Menu
Busca sábado, 17 de fevereiro de 2018
(67) 9860-3221
DOURADOS

Após flagrante em líder, delegado não descarta prisão de outros sem-terra

21 setembro 2017 - 09h45

O delegado titular do 1º Distrito Policial de Dourados, Adilson Stiguivitis, afirmou que outros integrantes do MSTB (Movimento Sem-Terra Brasileiro) podem ser presos ao longo das investigações sobre a resistência do grupo numa ação de reintegração de posse de fazenda ocupada às margens da BR-463.

Na segunda-feira, segundo o boletim de ocorrência, oficiais de justiça tentavam cumprir o mandado expedido pelo judiciário no local quando grupo de 50 membros do movimento reagiram ao fato, sob ordem de Vanildo Elias de Oliveira, 43, o "Douglas", preso em flagrante na quarta-feira e indiciado por vários crimes na mesma data.

"Ele foi preso em flagrante por diversos crimes cometidos durante a ação da Justiça. As investigações continuam com objetivo de identificar os demais suspeitos para configurar a associação criminosa", comentou em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira.

Vanildo foi preso dentro de um hospital de Miranda após sair ferido de confusão ocorrida durante tentativa de ocupação do MSTB a propriedade rural na quarta-feira (20). Ele foi denunciado por desobediência, associação criminosa, danificar floresta de preservação permanente e mais três artigos de dolo qualificado no Código Penal, além de ameaça.

A prisão

Na segunda-feira, de acordo com o boletim de ocorrência, oficiais de justiça chegaram em propriedade rural ocupada pelo grupo na BR-463 com medida judicial de reintegração de posse, porém, conforme relato à polícia, Vanildo incitou aproximadamente 50 pessoas a intervir.

Na ação, eles ameaçavam atear fogo em equipamentos e, ainda conforme os oficiais, incendiaram propriedades rurais.

O fogo atingiu em torno de 300 hectares, causando prejuízo a dois produtores rurais de R$ 2 milhões, segundo denúncia feita à polícia. Dois tratores, pá carregadeira e caminhonete por pouco não foram queimadas também.

Após a confusão, as autoridades que estavam no local recuaram e registraram a ocorrência no 1º Distrito Policial de Dourados.

Na delegacia, o sem-terra, acompanhado de advogado de Brasília (DF), negou todas as acusações.

Vanildo lidera o movimento nos municípios de Dourados, Nioaque, Rio Brilhante, Ribas do Rio Pardo, Nova Andradina e Miranda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RÚSSIA 2018
Embaixadora da Copa do Mundo da Rússia visita sede da CBF
BRASIL
Previdência não será única PEC parada durante intervenção no Rio
RIO BRILHANTE
Jovem tem a casa atingida por tiros após discussão em bar por volume de som
ECONOMIA
Energia: em fevereiro bandeira segue verde para consumidores
CAMPO GRANDE
Carro de luxo com R$ 48 mil em débitos é apreendido em blitz
GRUPO B
Compromisso na Copa Verde faz FFMS alterar data de jogo do Corumbaense
BRASIL
Entenda como foi criado o horário de verão, que termina no domingo
EDUCAÇÃO
Inscrições para o Programa Vale Universidade seguem abertas
SUL DE MS
Homem morre após fugir e capotar veículo carregado com maconha
RESGATE
Casal é encontrado com vida após 10h de sequestro na Capital

Mais Lidas

QUADRILHA DESARTICULADA
Sete são presos a caminho de MS com carros roubados
TRÁFICO
Ao ser preso com cigarro de maconha, jovem denuncia "boca" no Itália
MARACAJU
Homem é assassinado brutalmente por adolescentes
DOURADOS
Reunião define critérios para lotação nas escolas da Reme