Menu
Busca sábado, 17 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Bancada de MS terá que "brigar em Brasília" para garantir hospital da mulher e da criança

20 julho 2019 - 11h45Por André Bento

A bancada federal de Mato Grosso do Sul terá que brigar muito em Brasília para garantir a conclusão do Hospital da Mulher e da Criança em Dourados. Essa avaliação é do secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, que manifestou preocupação com o bloqueio feito pelo Ministério da Economia de R$ 20 milhões que seriam destinados à obra.

Neste sábado (20), pouco depois de licenciar-se do mandato de deputado federal que ocupou por um dia, ele declarou ao Dourados News que metade dos R$ 10 milhões sob responsabilidade da Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) está garantida, mas para os trabalhos continuarem a bancada terá que trabalhar pela liberação da outra parte e de R$ 6 milhões adicionais para concluir a primeira etapa, orçada inicialmente em R$ 36 milhões.

Essas informações foram apuradas pelo secretário em conversa com o general Oswaldo de Jesus Ferreira, presidente da Ebserh, gestora do HU-UFGD (Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados), onde será instalada a unidade da Mulher e da Criança.

“Minha preocupação é que tenhamos esses recursos adicionais para terminar essa etapa. Foi garantido pelo presidente da Ebserh que dos R$ 10 milhões que havia compromisso, vai liberar R$ 5 milhões agora para obra ter continuidade e a bancada vai trabalhar para liberar os outros R$ 5 milhões e os R$ 6 milhões adicionais para concluir a primeira etapa que custará em torno de R$ 36 milhões”, detalhou Geraldo.

Segundo ele, a princípio esse bloqueio de R$ 20 milhões anunciado pela União não deve afetar os trabalhos. “Isso é normal em todo governo. O governo faz contingenciamento no início do ano e verifica com estão se comportando as receitas e despesas. Se estiver indo bem ele libera no final do ano os recursos adicionais. No caso do corte da emenda não impositiva, basta a bancada que tem preocupação com Dourados poder fazer a recomposição dessa emenda para que, no final do ano, se houver bom comportamento da receita, ser possível solicitar que ela seja empenhada”, detalhou.

Gerado afirma que dos R$ 20 milhões obtidos através de emenda nos últimos anos do mandato anterior, apenas R$ 6 milhões estão disponíveis atualmente, situação que preocupa porque a obra entra em fase de mais gastos.

“Estou preocupado sim, estive inclusive com a senadora Soraya Thronicke [PSL]. Tenho buscado agora na minha ausência em Brasília, já que optei por servir ao Mato Grosso do Sul como secretário de Saúde atendendo convite do governador, que a senadora Soraya Thronicke fosse a madrinha do Hospital da Mulher e da Criança. Ela esteve comigo e está assumindo essa luta para que a gente possa terminar a primeira etapa da obra que está em andamento”, declarou.

Mesmo com as obras em estado avançado e a previsão de concluir a primeira etapa em 2020, Geraldo diz ser fundamental o empenho da bancada federal. “São R$ 20 milhões contingenciados, mas esse recurso pode ser trabalhado para que empenhe parte para licitação e conclusão da segunda etapa e conclusão. A obra está bastante avançada e espero que até meados do ano que vem seja concluída se a gente tiver os recursos pleiteados em Brasília”, opinou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Mia Khalifa cria atrito no pornô internacional ao renegar passado na indústria
ESCOLARES
Modalidades individuais dos Jogos Escolares da Juventude terão como sede Corumbá e Nova Andradina
EMPREGO
MS tem a 4ª menor taxa de desocupação do país no segundo trimestre de 2019, diz IBGE
BRASIL
Remédio para cólica menstrual tem efeito para tratar esquistossomose
DOURADOS
Acidente com morte pode ter ocorrido após motociclista ser fechado por carro
GUIA LOPES
Homem é flagrado com couro de onça e multado pela PMA
BR-163
Passageira morre após homem colidir moto contra placa de sinalização em Dourados
MELHOR IDADE
Confira os vencedores da etapa do voleibol adaptado e bocha
ESTELIONATO
Homem perde R$ 14 mil ao cair em golpe pela internet
CAMPO GRANDE
Decisão anula TAC que estabelece remoção de empresas de antigo lixão

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia apresenta dupla presa por envolvimento em sequestro e identifica resto do bando
DOURADOS
Defensoria flagra pacientes sem água e comida no Hospital da Vida
POLÍCIA
Após denúncias, trio é preso por tráfico na Vila Cachoeirinha
DOURADOS
Um ano após crime, TJ ainda vai decidir se pai e madrasta vão a júri por morte de bebê