Menu
Busca Segunda, 23 de Outubro de 2017
(67) 9860-3221
Vertigo
APLICATIVOS

Audiência pública discute a regulamentação do Uber em Dourados

20 Março 2017 - 09h41

Uma Audiência Pública que será realizada no dia 30 de março, vai discutir a regulamentação de transporte por aplicativos em Dourados. O evento acontece a partir das 19 horas na Câmara Municipal. A proposição é da vereadora Daniela Hall (PSD).

Com o tema "Uber e Aplicativos Similares: Proibir ou Regulamentar?" a audiência reunirá sindicatos e entidades ligadas ao comércio, taxistas, mototaxistas, além do Ministério Público Estadual, Ordem dos Advogados do Brasil, membros da Applic (Associação dos Parceiros de Aplicativos e de Motoristas de Transporte de Passageiros e Motoristas Autônomos de Mato Grosso do Sul), além da sociedade em geral.

A vereadora convida a população para participar do evento. Para Daniela Hall esse assunto deve ser discutido amplamente, levando-se em consideração as necessidades da população, a mobilidade urbana e a garantia de prestação de um serviço seguro e de qualidade.

Segundo Daniela, a Lei nº 4.084 publicada no dia 10 de fevereiro no Diário Oficial do Município, aprovada pela Câmara de Vereadores em 2015, e que proíbe o uso de carros particulares cadastrados em aplicativos para o transporte remunerado individual de pessoas, teve que ser promulgada pela Câmara de Vereadores para cumprir o que determina a legislação vigente.

No entanto, a vereadora avalia que o projeto foi elaborado em um período em que ainda não haviam garantias de segurança e caso esse modelo viesse a ser implementado em Dourados poderia colocar pessoas em risco. "Foi um projeto de lei aprovado no passado, mas que não reflete a realidade dos dias atuais. Precisamos rediscuti-la com a sociedade, já que muitos segmentos apontam prejuízos com a proibição da atividade.

Por outro lado também estamos dispostos a verificar as dificuldades apontadas por segmentos como os taxistas. Nosso objetivo é encontrar uma saída justa para todos", destaca.

###PROJETO DE LEI
Segundo a vereadora Daniela Hall, se ficar definido na audiência que se faz necessária a regulamentação do serviço de transporte por aplicativo, ela pretende apresentar um projeto de lei que garanti a segurança aos usuários e a igualdade entre os serviços de transporte.

Dentre as normativas que poderão ser apresentadas, uma estabelece que os motoristas de carona remunerados terão 180 dias para regularização nos órgãos competentes. Já o alvará concedido aos profissionais aptos a atuarem por meio de aplicativos será individual e registrado pelo CPF, na condição de um veículo por pessoa. Os carros contarão com um selo para identificação e não terão placas especiais. Os interessados terão 90 dias para fazer o cadastro.

###ENTIDADES
As entidades participantes são: Sintaxi, Sindmotodou, MPE, OAB, Aced, Agetran, CDL, Applic, Sindicom, Detran de Dourados e universidades.


Deixe seu Comentário

Leia Também

PAVIMENTAÇÃO
Delia viabiliza R$ 1 milhão com Mandetta para asfalto do Jequitibás
BENEFÍCIO
UFGD abre nesta segunda-feira inscrições para Auxílio Transporte
JOÃO PAULO II
Usuário “denuncia” e PM fecha boca de fumo no João Paulo
JARDIM NOVO HORIZONTE
Homem executado em Dourados possuía passagens pela polícia
TELEVISÃO
'Dança dos Famosos': Raul Gazolla e Thiago Pereira deixam a competição
ESPORTES
Olimpíadas do Servidor seguem com inscrições abertas até amanhã
MEIO AMBIENTE
Foragido da justiça é preso após denúncia de infração ambiental
CONCURSO
IBGE abre hoje processo seletivo para 1.152 vagas temporárias de recenseador
POLÊMICA
Nova lista suja do trabalho escravo tem 132 empresas
DOURADOS
Lúcio Damália é eleito para mais um mandato no Sindicato Rural

Mais Lidas

JARDIM NOVO HORIZONTE
Homem é executado com vários tiros em Dourados
APÓS FUGA
Dupla é presa por porte ilegal e efetuar disparos em via pública
ZONA RURAL
Grupo armado sequestra casal, mulher foge e homem está desaparecido
AMAMBAI
Acidente na rodovia MS-156 mata universitário de 30 anos