Menu
Busca terça, 18 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
EDUCAÇÃO

Alunos de Dourados participam da Olimpíada de Astronomia e Aeronáutica

18 outubro 2017 - 10h05Por Da Redação

Confirmando a qualidade da proposta educacional da Rede Sesi de Educação em Mato Grosso do Sul, oito alunos das escolas de Campo Grande e Dourados vão participar da 2ª fase da 25ª Maratona de Química, em Gramado, no Rio Grande do Sul, e da etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), categoria Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), em Barra do Parai, no Rio de Janeiro, respectivamente.
 
Dos oito estudantes, cinco são da Escola do Sesi de Campo Grande e vão embarcar na próxima quarta-feira, dia 25 de outubro, para a 25ª Maratona de Química, que será realizada nos dias 26 e 27 de outubro, enquanto no dia 27 de outubro os outros três alunos da Escola do Sesi de Dourados irão disputar a categoria Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG) da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, que será de 28 a 30 de outubro.
 
Segundo a gerente de educação do Sesi, Simone Cruz, ver os alunos estimulados e avançando em competições nacionais reforça que a proposta educacional da instituição está no caminho certo. “Tanto a Olimpíada Brasileira de Astronomia como a Maratona de Química são experiências que em os alunos rompem os limites de sala de aula e preparam-se para a vida, colocando em prática os ensinamentos absorvidos durante as aulas. Então é um presente para nós termos esses alunos levando o nome da nossa escola e tendo essa experiência única, que envolve aprendizado educacional e pessoal”, afirmou.
 
Maratona de Química
 
Concorrendo com estudantes de todo Brasil, os alunos Bianca Lole Freitas, Camila Duarte de Souza, Luan Victor Bispo Falcão, Nicolle Anália Calves e Chaves e Rebeca de Almeida Bernardes estão entre os 40 classificados para participar da 2ª etapa da Maratona de Química. Os estudantes vão observar a demonstração de três experimentos químicos, realizados por especialistas, e depois devem responder um caderno de perguntas sobre o que foi apresentado.
 
Os temas a serem abordados são processos de fracionamento de misturas, fenômenos físicos e químicos, semelhanças atômicas, configurações eletrônicas, química no cotidiano, entre outros. O 1º colocado receberá o Prêmio Hugo Herrmann Filho no valor de R$ 500,00 e os 2º e 3º, respectivamente, os valores de R$ 300,00 e R$ 150,00.
 
Na avaliação do gerente do Sesi de Campo Grande, Helton Leal Cardoso, essa é uma excelente oportunidade para poder promover a qualidade de ensino da instituição e valorizar a atuação dos nossos alunos. “São alunos que têm um bom desempenho em todas as disciplinas, em especial na disciplina de Química. É gratificante termos esse grupo de alunos, que por iniciativa própria quiseram participar dessa maratona e conseguiram um bom resultado. Nossa expectativa é conseguir novamente um bom resultado com esses alunos lá em Gramado”, salientou.
 
A diretora da Escola do Sesi de Campo Grande, Glaucia Campos, declarou estar orgulhosa dos alunos e que as expectativas são as melhores. “Ter cinco alunos classificados para apenas 40 vagas só enaltece o nosso trabalho, principalmente quando se trata de uma Maratona de Química, disciplina que boa parte dos alunos reclama bastante e tem dificuldade”, disse.
 
Para a aluna Bianca Lole Freitas, as ferramentas extracurriculares utilizadas na metodologia de ensino do Sesi, como a plataforma online Imaginie (que corrige redações para os moldes do Enem), foram determinantes na hora de redigir um bom texto. “As aulas de Redação da professora Vanessa e o treino na Imaginie foram muito importantes”, garantiu.
 
Já a aluna Nicole Anália Calves fala sobre o tema da redação. “Foi muito bom escrever e estudar sobre um tema que sabemos que pode fazer a diferença na vida das pessoas”, disse. O aluno Luan Victor Bispo Falcão também comenta o tema que o atraiu. “Pesquisamos bastante, a professora deu dicas legais de sites, vídeo-aulas, e quanto mais eu lia, mais dava vontade de escrever”, emendou.
 
