Menu
Busca sábado, 21 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Artuzi pode ser preso pelo crime de racismo

17 maio 2011 - 10h11

O Ministério Público Estadual deu entrada em uma ação penal que pede que o ex- prefeito de Dourados, Ari Artuzi, pague, além da possível reclusão, R$ 300 mil pelo suposto crime de racismo.

A acusação é a de que o crime tenha ocorrido no dia 14 de agosto do ano passado, durante uma entrevista que ele concedeu ao Programa “Hora da Verdade”, da Rádio Grande FM. Na ocasião, Artuzi teria dito: “nóis temu fazenu serviço de genti branca; serviço de genti”.

Para o MPE, a ação incita a intolerância e o preconceito, exatamente o oposto do papel de uma figura pública.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Mulher morre ao bater carro na traseira de caminhão parado
SUB-19
Sete sai na frente, toma a virada e perde a liderança para o União ABC
FLAGRANTE
Maconha apreendida em Dourados deve chegar a 2t
FUTEBOL DE BASE
Fase quartas de final do Estadual Sub-17 começa neste sábado
DOURADOS
Trio armado invade lanchonete e leva dinheiro de comerciantes
DOURADOS
Polícia apreende carreta na Presidente Vargas com droga que seria levada até SP
EDUCAÇÃO
Saiba como ampliar o prazo de financiamento do Fies
ÁGUA BOA
Ferido com tiro durante comemorações na Copa é preso com drogas em Dourados
LAMA ASFÁLTICA
Advogado de Puccinelli diz que apenas defesa de Lula entra com HC no plantão
DOURADOS
Homem é preso no Água Boa com arma de uso restrito

Mais Lidas

ALBINO COM A JOAQUIM
Músico morre quatro dias após acidente no Centro de Dourados
LAMA ASFÁLTICA
Puccinelli, filho e advogado são presos na Capital
DOURADOS
Vereador é assaltado por dupla armada ao chegar em casa
CAARAPÓ
Ação conjunta prende trio suspeito de roubo a joalheria