Menu
Busca quinta, 18 de outubro de 2018
(67) 9860-3221
ESPECIAL DIA DOS NAMORADOS

Após enfrentar 10 mil km e “tour” em vários países, casal terá cerimônia diferente

12 junho 2018 - 16h20Por Gizele Almeida

Namorar a distância é algo difícil para muitas pessoas, mesmo que a cidade do par perfeito esteja há poucos quilômetros da sua ou em outro Estado do país. Estar com alguém que reside em outro país então, deve ser algo impossível de dar certo para a maioria das pessoas, não é mesmo?! No entanto, não foi para os recém-casados Camila Pina, 29 e Jhonatan Spencer Maloney. Residente em HartFord nos Estados Unidos da América, o jogador profissional de Squash veio para Dourados em 2012 para um torneio, quando conheceu a douradense que trabalhava em um hotel na cidade e desde então o amor venceu longas viagens e fez acontecer muitas outras.

Isso porquê viajar é o hobby do casal que leva muito a sério a paixão em comum e inclusive celebrará o amor em breve de uma forma muito especial. Ficou curioso? Embarque agora nessa história que o Dourados News vai relatar nesse especial de Dia dos Namorados. 

“Bem o Brasil é muito notório no exterior por ter lindas mulheres e era minha primeira vez no país e a primeira mulher em que eu prestei atenção foi a Camila”, contou o britânico, residente na América do Norte.  

No primeiro momento, ambos não tinham ideia de que o primeiro contato entre profissional e hóspede resultaria em um amor incrível. 

Camila conta que neste dia, havia acabado de chegar de um funeral e estava um tanto quando “desajeitada e descabelada”, o que não é a opinião de Jhonatan que afirma “era a mulher mais linda que já tinha visto”.  

A forma profissional de levar o cotidiano no trabalho não a deixou notar de imediato o interesse do jogador, então ela foi alertada por uma amiga que disse “ele não para de te olhar”. A partir deste momento, Camila conta que também passou a olhá-lo “de forma diferente” e após alguns dias passaram a conversar mais e surgiu o convite para um jantar. 

Inicialmente a tentativa não deu certo, como conta ele. 

“Eu tentei conversar com ela o máximo possível e convencê-la a sair conosco. Ao invés disso ela nos enviou para um clube country horrível”, conta. 

Após muito conversarem e trocarem redes sociais, o convite foi aceito. 

“Perguntei ao meu gerente sobre a questão, e ele disse que não havia problemas, e que minha vida pessoal dizia respeito a mim, tanto que não intervisse no meu trabalho, então me tranquilizei e aceitei, foi quando começamos a nos ver durante toda a semana que ele ficou aqui neste primeiro momento", conta Camila. 

Durante esse período, o aniversário da garota aconteceu, e ele foi como convidado a um happy hour, noite em que ocorreu o primeiro beijo, descrito por ela como “mágico”. 

Quando o rapaz foi embora, Camila conta que chorou e pensou que não fosse mais o vê-lo, afinal, “jogadores viajam os países e devem namorar muito, não teriam outros encontros”. Porém, não foi o que ocorreu. Ele ficou sempre presente e as conversas via Skype eram ‘infinitas’. 

Meses depois, eles se encontraram em Maringá-PR, onde ele participou de um torneio. Novamente a tristeza na despedida, que foi seguida da busca de formas de se encontrar depois. 

Em setembro de 2013, os dois decidiram que iam assistir juntos a Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil, em junho daquele ano.

“Os dias já não passavam e até que chegou o novo encontro”, como conta a jovem. Em abril de 2014, Jhonatan veio a Dourados, conheceu a família de Camila, as belezas do Estado, na cidade de Bonito e depois os dois seguiram para Bahia e posterioermente Fortaleza. 

O primeiro destino internacional escolhido juntos para uma viagem de maior tempo foi o Peru. 

“Conhecemos muitos lugares como Cusco, Machu Picchu, Icá, entre outros, foi lindo”, conta ela. 

Após o período de um mês juntos, ele voltou novamente para os EUA.  Mais uma despedida que gerava tristeza e para Camila, certa insegurança, já que ele não tinha feito o pedido de namoro. 

Passado alguns dias, a jovem questionou o fato, e conta que para ele foi estranho, já que ele contou que esse costume de “pedir” não ocorre no EUA e que para ele já estavam namorando. 

Com o coração mais tranquilo, a respeito do relacionamento, Camila conta que os dois se dividiam e viviam apenas para juntar dinheiro e se encontrarem. 

“No meio do ano ele vinha para cá e no final do ano eu ia para lá (EUA)”.

Questionada sobre ciúme com o namoro a distância, ela confessa: “sempre fui mais ciumenta (rs), mas nada nos fez desistir pois, confiávamos e nos amávamos”. 