A aluna Camila Duarte de Souza destaca o papel que os alunos podem ter ao abordar temas como a sustentabilidade. “É um tema bastante atual, por isso temos que ter mais contato com ele e, então, propor soluções que possam contribuir com as pessoas”, pontuou.
 
Olimpíada Brasileira de Astronomia
 
Já a Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG) é realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB) entre alunos dos ensinos Fundamental e Médio em todo território nacional. A MOBFOG tem por objetivos fomentar o interesse dos jovens pela Astronáutica, Física, Astronomia e ciências afins, promover a difusão dos conhecimentos básicos de uma forma lúdica e cooperativa, mobilizando num mutirão nacional, alunos, professores, coordenadores pedagógicos, diretores, pais e escolas, e instituições voltadas às atividades aeroespaciais.
 
A equipe da Escola do Sesi de Dourados é composta pelos alunos Eduardo Goulart, Giovane Alencar, Pedro Henrique, ambos da 2ª série do Ensino Médio e orientados pelo professor Wesley Sarati, que leciona a disciplina de Física. Os estudantes participarão de conferência e palestras voltados para a Astronomia e Astronáutica, conhecerão o planetário, apresentarão seus projetos dos foguetes, realizarão lançamentos e farão uma oficina de construção de foguetes com combustíveis sólidos.  
 
De acordo com a diretora da Escola do Sesi de Dourados, Sibele Aparecida de Almeida Garcia e Silva, o resultado positivo dos alunos é reflexo dos investimentos em educação feitos pela instituição. “Participar da etapa nacional da Olímpiada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, um ganho em conhecimento para os alunos que foram classificados e também para todos alunos que participaram dessa seleção. Acredito que isso ainda irá motivar os demais alunos que trabalham aqui”, destacou.
 
Para o professor Wesley Sarati, ver o esforço dos alunos sendo recompensado é algo gratificante. “É fantástico ver o envolvimento dos alunos, determinação para alcançar seus objetivos e diante das adversidades se manterem unidos e focados. Acredito que esse seja nosso papel, acreditar e estimular cada vez mais nossos alunos em seus sonhos e dar todo suporte, como a escola do Sesi faz ”, finalizou.
 
Com grandes expectativas, o aluno Giovane Alencar disse a equipe está treinando bastante para garantir um bom resultado. “Fizemos vários foguetes, estudamos as reações, realizamos vários lançamentos buscando melhorar a nossa marca (distância) para etapa nacional. Estamos ajustando os nossos foguetes e esperamos representar a nossa escola da melhor forma possível”, finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIREITOS DO TRABALHADOR
Com ameaça de greve, frentistas de MS conquistam piso salarial de R$ 1.190,95
DIREITOS DO CONSUMIDOR
Encontro Estadual tem confirmada a presença de 18 unidades do Procon em Dourados
CAMPO GRANDE
Omep e Seleta terão que devolver R$ 74 milhões aos cofres municipais
DOURADOS
Câmara solicita melhorias na infraestrutura e trânsito do município
ANTÔNIO JOÃO
Mulher é agredida com chutes e socos por marido e cunhado
GERAL
Prazo para beneficiários com menos de 60 anos sacarem PIS termina no dia 28
SÉRIE B
Londrina recebe o Figueirense em duelo de seis pontos
ADOLESCENTES
Agorafobia: 'por que passei 15 horas fugindo do casamento da minha melhor amiga'
SUL
Conheça Garopaba, em Santa Catarina
DOURADOS
Idoso encontrado morto na pedreira foi vítima de latrocínio

Mais Lidas

DOURADOS
Homem encontrado na Marcelino morreu de causas naturais
FLAGRANTE
Mãe é presa na frente da filha traficando cocaína
DOURADOS
Corpo é encontrado na Marcelino Pires
DOURADOS
Morador flagra ladrão e aciona a polícia que consegue prende-lo