Menu
Busca sexta, 17 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
DOURADOS

Após flagrante em líder, delegado não descarta prisão de outros sem-terra

21 setembro 2017 - 09h45

O delegado titular do 1º Distrito Policial de Dourados, Adilson Stiguivitis, afirmou que outros integrantes do MSTB (Movimento Sem-Terra Brasileiro) podem ser presos ao longo das investigações sobre a resistência do grupo numa ação de reintegração de posse de fazenda ocupada às margens da BR-463.

Na segunda-feira, segundo o boletim de ocorrência, oficiais de justiça tentavam cumprir o mandado expedido pelo judiciário no local quando grupo de 50 membros do movimento reagiram ao fato, sob ordem de Vanildo Elias de Oliveira, 43, o "Douglas", preso em flagrante na quarta-feira e indiciado por vários crimes na mesma data.

"Ele foi preso em flagrante por diversos crimes cometidos durante a ação da Justiça. As investigações continuam com objetivo de identificar os demais suspeitos para configurar a associação criminosa", comentou em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira.

Vanildo foi preso dentro de um hospital de Miranda após sair ferido de confusão ocorrida durante tentativa de ocupação do MSTB a propriedade rural na quarta-feira (20). Ele foi denunciado por desobediência, associação criminosa, danificar floresta de preservação permanente e mais três artigos de dolo qualificado no Código Penal, além de ameaça.

A prisão

Na segunda-feira, de acordo com o boletim de ocorrência, oficiais de justiça chegaram em propriedade rural ocupada pelo grupo na BR-463 com medida judicial de reintegração de posse, porém, conforme relato à polícia, Vanildo incitou aproximadamente 50 pessoas a intervir.

Na ação, eles ameaçavam atear fogo em equipamentos e, ainda conforme os oficiais, incendiaram propriedades rurais.

O fogo atingiu em torno de 300 hectares, causando prejuízo a dois produtores rurais de R$ 2 milhões, segundo denúncia feita à polícia. Dois tratores, pá carregadeira e caminhonete por pouco não foram queimadas também.

Após a confusão, as autoridades que estavam no local recuaram e registraram a ocorrência no 1º Distrito Policial de Dourados.

Na delegacia, o sem-terra, acompanhado de advogado de Brasília (DF), negou todas as acusações.

Vanildo lidera o movimento nos municípios de Dourados, Nioaque, Rio Brilhante, Ribas do Rio Pardo, Nova Andradina e Miranda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Gracyanne Barbosa ousa em posição e deixa bumbum em evidência
ASSEMBLEIA
Projeto aprovado eleva Comarca de Rio Verde à categoria de segunda entrância
TECNOLOGIA
Anatel abre consulta pública sobre uso de faixa de frequência para 5G
JUCEMS
MS abriu mais de 500 empresas em julho
FLAGRANTE
Polícia prende em Corumbá foragido da Justiça do Maranhão
ELEIÇÕES 2018
TSE nega participação de Lula em debate na TV amanhã
ESPECIALIZAÇÃO
IFMS abre matrícula para especialização em Docência para Educação Profissional
ENSINO SUPERIOR
Estudantes que vão concluir graduação já podem se cadastrar no Enade 2018
REAJUSTE SALARIAL
Frentistas de MS tentam reajuste salarial desde 1º de março
COTAÇÕES
Dólar tem leve alta e volta ao patamar de R$ 3,90 com incerteza eleitoral

Mais Lidas

DOURADOS
Madrasta de criança morta é autuada por homicídio
DOURADOS
Além da madrasta, delegado autua o pai e ambos responderão pela morte de criança
DOURADOS
Criança de 1 ano teve trauma no tórax e laceração hepática
DOURADOS
Criança possuía lesões na cabeça e pescoço e polícia investiga o caso