Menu
Busca terça, 19 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221

Atentado violento ao pudor é registrado em Dourados

01 agosto 2006 - 16h42

Foi realizada no Distrito Policial de Dourados, uma denúncia de maus tratos e atentado violento ao pudor contra uma criança de 8 anos de idade.
Segundo o boletim de ocorrência, há alguns dias o padrasto do garoto aproveitou que a mãe estava em um hospital cuidando da avó e levou o garoto a sala da casa onde moram. Ele teria tirado a roupa da vítima e passado o pênis no ânus do menino. A criança afirmou na polícia que não houve penetração.
No último dia 26, o padrasto teria obrigado o garoto a masturbá-lo enquanto a mãe do menor não estava em casa. Segundo o boletim, a mãe do garoto estava na igreja durante o tempo em que o pai praticou os atos. Relatos dão conta que a vítima apanhava com freqüência do padrasto e que por conta dos maus tratos físicos e morais estava com dificuldades escolares.
O caso será investigado pela Polícia Civil de Dourados. (Juliana Oliveira)

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Adolescente nega ter estuprado irmãos e é liberado
EM BRASÍLIA
Secretário discute integração de órgãos de segurança pública
POLÍTICA
Bolsonaro assina Projeto de Lei Anticrime
GERAL
Concurso da Educação registra 18% de abstenção para administrativos e 2% para o Magistério
DOURADOS
Jornalistas planejam programação de 30 anos do Sinjorgran
DOURADOS
Candidato à reeleição da Cassems, Ayache fala sobre conquistas e propostas na nova gestão
OPERAÇÃO FANTOCHE
Alvo da PF, Fiems diz que federais buscavam informações sobre contratos entre 2010 e 2013
SAÚDE
SUS oferece atendimento gratuito às pessoas que sofrem com alcoolismo
CHEIRO DE POLÊMICA?!
Zé Loreto é criticado por suposto caso com Marina Ruy Barbosa
DOURADOS
Promotores vão à Câmara entregar documentos de investigação contra vereadores

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Motociclista atropela, mata criança de 1 ano em Dourados e foge do local
DOURADOS
Motorista tenta desviar de outro veículo e bate carro em árvore
NOVA ANDRADINA
Mãe de 16 anos mata filha de apenas 21 dias
DOURADOS
Um ano após pedido de demissão, ex-secretário de Délia retorna à prefeitura