Menu
Busca terça, 17 de setembro de 2019
(67) 9860-3221

Artuzi pode ser preso pelo crime de racismo

17 maio 2011 - 10h11

O Ministério Público Estadual deu entrada em uma ação penal que pede que o ex- prefeito de Dourados, Ari Artuzi, pague, além da possível reclusão, R$ 300 mil pelo suposto crime de racismo.

A acusação é a de que o crime tenha ocorrido no dia 14 de agosto do ano passado, durante uma entrevista que ele concedeu ao Programa “Hora da Verdade”, da Rádio Grande FM. Na ocasião, Artuzi teria dito: “nóis temu fazenu serviço de genti branca; serviço de genti”.

Para o MPE, a ação incita a intolerância e o preconceito, exatamente o oposto do papel de uma figura pública.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ITAPORÃ
TRE fará atendimento aos sábados para atingir meta de cadastramento
19 anos
Camisetas ingresso da 2ª Peixada do Dourados News estarão a venda na Unigran Net MasterClass
DOURADOS
Suspeito de matar pai e filho e atear fogo nos corpos é preso
CRIME AMBIENTAL
Homem é multado em R$ 7 mil por desmatamento
TEMPO
Sem chuvas há 15 dias, calor e baixa umidade permanecem em Dourados
DOURADOS
Pai e filho podem ter sido mortos após bebedeira no Panambi
DECORAÇÃO
Preguiça / medo de decorar? Deixe o papel de parede fazer o trabalho por você!
BR-463
Polícia encontra quase 300kg de maconha dentro de veículo
OPERAÇÃO BREAKING BAD
Antes de ser levada à São Paulo, cocaína passava por laboratório em MS
BRASIL
Projeto que amplia posse de arma no campo é sancionado

Mais Lidas

DOURADOS
Carro roleta Marcelino, bate em moto e deixa jovem ferida
EMPREENDENDO NO BAIRRO
Distante 8 km do Centro, moradores do Parque II só sentem falta de lotérica no comércio do bairro
IVINHEMA
Pescador encontra cadáver às margens de rio e informa a Polícia
FRONTEIRA
Empresário brasileiro atacado por pistoleiros não resiste a ferimentos e morre