Menu
Busca segunda, 19 de novembro de 2018
(67) 9860-3221

Artuzi pode ser preso pelo crime de racismo

17 maio 2011 - 10h11

O Ministério Público Estadual deu entrada em uma ação penal que pede que o ex- prefeito de Dourados, Ari Artuzi, pague, além da possível reclusão, R$ 300 mil pelo suposto crime de racismo.

A acusação é a de que o crime tenha ocorrido no dia 14 de agosto do ano passado, durante uma entrevista que ele concedeu ao Programa “Hora da Verdade”, da Rádio Grande FM. Na ocasião, Artuzi teria dito: “nóis temu fazenu serviço de genti branca; serviço de genti”.

Para o MPE, a ação incita a intolerância e o preconceito, exatamente o oposto do papel de uma figura pública.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
“Dourados Azul” segue tem programação nos bairros e distritos
PRAZO
Desligamento do sinal analógico em Dourados e região será em 15 dias
FUTEBOL DE MS
Aquidauanense vence Coxim e assume a liderança da Série B
NEGOCIAÇÃO
Procon de Dourados realiza 4ª campanha 'Saindo do Sufoco'
NOVAS DIRETRIZES
Qualquer exercício físico é melhor que nenhum
NORTE DO BRASIL
Museu da Cidade de Manaus é inaugurado 36 anos após sua idealização
PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA
Feriadão nas BR's de MS termina com quatro mortes
MODA VERÃO
Alerta de tendência: decote ombro a ombro
DOURADOS
Dicas para ter autoconfiança no processo de memorização
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
Confira essa receita de torta de quinoa com escarola

Mais Lidas

TEMPORAL
Fortes ventos derrubam mais de 30 árvores e deixa rastro de destruição em Dourados
FACADAS
Traficante brasileiro mata namorada dentro de cela no Paraguai
TEMPORAL
Ventos fortes derrubam árvores em Dourados
CACHOEIRINHA
Mulher denuncia e marido é encontrado em ponto de distribuição de drogas