta 142% em Dourados
FRONTEIRA
Identificado homem executado em 'favelinha'
ESTADUAL SUB-17
Operário vence Novo e Náutico massacra Maracaju
ABUSOS
Audiência mostra números preocupantes de violência e exploração sexual de menores em MS
ELEIÇÕES
Vinte milhões de venezuelanos vão às urnas neste domingo
ELEIÇÕES 2018
Pré-candidato à presidência desembarca amanhã em MS
BRASILEIRÃO
Clássico "san-são" e outros cinco jogos pela 6ª rodada
BATAGUASSU
Homem é encontrado desacordado, nu e ferido após ter casa invadida
PONTA PORÃ
Imagens de satélite denunciam e fazendeiro é multado em R$ 21 mil por desmatamento ilegal

Mais Lidas

FRONTEIRA
Homem é executado por pistoleiros em "Favelinha" de Ponta Porã
PARAGUAI
Homem é enforcado e tem corpo abandonado em estrada vicinal
AMAMBAI
Polícia apreende mais de três toneladas e maconha na fronteira
DOURADOS
Polícia civil de Dourados registra quatro assaltos em 24 horas