A convivência trouxe à tona, costumes diferentes. “Ele mais individual, eu sempre mais carente, eu não era muito pontual, ele já extremamente ligado a isso”, conta a turismóloga. 

As diferenças no início ‘estranhas’ geraram um processo de adaptação. 

“Fomos entendo que era eu sendo brasileira e ele inglês e fomos aprendendo um com o jeito de viver do outro”, cita. 

Jhonatan apresentou a namorada em 2015, aos pais, na Inglaterra. No estilo romântico, ele programou uma viagem surpresa para o casal para Roma. 

“Foi maravilhoso e gostar de conhecer o mundo era uma das nossas partes em comum”, conta a jovem. 
Com isso, o roteiro nos próximos meses só aumentou. O casal foi para Buenos Aires, para Suíça e depois Nova York. 

Já em 2016, o jogador falou sobre o desejo de conhecer a Indonésia. O plano inicialmente pareceu impossível, mas, juntos se organizaram para a nova viagem dos sonhos que aconteceu em agosto de 2017. 
Locais paradisíacos marcaram a trajetória, como Ilhas da Indonésia, Malásia, Cingapura, entre outros e pontos de praias com areia cor de rosa. 

Mais uma vez, voltaram para seus países de origem e ficava a saudade.

No final de 2017, chegou o esperado momento de Camila ir para o EUA, como de costume no período e assim acontecia. 

A jovem conta que chegou cansada da viagem, mas ele insistia para irem caminhar nas montanhas e assim aconteceu. 

“Eu estava exausta, mas aceitei, nevava muito no dia e a surpresa que tive foi marcante, ele me pediu em casamento”, conta emocionada a jovem. 


O casamento civil ocorreu na prefeitura de Hartford em dezembro de 2017. O anel que marca essa relação pertenceu a bisavó dele. 

“Meu plano para pedi-la em casamento era outro, e super romântico. Seria em uma viagem que faríamos no Chile este ano, na Ilha de Páscoa, em uma área com uma vista  incrível para a praia, mas optei por antecipar para que pudéssemos ficar juntos o quanto antes”, conta Jhonatan. 

Desde dezembro de 2017, Camila voltou ao Brasil por um mês para resolver questões quanto a imóveis, emprego e passar dias com a família e retornou aos EUA para uma vida nova e sem os milhares de quilômetros de distancia. 

Ela fala em “adaptação”, pela questão de nova língua, novos costumes, mas diz se sentir plena e convicta de que o amor pode superar as distâncias e diferentes rotinas.  

A opinião é compartilhada por ele que antes convicto de que o modo de fazer tudo sozinho, era o satisfatório, mudou sua visão com o amor, mas não sua “essência”. 

“Eu me sinto o mesmo, feliz, mas o mesmo.  Minha vida em si,  não mudou,  mas me sinto mais feliz pois nós comemos juntos,  dormimos juntos,  assistimos tv juntos e honestamente,  a vida no dia a dia não é muito interessante.  O que a faz interessante é ter alguém ao seu lado com quem se pode compartilhar esses momentos. O fato de estarmos agora no mesmo lugar faz tudo ser mais fácil e prazeroso”, como conta ele. 

O destination wedding foi a forma escolhida por eles para celebrar o amor. A Comemoração está marcada para o próximo ano e será marcada pela “personalidade viajante” dos dois. 

“Vamos reunir amigos e famílias durante uma semana em um resort no México, país que escolhemos pela beleza de Tulum e o objetivo é ter tempo de curtir e conhecer o lugar e ter a cerimonia dentro desses dias, tenho certeza que será inesquecível”, diz Camila. 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
De biquíni, Tammy di Calafiori rouba a cena na web em dia de praia
Idoso que estava desaparecido é encontrado morto em Amambai
ECONOMIA
Senado aprova projeto que define regras para duplicata eletrônica
UEMS
Mestrado em Ensino em Saúde prorroga prazo de inscrições
IVINHEMA
Jovem é agredida pelo namorado após ele ter estuprado a mãe dela
IMUNIZAÇÃO
Anvisa aprova nova vacina contra gripe exclusiva para idosos
ESTRAGOS
Prefeitura de Iguatemi decreta situação de emergência devido as chuvas
SEMIABERTO
Senador Acir Gurgacz é transferido para presídio da Papuda em Brasília
CAMPO GRANDE
Garoto que atirou dentro de escola e se feriu portava pistola 6.35
JUSTIÇA
Empresa telefônica é condenada por bloquear linha de cliente

Mais Lidas

DOURADOS
Homem morre ao tentar atravessar “lago da rodoviária” a nado
CENAS DE CINEMA
Perseguição e troca de tiros termina com veículos recuperados em Dourados
PEDRO JUAN
Suspeita de envolvimento em roubo a vereador douradense é executada na fronteira
OLAVO SUL
Vereador douradense é ameaçado de morte ao separar briga em distrito