Menu
Busca sexta, 03 de julho de 2020
(67) 99659-5905

Ato público amanhã lembra Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

09 junho 2011 - 16h14

A Prefeitura de Dourados, através da secretarias de Educação e de Assistência Social, promove nesta sexta-feira, às 8h, na Praça Antônio João, um ato público para lembrar o Dia Mundial e Nacional de Combate ao Trabalho Infantil. O evento, em parceria com o Ministério do Trabalho e Ministério Público do Trabalho, terá discursos de autoridades sobre o trabalho infantil, apresentação cultural das crianças do Peti e panfletagem.



Comemorada todos os anos no dia 12 de junho, a data marca a adoção simbólica da Convenção nº 182 da OIT (Organização Internacional do Trabalho), que trata da proibição das piores formas de trabalho infantil.



A data se tornou nacional por força da Lei nº 11.542, de 12 de novembro de 2007, que institui o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Infantil.



Conscientização

O Dia Nacional de Combate do Trabalho Infantil constitui-se como um momento de sensibilização, mobilização e potencialização dos esforços empreendidos no combate e prevenção do trabalho infantil no Brasil, objetivando conscientizar a sociedade quanto aos malefícios do trabalho precoce.



Segundo Ministério Público do Trabalho, no Brasil ainda existem milhões de crianças e adolescentes que trabalham e que são privados de direitos básicos, como educação, saúde, lazer e liberdades individuais. Muitas, ainda, estão expostas às piores formas de trabalho infantil, sendo envolvidas em atividades que prejudicam de forma irreversível seu desenvolvimento físico, psicológico e emocional.



LEGISLAÇÃO

No Brasil, o trabalho é proibido a menores de 16 anos – salvo na condição de aprendiz, a partir dos 14 anos. Os adolescentes na faixa etária de 16 a 18 anos podem trabalhar, mas com restrições: o trabalho não pode ser noturno (entre as 22h e 5h), insalubre, perigoso, penoso, realizado em locais prejudiciais à sua formação e ao seu desenvolvimento físico, psíquico, moral e social, nem realizado em horários e locais que não permitam a frequência à escola.



ESTATÍSTICAS

De acordo com a mais recente Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), em 2009 o Brasil mantinha cerca 4,3 milhões de crianças e adolescentes na faixa etária de 5 a 17 anos trabalhando.



Em 2010, as ações fiscais empreendidas pelo corpo de Auditores-fiscais do Trabalho afastaram 5.620 crianças e adolescentes do trabalho no Brasil. Destes, 522 em Mato Grosso do Sul.



Até o mês de maio deste ano já foram efetuados 3.705 afastamentos de crianças e adolescentes do trabalho no Brasil – 332 em MS.



As ações fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego objetivam afastar do mercado de trabalho crianças e adolescentes precocemente nele inseridas, prevenir o trabalho infantil e proteger os direitos do trabalhador adolescente.



As informações coletadas pelos Auditores-fiscais do Trabalho são repassadas aos Conselhos Tutelares, às Secretarias Municipais de Assistência Social, ao Ministério Público Estadual e ao Ministério Público do Trabalho, dependendo da situação encontrada.



O principal objetivo dos encaminhamentos é que as crianças e adolescentes afastados do trabalho sejam incluídos em programas de assistência social, educação e aprendizagem, de acordo com o caso. As informações são registradas também no Sistema de Informações sobre Focos de Trabalho Infantil (SITI) acessado no endereço http://sistemasiti.mte.gov.br

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
Índices de roubos e furtos em MS continuam em queda durante isolamento social
INFORME PUBLICITÁRIO
União Pneus é melhor opção de recauchutagem e consertos há quase quatro décadas
INFORME PUBLICITÁRIO
Quero Bolsa oferece até 50% de desconto para estudar na UCDB
SISU 2020
Consulta de vagas do sistema está disponível; inscrições ocorrerão de 7 a 10 de julho
PRÊMIOS
Loteria Federal retoma sorteios amanhã
BRASIL
Pandemia vai afetar todas as áreas da educação no país, diz Inep
MATO GROSSO DO SUL
Povo terena celebra asfalto após 40 anos de luta
CAMPO GRANDE
Justiça concede R$ 300 mil a membros de família sobreviventes de acidente
CORUMBÁ/LADÁRIO
Carros de aplicativos são autuados durante fiscalização
PANDEMIA
Assembleia oficializa calamidade pública em Pedro Gomes, Deodápolis e Ivinhema

Mais Lidas

DOURADOS
Decretos sobre aglomerações, igrejas e comércio terão mais 10 dias de vigência
PANDEMIA
Dourados tem quatro mortes por Covid em 24 horas, uma das vítimas médico
DOURADOS
Comerciante encontra homem morto ao chegar para abrir estabelecimento
20 VEÍCULOS
"Bonde do contrabando" é apreendido abarrotado de produtos do Paraguai